Covid-19 volta a ameaçar e governador Flávio Dino decreta estado de calamidade no Maranhão

Medida extrema foi tomada após aumento de casos

Depois de ter tomado, ainda em 2021, uma série de medidas de flexibilização para retomada de atividades econômicas por conta dos sinais de amenização da pandemia de covid-19, o governador Flávio Dino (PSD) viu-se obrigado a tomar medida radical ao decretar estado de calamidade pública em todo o estado. O argumento é volta de casos que podem criar uma crise sanitária que possa comprometer a capacidade de atendimento nos hospitais e aumentar os riscos de propagação do vírus.

No decreto, o governador lembra que até 31 de dezembro de 2021, o Maranhão tinha um acumulado de 370 casos confirmados para covid-19, que resultaram em mais de 10 mil mortes e que, assim como em todo o Brasil, os casos de infecção vêm aumentado consideravelmente.

Flávio Dino destaca ainda o fato de virem se registrando o surgimento de novas variantes que podem colocar em risco da população.

Outro dado diz respeito às enchentes que vêm afetando centenas de famílias, desabrigadas pelas enchentes dos rios.

Eis o trecho do decreto em que fica estabelecido estado de calamidade:

Via Maranhão Hoje

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA