Óticas Rocha inaugura filial em Viana

Fachada da Ótica Rocha em Viana
Fachada da Ótica Rocha em Viana

O empresário vianense Cláudio Rocha finalizou o ano de 2016 realizando um dos seus grandes sonhos. Colocar em funcionamento uma filial das suas Óticas Rocha em sua terra natal.

Desde dezembro a Ótica Rocha já está em atividades e se constitui em uma nova opção em ótica para os vianenses, na Rua 7 de Setembro, na Cidade dos Lagos, equipada com os grandes lançamentos em armações de óculos de grau e esportivos, estrutura confortável e atendimento personalizado.

aafd6e90-6043-4d9b-b5bb-39109d3abd76

c8c9d6fb-a601-48f4-80bd-c38ff4b9fb29

O próximo passo é agendar consultas coletivas com os clientes, e oferecer os melhores preços da praça, conforme diz o seu slogan. AQUI VOCÊ VÊ A DIFERENÇA.

“Chegamos em Viana trazendo o que existe de melhor em matéria de ótica, com nossa longa experiência e queremos oferecer consultas facilitadas e o menor preço da praça aos nossos clientes, pois essa é uma política das Óticas Rocha na capital, e que finalmente estamos consolidando em Viana. Estamos de portas abertas para fazer sempre o melhor negócio”, destacou Cláudio Rocha.

500 casas ficaram rachadas em Belágua, local onde iniciou o terremoto no Maranhão

 

A Prefeitura de Belágua  constatou que o estrago foi bem maior até agora em povoados e em algumas ruas do centro da cidade onde o abalo sísmico foi maior no Maranhão. São quase 500 casas de tijolos de adobe rachadas e algumas bastante separadas como mostra a primeira foto recebida com exclusividade pelo Blog do Luis Cardoso.

Na fotos abaixo, o prefeito Herlon Costa acompanha in loco os prejuízos em casas nos povoados, como os de Buritizinho, Mocambo e Juçaral.

Na rua principal do centro da cidade, uma casa quase veio ao chão porque ficou com o piso afundado e teve as paredes com rachaduras.

Em Urbano Santos, cidade bem próxima de Belágua, uma parede do centro administrativo cedeu e veio ao chão.

Via Blog do Luis Cardoso

Alerta! A terra pode voltar a tremer nas próximas horas no Maranhão

O professor de geografia física da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Luis Jorge Dias, fez um alerta sobre futuros tremores de terra no Maranhão, em Vargem Grande e cidades vizinhas.

Na manhã desta terça-feira (03), o Estado foi surpreendido por um forte abalo sísmico de 4,6 graus na escala Richter. O epicentro do terremoto foi registrado em Belágua.

Segundo o professor, o que aconteceu em São Luís foi um tremor de acomodação, ou seja, as rochas estão saturadas do peso que elas suportam do solo para baixo. E isso é muito comum em áreas sedimentadas, como é no Maranhão.

Luis Jorge afirmou, ainda, que a maior parte da zona costeira maranhense tem falhas geológicas, por isso os abalos foram sentidos pelos moradores.

O professor de geografia física alertou, também, que poderá ter novos abalos secundários em decorrência do abaixamento da superfície. Isso deverá acontecer nos próximos dias. “Nós temos que ficar em alerta. É bom e interessante, inclusive, que as autoridades competentes, a exemplo do CREA, Defesa Civil, comecem a observar o que está acontecendo em determinados prédios, sobretudo em construção para ver se não comprometeu a questão mesmo das vigas, pilastras, de toda a sua estrutura, e aqueles que já estejam construídos, é interessante verificar o que foi afetado.”, destacou Luis Jorge. (Via Blog do Kiel Martins)

Reajuste do salário mínimo promove impacto de R$ 2,2 bilhões no cofres municipais

Em 2017, o valor do salário mínimo passará de R$ 880 para R$ 937, conforme estabelece o Decreto 8.948/2016, publicado no Diário Oficial da União (DOU), desta sexta-feira, 30 de dezembro.

O reajuste de 6,48% foi anunciado pelo governo na noite desta quinta-feira, e promoverá impacto de R$ 2,219 bilhões nos cofres municipais.

Levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra esses números.

O novo valor é R$ 8,80 menor do que a cifra aprovada pelo Congresso Nacional na proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2017 – R$ 945,80.

Segundo o governo, o reajuste do mínimo injetará R$ 38,6 bilhões na massa salarial dos brasileiros, a partir da próxima semana, o que representa 0,62% do Produto Interno Bruto (PIB).

Conforme indica a CNM, o salário mínimo cumpre a função de ser base para o piso salarial nacional e para o piso da aposentadoria e dos demais benefícios sociais.

Uma vez que a maior parte dos servidores públicos, aposentados e beneficiários estão vinculados a gestão municipal, este aumento de R$ 57 – em relação ao pago em 2016 – promove impacto devastador nas finanças municipais. “São mais de três milhões de funcionários com remuneração vinculada ao salário mínimo, nos 5.568 Municípios brasileiros”, aponta a CNM.

Desde 2003, a política de valorização do mínimo já acumula um impacto de R$ 27,113 bilhões na folha municipal, aponta o levantamento da entidade municipalista. Isso, sem contar com o reflexo causado no porcentual de despesas com gasto de pessoal das Prefeituras. (Via Blog do Luis Cardoso)

Ao ser diplomado o vereador Cézar Bombeiro reiterou luta em defesa dos interesses coletivos do povo de São Luís

sem-titulo

O vereador Cézar Bombeiro (PSD), bastante emocionado depois de ser diplomado, em solenidade realizada no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, voltou a reiterar o seu compromisso de luta em defesa dos interesses da população de São Luís. O único acordo que fiz para chegar ao legislativo foi com diversos segmentos comunitários, com quem tenho o dever de lutar pelas suas aspirações coletivas.

A missão no legislativo municipal é para somar com os demais vereadores para a realização de um trabalho sério e digno e que possamos somar esforços para atender os direitos constitucionais da população, principalmente nos aspectos do saneamento básico, do transporte coletivo, da saúde e da educação, bastante precários em nossa capital. Não prego desentendimentos, mas a luta que defendo é a da soma de esforços para que as coisas aconteçam, em todos segmentos dos serviços públicos que acabei de citar, afirmou Cézar Bombeiro. À solenidade de diplomação, o vereador se fez acompanhar da sua esposa Débora, os filhos Cézar e Vitor e os irmãos Cleinaldo, Claudiene e Sérgio. (Blog do Aldir Dantas)

SINTSEP ingressa com mandato de segurança para garantir recesso aos servidores da saúde

O presidente do SINTSEP, Cleinaldo Lopes diz que o posicionamento da entidade de classe é pelos princípios da igualdade e dos direitos.

O presidente do SINTSEP, Cleinaldo Lopes diz que o posicionamento da entidade de classe é pelos princípios da igualdade e dos direitos.

Pela primeira vez na história da gestão administrativa do Maranhão, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) está querendo tirar dos servidores plantonistas lotados nas unidades hospitalares o direito ao recesso funcional de Natal e Ano Novo. Para evitar que tal arbitrariedade se concretize, o SINTSEP ingressou com um mandado de segurança solicitando que o gestor da pasta, Carlos Lula, baixe uma portaria para garantir aos funcionários o direito ao recesso.

Vale ressaltar que, assim como o período de 30 dias de férias gozadas pelo servidor não interfere na continuidade do serviço, o revezamento das atividades também não prejudicará o seu andamento. É importante salientar que existe um quadro de funcionários que compreende efetivos, contratados e terceirizados e, portanto, há na SES um número suficiente de servidores para suprir eventuais carências, registra Cleinaldo Lopes, presidente do Sintsep.

Todos os servidores públicos têm direito ao período de recesso, ficando a cargo do chefe imediato apenas a elaboração e adequação da escala de plantão para dar cumprimento ao decreto governamental, afirmou o presidente do Sindicato. (Blog do Aldir Dantas)