Por falar nisso….

A palavra mais rica da língua portuguesa

é a palavra Merda.

Esta versátil palavra pode mesmo ser considerada um coringa

da língua portuguesa.

 

Vejam os exemplos a seguir:

1) Como indicação geográfica 1:

Onde fica essa MERDA?

2) Como indicação geográfica 2:

Vá a MERDA!

3) Como indicação geográfica 3:

17:00h – vou embora dessa MERDA.

4) Como substantivo qualificativo:

Você é um MERDA!

5) Como auxiliar quantitativo:

Trabalho pra caramba e não ganho

MERDA nenhuma!

6) Como indicador de especialização

profissional:Ele só faz MERDA.

7) Como indicativo de MBA:

Ele faz muita MERDA.

8) Como sinônimo de covarde:

Seu MERDA!

9) Como questionamento dirigido:

Fez MERDA, né?

10) Como indicador visual:

Não se enxerga MERDA nenhuma!

11) Como elemento de indicação

do caminho a ser percorrido:

Por que você não vai a MERDA?

12) Como especulação de conhecimento

e surpresa: Que MERDA é essa?

13) Como constatação da situação

financeira de um indivíduo:

Ele está na MERDA…

14) Como indicador de ressentimento

natalino: Não ganhei MERDA

nenhuma de presente!

15) Como indicador de admiração:

Puta MERDA!

16) Como indicador de rejeição:

Puta MERDA!

17) Como indicador de espécie:

O que esse MERDA pensa que é?

18) Como indicador de continuidade:

Tô na mesma MERDA de sempre.

19) Como indicador de desordem:

Tá tudo uma MERDA!

20) Como constatação científica dos

resultados da alquimia:

Tudo o que ele toca vira MERDA!

21) Como resultado aplicativo:

Deu MERDA.

22) Como indicador de performance

esportiva: O SANTA CRUZ e o NAÚTICO

não estão jogando

MERDA nenhuma!!!

23) Como constatação negativa:

Que MERDA!

24) Como classificação literária:

Êita textinho de MERDA!!!

25) Como qualificação de governo:

O governo Lula só faz MERDA!

26) Como situação de ‘orgulho/metidez’ :

Ela se acha e não tem ‘MERDA

NENHUMA!’

27) Como indicativo de ocupação:

Para você ter lido até aqui, é sinal que

não está

fazendo MERDA nenhuma!

 

PS: Esta é uma tradução  de um texto de Roberto Fontanarrosa,

humorista e cartunista argentino 

Via Blog do Solda

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VIANA