Para convencer população a se vacinar, estado promete um “baseado” por pessoa

Em uma ação considerada extrema por muitos políticos locais, o estado de Washington, nos Estados Unidos, estuda dar um ‘baseado’ (cigarro de maconha) para cada adulto com mais de 21 anos que compareça aos postos para tomar a vacina contra covid-19.

cigarro-maconha© Foto: cottonbro / Pexels cigarro-maconha

A queda acentuada nos níveis de vacinação no país tem preocupado as autoridades desde abril e governos estaduais buscam formas criativas para fazer com que as pessoas compareçam aos postos de imunização em todo o país. Alguns estados oferecem prêmios em dinheiro, com somas dignas de loterias que podem chegar a até US$ 1 milhão; em outros, bolsas de estudos em faculdades. Vale tudo para levar a população a se imunizar contra o coronavírus.

No caso de Washington, onde a maconha é legalizada, o Conselho Estadual de Bebidas Alcoólicas e Cannabis preferiu apostar todas as suas fichas no vício da população e propôs que qualquer adulto que concordar em tomar uma picada no braço sairá do posto de vacinação fumando tranquilamente seu cigarrinho de maconha. De graça!

A aposta na droga foi a primeira tentativa do estado para alavancar sua campanha de vacinação. Anteriormente, os bares e restaurantes da cidade tinham autorização para servir gratuitamente cervejas, vinhos e coquetéis para quem apresentasse o certificado de vacinação da primeira ou da segunda dose.  O efeito, porém, ficou longe do esperado. (MSN).

admin

Jornalista (MTB - 918). Pós-Graduado em Design Gráfico pela UFMA – Universidade Federal do Maranhão. Publicitário e Designer Gráfico. Membro da Academia Vianense de Letras (AVL) - Cadeira nº 20 - Patrono: Bispo Dom Hélio Campos. Edita o Blog Vianensidades desde 2007. CONTATOS: Email: [email protected] | Whatsap: 98 98461 2929

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.