Carrinho no “Abrindo o Verbo”: Viana é a primeira cidade a pagar o 13º salário

Antecipação integral do 13º salário dos servidores públicos, revitalização do centro histórico, ampliação do sistema de abastecimento de água e a construção da estrada Viana a Pedro do Rosário foram algumas das medidas destacadas pelo prefeito Carrinho Cidreira, em sua entrevista, na tarde desta sexta-feira, ao programa Abrindo o Verbo, da Rádio Mirante AM. O programa é apresentado pelo radialista Geraldo Castro.

Carrinho disse a Geraldo Castro que no dia de hoje foi feito o pagamento da segunda e última parcela do 13º salário do funcionalismo municipal. “Viana é a primeira cidade do Maranhão a antecipar integralmente o 13º salário, o que demonstra o reconhecimento da minha gestão com os servidores públicos”.

Quem vê a administração quitando dívidas salariais que vencem apenas em dezembro não imagina o quadro de dificuldades que marcou o início da gestão. Segundo Carrinho, administrar Viana equivale a ressurgir das cinzas, tal o estado de desorganização em que encontrou a Prefeitura. “Não houve transição. Recebi apenas as carteiras e as mesas. Nem computadores havia. A frota de veículos e equipamentos sucateada. As verbas do Fundo de Participação bloqueada, por conta de inadimplência com o INSS”.

Apesar dessa situação de caos, o pagamento dos salários dos servidores foi feito regularmente, sem atrasos; e sete meses depois, a Prefeitura começa a colocar em prática um plano de governo que prevê investimentos nas mais diversas áreas. A seguir, os principais itens abordados:

FINANÇAS

Do ponto de vista financeiro, o cenário era crítico. A gestão anterior deixou R$ 6 milhões em débitos empenhados e apenas R$ 1,5 milhão em caixa, para fazer frente a esses pagamentos.

Para piorar a situação, no dia 09/01 a primeira parcela do FPM, correspondente ao mês de janeiro, foi bloqueada, por inadimplência com o 13 salário referente ao INSS. Em seguida apareceram mais 3 parcelamentos atrasados com o INSS, débitos com o Pasep e com precatórios. “O FPM do município ficou bloqueado por 62 dias”, lembrou Carrinho.

O novo prefeito governou praticamente sem receita até o começo de março, quando teve deferido um recurso administrativo junto à Receita Federal, e pôde, enfim, fazer a retirada do bloqueio do FPM. Durante o período teve que amargar duras críticas de seus opositores e até cobrança da opinião pública, que via na eleição de Carrinho o fim de um ciclo de atraso e desesperança.

CENTRO HISTÓRICO

Em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura pretende revitalizar toda a área do centro histórico, promovendo uma série de intervenções. Uma das ações prevê investimento em mobilidade urbana e a acessibilidade no perímetro histórico.

Serão recuperados o reboco e a pintura dos prédios históricos. As calçadas serão todas reformadas e alinhadas, eliminando-se os altos e baixos que prejudicam a estética e a locomoção. Também a iluminação pública receberá melhoramento.

Prefeitura e Governo do Estado vão atuar em conjunto para dar suporte a atividades comerciais e culturais. A ideia é promover feiras nas mais diversas áreas, animadas com apresentações musicais, seguindo a mesma concepção dos eventos realizados em São Luís, especialmente na Praça Benedito Leite.

ÁGUA

O abastecimento de água da cidade sempre foi um grave problema, que impôs décadas de sofrimento para a população: além de escassa, a água tratada era insuficiente e de qualidade duvidosa.

No dia do aniversário da cidade, o governador Flávio Dino informou a Carrinho que autorizou a licitação de um novo projeto de água para a cidade, que vai resolver em definitivo o problema de abastecimento. “Já a partir de agosto deverá ser assinada a ordem de serviço”, estima Carrinho.

Com recursos estaduais de R$ 8 milhões, o projeto de ampliação do serviço de água foi elaborado por uma empresa contratada pela Prefeitura e articulado junto à Secretaria Estadual de Cidade (Secid). Segundo o prefeito, serão feitos capitação, adutora, tratamento e, por último, rede de distribuição.

ESTRADA VIANA/PEDRO DO ROSÁRIO

Outro projeto de integração regional é a construção da estrada que liga Viana a Pedro do Rosário, com percurso de 37 quilômetros. O projeto é uma parceria do Governo do Estado com as prefeituras de Viana e Pedro do Rosário. Só na construção de aterros serão aplicados R$ 3 milhões. Depois de concluída, essa obra não apenas fará a integração entre os dois municípios como também se constituirá uma nova opção para quem se desloca de São Luís para Belém. A estrada reduz o percurso em 100 km entre as duas capitais. (Texto e fotografias: Jornalista Nonato Reis).

admin

Jornalista (MTB - 918). Pós-Graduado em Design Gráfico pela UFMA – Universidade Federal do Maranhão. Publicitário e Designer Gráfico. Membro da Academia Vianense de Letras (AVL) - Cadeira nº 20 - Patrono: Bispo Dom Hélio Campos. Edita o Blog Vianensidades desde 2007. CONTATOS: Email: [email protected] | Whatsap: 98 98461 2929

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *