Renovado o convênio para busca ativa de clientes da Tarifa Rural

A Tarifa Rural atualmente beneficia mais de 180 mil famílias em todo o estado com descontos na fatura de energia. Para alcançar e beneficiar um número ainda maior de famílias maranhenses, a Equatorial Maranhão, juntamente com a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (FETAEMA) renovou na última semana um termo de convênio para acelerar o cadastro desses potenciais clientes.

Na ocasião, estiveram presentes Francila Soares, Gerente de Clientes Especiais, José Jorge Leite, Diretor de Relações Institucionais e a Presidente da FETAEMA, Ângela Marisa Silva. José Jorge ressaltou a importância desse convênio entre a Equatorial Maranhão e a FETAEMA durante tantos anos de parceria. “No primeiro momento tivemos uma série de reuniões realizadas nas sedes das federações pelo interior do Maranhão fazendo a divulgação do direito que os pequenos produtores rurais têm, não só da Tarifa Social como da Tarifa Rural também. Durante o processo fazemos o cruzamento de dados, cadastramento, divulgação na mídia e distribuição de materiais impressos nas reuniões”. O diretor pontuou ainda a conquista da federação por meio dessa parceria. “Precisamos ressaltar que a FETAEMA foi a federação que mais se destacou no Brasil inteiro, alcançando mais de 30 mil famílias que atualmente são beneficiadas pela Tarifa Social e Tarifa Rural graças às ações proativas da FETAEMA em parceria com a Equatorial Maranhão”, acrescentou José Jorge.

A parceria já existe há mais de 3 anos e conta com o cruzamento de bases enviadas pela FETAEMA para a busca ativa não só de clientes potenciais que se enquadram na Tarifa Rural, como os da Tarifa Social também. Só no Maranhão estima-se que sejam alcançadas 230 mil famílias que ainda não são beneficiadas pela Tarifa Social e 97 mil pela Tarifa Rural.

Critérios para ter direito aos benefícios da Tarifa Rural:

RESIDENCIAL RURAL: Além de precisar morar em localização rural, o titular da conta precisa apresentar os documentos pessoais (RG, CPF e conta de energia) e levar também qualquer um dos seguintes documentos: Carteira de Trabalho e Promoção Social – CTPS; Carteira de Sindicato dos Trabalhadores Rurais; Comprovante de Recebimento de benefício do Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS como aposentadoria na situação de trabalhador rural; Declaração (DAP) ao PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) emitida por uma agência ou secretaria estadual.

AGROPECUÁRIA RURAL: Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) aonde a atividade principal esteja classificada nos grupos de transformação ou beneficiamento de produtos advindos diretamente da agropecuária; Documento do transformador que comprove a potência máxima de 112,5 KVA; Nota fiscal de venda dos produtos, demonstrando que foram produzidos (transformados ou beneficiados) na unidade com produtos advindos diretamente da agropecuária.

SERVIÇO PÚBLICO DE IRRIGAÇÃO RURAL: Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) aonde a atividade principal seja a irrigação; Documento de constituição da pessoa jurídica de direito público com atividade de bombeamento de água; Certificado de Cadastro do Imóvel Rural (CCIR), devidamente atualizado expedido pelo INCRA.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA