Divulgação dos números do Perfil coloca sob suspeita as pesquisas eleitorais em São Luís

Em 2006, a Econométrica dizia que Roseana já estava eleita no primeiro turno com ampla margem de votos. A eleição foi para o segundo turno com vitória de Jackson Lago.
Em 2006, a Econométrica dizia que Roseana já estava eleita no primeiro turno com ampla margem de votos. A eleição foi para o segundo turno com vitória de Jackson Lago.

A pesquisa do instituto Perfil, contratada por dez mil reais pelo Clube de Engenharia do Maranhão e publicada neste domingo pelo Jornal Pequeno,  revelou a necessidade de uma investigação severa quanto à suspeita do uso desses levantamentos para beneficiar candidatos e manipular a opinião pública.

Os números apresentados pelo Perfil são absurdamente divergentes dos divulgados pelos  Data M e Escutec, não somente pelo quantitativo como pela tendência registrada, o que dificilmente poderá ser explicado pelo método utilizado por cada instituto.

Enquanto os dois últimos apontaram uma tendência de queda da candidata Eliziane Gama (PPS), embora com resultados diferentes – Data M, 3,7% e Escutec 8,8% – o Perfil apurou 17,2%, colocando por terra a realidade eleitoral que se tinha até então.

O mais intrigante é que os questionários foram aplicados praticamente no mesmo período, com uma diferença de um a dois dias entre o início e o término das entrevistas.

O Perfil, aliás, começou primeiro e ouviu mil eleitores entre 19 e 21 de setembro, seguido do Data M que fez a sua apuração, também com mil eleitores, entre 20 e 22, e pela Escutec que entrevistou 800 eleitores, entre os dias 21 e 23 de setembro.

Além dos números da candidata Eliziane Gama, a pesquisa do Perfil também mostra uma diferença entre dez e oito pontos percentuais dos números levantados pelo Data M e Escutec para o candidato Edivaldo Holanda (PDT). Enquanto nesses dois ele lidera com 47,1% e 45,3%, respectivamente, no Perfil a sua liderança é de 37,3%.

ZZZZZZZZZZZZZZZZZ-pesquisa-eleitoral

A pesquisa fraudulenta é considerada crime eleitoral, punível com detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo prazo, e multa de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00, nos termos do art. 33, § 4º, da Lei 9.504/97 c/c art. 18 da Resolução TSE nº 23.453/15, conforme Manual sobre Pesquisa Eleitoral 2016, publicado pelo Tribunal Regional de Sergipe.

A sua utilização serve para influenciar o eleitor em beneficio de determinado candidato, especialmente o indeciso, que tende a votar ou no candidato que estiver em primeiro lugar ou naquele que tem chance de com ele disputar.

Não faço juízo de valor sobre nenhum dos três resultados apresentados, muito menos coloco em dúvida o potencial eleitoral de cada candidato.

Mas se as pesquisas se propõem a apresentar as preferências dos eleitores em determinado período, as brutais diferenças entre elas não condizem com a mesma realidade que deveriam registrar, já que elas foram realizadas praticamente ao mesmo tempo.

Que o Ministério Público abra um procedimento investigatório e enquadre, caso se confirme a fraude, os culpados nos rigores da Lei, para por fim a essas suspeitas que a cada eleição se repetem e fica tudo por isso mesmo.

Blog do Raimundo Garrone

Agora lascou! Militante pula da canoa de Magrado e diz que o tucano já se acha prefeito

32a3ee11-81b1-4255-90a6-96a073f74621

Como diria Magalhães Pinto: “Em política eu só ainda não vi boi voar”. Na reta final das convenções partidárias, as peças do xadrez começam a se mover no tabuleiro político e eleitoral vianense.

Este post se deve a um dos mais ardorosos defensores do grupo do tucano Magrado Barros, – que depois que realizou sua convenção com um caldo de políticos de todas as correntes -, pulou fora e ainda saiu atirando que “muitos já se consideram prefeitos”, talvez em referência à empáfia, a soberba e a arrogância na qual está montado o grupo oposicionista.

O militante, segundo, afirmou em uma rede social, está migrando para o grupo do pessebista Carrinho Cidreira, que realiza sua convenção nesta sexta-feira, mesma data que Chico Gomes e o Major Ferreira, cada qual no seu quadrado.

Insinuou também que a política de Magrado Barros não tem “ética” nem almeja o “bem comum”. Vá entender!!!

Entretanto, para alguns observadores políticos locais, tudo não passa de uma manobra para criar fatos políticos, todavia, sem impacto eleitoral, já que o barulhento agora ex-defensor de Magrado deve ter mal o seu voto.

Mas, pode ser também que a mistura de tantos “artistas” muitos mal falados, sem votos e sem moral alguma no mesmo côfo, tenha despertado o sentimento patriótico e socialista do militante, que saltou da canoa furada antes de se afogar em um lago sujo.

Ou, na pior das hipóteses, se for tachado de “traidor” como muitos outros, o nobre militante vai ser “vigiado” e apanhar pra valer em um programa de rádio local que serve de “boi de piranha” da oposição. É aguardar pra ver!

Eleitores de Viana recém-cadastrados biometricamente participarão de votação simulada

biometriaImperatriz será a primeira cidade em 2016 que sediará projeto do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão que visa divulgar sistemática de votação biométrica, reforçando a segurança do processo de identificação do eleitor, além de esclarecer aos eleitores, partidos e candidatos o processo informatizado da eleição com enfoque na transparência e fiscalização através de audiências públicas.

A intenção é ainda oportunizar aos eleitores, partidos e candidatos de municípios, que concluíram a revisão biométrica no ciclo 2015/2016, conheçam o processo de votação biométrica; testem os sistemas e a urna biométrica. Já os técnicos da Secretaria de Tecnologia da Informação terão a possibilidade de avaliarem o nível de qualidade da coleta biométrica realizada; mensurar o tempo médio de votação para seções biométrica e outros parâmetros a partir da análise do log das urnas utilizadas.

Outra vantagem do projeto é oferecer treinamento prático aos mesários ou equipe de treinamento de mesários; oferecer conhecimento e prática aos chefes de cartório novatos lotados em zonas com biometria; oferecer subsídios para aprimoramento do treinamento de mesários; e avaliar o grau de dificuldade do eleitor e mesário na interação com o sistema de votação e urna biométrica.

De acordo com cronograma da STI, as votações biométricas simuladas ocorrerão nos dias, horários e locais abaixo relacionados:

– Imperatriz, dia 4 de agosto, das 8h às 12h, apenas com eleitores das unidades Barjonas Lobão e Sinopse, que votarão no Barjonas Lobão;

– Viana, dia 7 de agosto, das 8h às 12h, apenas eleitores do colégio Luís Carlos Guimarães do bairro Vinagre;

– Caxias, dia 12 de agosto, das 8h às 12h, apenas eleitores das unidades escolares César Marques e Leôncio Alves Araújo, que votarão neste dia na Leônio Alves, onde está agendada realização de audiência pública a partir das 10h;

– Timon, dia 13 de agosto, das 8h às 12h, apenas eleitores da unidade escolar Luiz Miguel Budaruíche, onde está agendada realização de audiência pública a partir das 10h;

– Urbano Santos, dia 19 de agosto, das 8h às 12h, apenas eleitores do colégio Dr. Magno Bacelar. A audiência pública será realizada no mesmo dia, a partir das 10h, no Centro Administrativo;

Em Bacurituba, município termo da 38ª zona eleitoral, o TRE-MA realizará dia 28 de agosto, das 8h às 12h, eleição simulada que envolverá todos os eleitores da cidade. Ao todo, são 5 locais de votação, onde funcionarão 16 seções. A audiência pública ocorrerá no Centro de Convenções, às 10h. Fonte- TRE-MA.