Eleição da FAMEM deve ser marcada por ausências e traições de prefeitos

A eleição da FAMEM que ocorre nesta quinta-feira (14), ficará marcada como uma das mais acirradas da história, independente do resultado. Dois grupos mediram forças de forma explicita: Erlânio Xavier com Weverton Rocha, ambos do PDT e do outro lado Fábio Gentil com Carlos Brandão, ambos do Republicanos. Os dois líderes políticos conversaram e tentaram convencer diversos prefeitos a aderir o seu projeto para o municipalismo, por isso é muito provável que ausências e “traições” ocorram.

Erlânio Xavier diz ter 130 votos e Fábio Gentil contabiliza 127, somados, os números acabam superando e muito, o total de municípios maranhenses.

Muitos prefeitos estão sendo assediados pelos dois grupos e em alguns casos, eles chegaram a prometer voto nos dois candidatos, tanto que são vários os gestores que constam como voto certo nas listas de Erlânio e Fábio.

Outros devem preferir não viajar para São Luís com o intuito de não participar da eleição e nem se indispor com qualquer um dos lados. Muitos afirmam que o debate para 2022 foi antecipado de forma prematura, por isso, preferem aguardar um pouco mais.

Os dois grupos tem oferecido transporte de avião, hospedagem e outras regalias. Dois prefeitos não vão votar por conta do diagnóstico da covid-19…

(Via Blog do Diego Emir)

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA