Operação da PF: Presos médicos no Maranhão e São Paulo; Murad continua sendo investigado

Policiais federais amanheceram hoje na porta do Condomínio Tacamarã, na Ponta do Farol, e depois da 6h entraram no 8º andar onde fica o apartamento do médicos Péricles Silva Filho. Além de documentos, ele foi conduzido coercitivamente. No mesmo horário, numa cidade de São Paulo, o também médico maranhense, Benedito Silva Carvalho, também foi preso para depor na sede da PF. Além dos médicos, o proprietário da empresa de oncologia, a Cobra, Emílio Resende, de quem foi apreendida uma aeronave no aeroporto de Araguaina.

aviao-no-tacamara

O avião foi ocultado na primeira operação Sermão ao Peixes, em novembro do ano passado, que resultou a prisão preventiva e coercitiva de empresários e do ex-secretário de saúde, Ricardo Murad. Na época, os delegados da PF acusaram que Murad liderou o desvio de R$ 1,2 bilhão dos recursos da Saúde pela via de empresas terceirizadas, como ICN e Bem Viver, por exemplo.

A nova operação, batizada de Abscôndito e Voadores visa buscar novas informações que foram sonegadas na anterior e desvendar o desvio de R$ 36 milhões

Hoje, foi confirmado pelo delegado Wedson Cajé que o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, ainda não ficou livre da operação e que continua sendo investigado. A PF tem as algemas abertas, mas o MPF pondera e quer mais provas. (Blog Luis Cardoso)

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA