Para convencer população a se vacinar, estado promete um “baseado” por pessoa

Em uma ação considerada extrema por muitos políticos locais, o estado de Washington, nos Estados Unidos, estuda dar um ‘baseado’ (cigarro de maconha) para cada adulto com mais de 21 anos que compareça aos postos para tomar a vacina contra covid-19.

cigarro-maconha© Foto: cottonbro / Pexels cigarro-maconha

A queda acentuada nos níveis de vacinação no país tem preocupado as autoridades desde abril e governos estaduais buscam formas criativas para fazer com que as pessoas compareçam aos postos de imunização em todo o país. Alguns estados oferecem prêmios em dinheiro, com somas dignas de loterias que podem chegar a até US$ 1 milhão; em outros, bolsas de estudos em faculdades. Vale tudo para levar a população a se imunizar contra o coronavírus.

No caso de Washington, onde a maconha é legalizada, o Conselho Estadual de Bebidas Alcoólicas e Cannabis preferiu apostar todas as suas fichas no vício da população e propôs que qualquer adulto que concordar em tomar uma picada no braço sairá do posto de vacinação fumando tranquilamente seu cigarrinho de maconha. De graça!

A aposta na droga foi a primeira tentativa do estado para alavancar sua campanha de vacinação. Anteriormente, os bares e restaurantes da cidade tinham autorização para servir gratuitamente cervejas, vinhos e coquetéis para quem apresentasse o certificado de vacinação da primeira ou da segunda dose.  O efeito, porém, ficou longe do esperado. (MSN).

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA