Governo avança para sua 11° Agritec com mais de 14 mil agricultores familiares capacitados

 

O Governo do Estado, por meio do Sistema SAF (composto pela secretaria de Estado da Agricultura Familiar- SAF, Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- AGERP e Instituto de Colonização e Terras doMaranhão- ITERMA), junto aos parceiros Embrapa, Sebrae e movimentos sociais (FETAEMA, MST, ACONERUQ, MIQCB E FETRAF-MA), avança paraa 11° Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnogia do Maranhão (Agritec)com grandes avanços em capacitação, conhecimentos e apoio à comercializaçãoda agricultura familiar no Estado do Maranhão.

O município de Barra do Corda sediará a primeira Agritec do território Centro do Maranhão nos dias 22 a 24 de junho, a segunda edição de 2017 edesde 2015 já compõe a 11ª edição já realizada pela governo do Estado. A Agritec do território Centro do Maranhão será realizada nos dias 22 a 24 dejunho na Av. Eliézer Moreira, s/n, Bairro Incra, em Barra do Corda – MA.

Nos anos de 2015, 2016 e primeiro trimestre de 2017, a Agritec capacitou 14.683 agricultores familiares e movimentou mais de R$ 700 mil emcomercialização e cerca de R$ 15 milhões em contratos com instituições financeiras. A feira já foi realizada nos municípios de São Bento, Caxias, Açailândia, Bacabal, Chapadinha, Codó, Grajaú, Viana e Zé Doca. Este ano aAgritec já foi sediada por Paraibano e agora será em Barra do Corda.

Para 2017, o Governo do Estado chegará até os municípios de Santa Luzia, Itapecuru-Mirim e Cururupu beneficiando os agricultores familiares dos territórios do Vale do Pindaré, Vale do Itapecuru e Baixada Ocidental.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a Agritec é uma feira que, por onde passa, deixa grandes resultados. Já são quase 15 mil agricultores familiares capacitados. “A  Agritec vai para sua11° edição com saldo positivo. Com muito trabalho e fortes parcerias estamos atingindo o objetivo do governo do estado ao criar a Feira, que é desenvolver o Maranhão por meio do conhecimento e da produção”, pontuou.

“O nosso propósito é fazer o nosso produtor rural crescer e se desenvolver cada vez mais, por isso, a missão da Agritec é levar o conhecimento a quemleva o alimento à nossa mesa para que ele possa ter cada vez mais dignidade”, concluiu o presidente da Agerp, Júlio Mendonça.

As Agritecs têm o objetivo de garantir o acesso do agricultor familiar ao conhecimento e às novas tecnologias, de modo que ele possa melhorar aprodução quantitativa e qualitativamente. Além disso, as feiras são um espaço reservado à divulgação e à comercialização dos produtos dosagricultores familiares e de acesso às instituições financeiras, entre outras oportunidades.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA