Coreia do Norte adverte Japão sobre “autodestruição iminente”

 

(Arquivo) Foto tirada em 4 de fevereiro de 2013 mostra exercício naval no Mar do Japão

A Coreia do Norte advertiu nesta quinta-feira o Japão sobre o risco de “autodestruição iminente” do país por sua aliança com os Estados Unidos, em meio à tensão por mais um tiro de míssil norte-coreano, que, desta última vez, sobrevoou o arquipélago japonês.

A agência oficial norte-coreana KCNA criticou a ex-potência colonial ao afirmar que o “Japão agora vem com as mangas arregaçadas para apoiar os movimentos bélicos de seu amo” contra a Coreia do Norte.

O “vínculo militar” entre os dois aliados se tornou uma “séria ameaça” para a Península Coreana, adverte a KCNA.

“As medidas de resposta norte-coreanas mais duras incluem advertir o Japão a evitar perder o controle para não vislumbrar sua autodestruição iminente” seguindo cegamente os Estados Unidos.

Na terça-feira, a Coreia do Norte colocou o Japão em estado de alerta ao disparar um míssil de médio alcance que passou sobre o leste do arquipélago que caiu no mar, provocando a condenação internacional.

O premier japonês, Shinzo Abe, denunciou o lançamento como “uma ameaça grave, séria e sem precedentes”, e concordou com o presidente americano, Donald Trump, sobre a necessidade de “incrementar a pressão exercida sobre a Coreia do Norte”. Fonte MSN

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA