Médico é agredido por acompanhante de paciente em hospital de Viana

A Prefeitura Municipal de Viana, por meio da Secretaria de Saúde do Município, emitiu um Nota de Repúdio contra a agressão física sofrida pelo médico ginecologista obstetra Alex Brun, em pleno exercício profissional, sendo agredido na própria unidade de saúde, o Hospital Dom Hélio Campos, durante o plantão.

O médico foi atingido por vidros estilhaçados causados pela revolta da senhora Claudeilce de Jesus Pinheiro Nunes, de 39 anos, natural de Zé Doca, pescadora, que já pagou fiança e está em liberdade. O fato que foi repudiando pela direção do hospital por consistindo também em depredação de um importante patrimônio público, causando prejuízos. Além do desacato e da violência resultando em lesão corporal, o médico, está impossibilitado de realizar sua função.

A Secretaria de Saúde solicita a compreensão da população, garantindo que as providências já estão sendo tomadas para o breve reestabelecimento dos serviços executados pelo profissional. Veja a nota:

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA