Seria a Curacanga? Bola de fogo persegue motoqueiro no Maranhão e policiais ainda avistaram o fenômeno

Por volta das 4h da madrugada de hoje, um motoqueiro de nome Rivelino chegou aflito no destacamento da PM de Presidente Médici e com um semblante de medo e desespero. Ele disse que, numa estrada vicinal, estava sendo perseguido por uma bola de fogo. Os policiais foram até ao local e ainda olharam a bola flutuando e se afastando.

Rivelino contou que, a princípio, imaginou que eram assaltantes em uma moto, mas logo depois percebeu que era mesmo uma bola enorme de fogo na estrada vicinal que liga o povoado Nova Esperança à BR 316. Quando mais ele acelerava a moto, mas a bola ia se aproximando.

Após ouvirem o relato, o sargento Joan e o soldado Amilson foram até a estrada e olharam a bola a 1km de distância flutuando em meio aos pastos das fazendas e quanto mais eles tentaram se aproximar, mais a bola ia se distanciando e diminuindo de tamanho. (Via luis Cardoso)

SAIBA MAIS

Curacanga: De acordo com a definição de José Jorge Leite Soares, escritor pinheirense e autor da obra intitulada “Curacanga – Crônicas”, a curacanga é uma assombração representada por uma bola de fogo que vagueia pelos campos da Baixada e que, consoante a crença popular, persegue viajantes, canoeiros e vaqueiros. Diz a lenda que quando uma mulher tem sete filhas, a última delas vira curacanga, a cabeça sai do corpo e, à noite, assume a forma de uma bola de fogo, que sai girando à toa amedrontando quem encontra. Segundo os cientistas, trata-se do fenômeno conhecido como fogo-fátuo (combustão espontânea de gases), isto é, uma reação química proveniente da queima do gás metano, que se inflama em contato com o oxigênio. O gás é produzido pela decomposição de substâncias orgânicas depositadas nos campos, como fezes de gado, animais mortos, vegetação seca etc. (Por Flávio Braga)

Assassino de músico no Rio de Janeiro é preso pela Polícia Civil do Maranhão na cidade de Viana

O músico Felipe Coutinho de Souza foi assassinado a golpes de chave de fenda durante uma briga de trânsito no dia 11 de fevereiro

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da 6ª  DRPC de Viana,  prendeu na manhã desta quarta-feira (19), no bairro Vinagre, Girlan Azevedo Cardoso, de 29 anos, em em cumprimento a mandado de prisão temporária decretada pela Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo informações da Polícia Civil do RJ, o preso seria autor do crime de homicídio que vitimou o músico Felipe Coutinho de Souza, de 32 anos, assassinado com uma chave de fenda, em razão de uma briga de trânsito. O caso teve ampla repercussão no Rio de Janeiro. 

A Polícia Civil do RJ, logo após o comunicado da prisão do assassino, parabenizou a atuação dos policiais do Maranhão.

Participaram dos levantamentos e prisão os IPCs Aristides, Ronildo, Paulo e Washington da regional de Viana. Também auxiliaram na prisão os inspetores Nunes e Paulo, ambos da Delegacia Regional de Timon.

O assassinato do músico

Felipe Coutinho de Souza, de 32 anos, integrante do grupo Zoasamba, foi assassinato na noite de sábado (11), na Mangueira, Zona Norte do Rio. Segundo a Polícia Civil, após se envolver em uma briga de trânsito na Rua Santos Melo, ao lado do Viaduto da Mangueira.

O sambista havia deixado a quadra da escola no fim da noite e manobrava seu carro quando foi fechado por um motorista de uma Kombi, que o abordou em seguida. Após a discussão, o homem atingiu Felipe no peito com uma chave de fenda e fugiu.

A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu aos ferimentos.  Felipe era filho de Rixxa, vocalista do bloco Timoneiros da Viola. (via Blog do Gilberto Lima)

Campos e Lagos Floridos

Águas baixando e o lago vai dando lugar aos campos floridos da Baixada Maranhense.

Vão-se as águas com a sua fartura, chegam os Campos Floridos com a sua beleza e depois… bem, depois vem a terra esturricado com a pobreza de sempre.

Até quando a Baixada vai ter que esperar para nossos governantes se convencerem da necessidade de proteger os nossos lagos?

(Alexandre Abreu)

Governo entregará mais quatro escolas reformadas e construídas nesta semana

Em continuidade ao cronograma de entrega de prédios escolares construídos, reformados e revitalizados, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) entregará nessa semana mais quatro unidades escolares nos municípios de Jenipapo dos Vieiras, João Lisboa e Buriticupu.

Município de Turiaçu foi contemplado com nova unidade escolar

No município de Jenipapo dos Vieiras será entregue, na quinta-feira (20), o Centro de Ensino Professor Galeno Edgar Brandes – Anexo III. A escola dotada de seis salas de aula, secretaria, sala de professor, biblioteca, laboratório de informática, entre outros espaços. O investimento no valor de R$ 843.195, 30, recursos oriundos do Governo Federal/FNDE e Tesouro Estadual, vai beneficiar a mais de 700 alunos do Ensino Médio.

No município de João Lisboa (bairro mutirão), na sexta-feira (21), será entregue o Centro de Ensino Rio Amazonas – Anexo I, uma das tantas escolas que estavam inacabadas e agora estão sendo concluídas e entregues para as respectivas comunidades escolares.  A escola dotada de seis salas de aula, secretaria, sala de professor, biblioteca, laboratório de informática, entre outros espaços. Um investimento de R$ 919.685,58 com recursos do Tesouro Estadual e Governo Federal, a escola vai atender 700 alunos.

São Vicenter Ferrer ganhou uma nova unidade escolar

Em Buriticupu serão entregues, também na sexta-feira (21), duas escolas construídas por meio do Programa Escola Digna. A primeira é a Escola Municipal Cikelandia, no Assentamento de Cikelandia, beneficiando a 76 alunos. A segunda será a ‘Escola Municipal Amaro Alves’, no Assentamento Vila Parafuso, que beneficiará 74 alunos oriundos de 40 famílias da comunidade.

Os novos prédios, que serão entregues totalmente mobiliados, substituem antigas estruturas de taipa e palha, onde as crianças não tinham as mínimas condições para um bom estudo. Cada uma das escolas tem duas salas de aula, sala de professor, secretaria, banheiros adaptados, espaços para hortas escolares e demais espaços necessários para o bom funcionamento do processo de ensino e aprendizagem.

Além disso, por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Secretaria de Estado da Saúde (SEDES), em cada uma das escolas a serem inauguradas em Buriticupu, foi construído um poço artesiano e instalada rede de distribuição de água para todas as casas da comunidade onde a escola está inserida. O investimento para a construção destas duas escolas foi na ordem de R$ 776 mil.

Recorde de entregas

Com estas novas escolas a serem inauguradas, o governo do Maranhão chega a marca histórica de 24 escolas, entre reformadas e construídas, entregues à comunidade escolar, em menos de dois meses. São benefícios que chegam a mais 6,5 mil alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, em 21 municípios de diferentes regiões do estado.

Maior investimento em Educação

Nos últimos dois anos o Governo do Maranhão investiu mais de R$ 800 milhões em todo o programa de reestruturação da educação no estado. Entre as melhorias, estão as reformas e manutenção de prédios escolares, a ampliação da rede de escolas de educação em tempo integral, a construção de escolas dignas e a valorização dos professores.

Até o fim desse semestre, o governo chegará a marca de 574 prédios escolares reformados e revitalizados em dois anos, beneficiando mais de 300 mil estudantes em 199 municípios. Além disso, até o fim deste ano serão entregues 100 escolas dignas em 81 municípios atendendo a mais de 1000 alunos.

Fórum de Defesa das Carreiras define nova agenda de mobilização

Em reunião nesta terça-feira (18), o Fórum de Defesa das Carreiras do Poder Executivo definiu a agenda de atividades a serem executadas, nos próximos dias, como parte da campanha salarial. No dia 15 de maio, o Fórum realizará o seu segundo seminário, no auditório da OAB, às 14h, para debater, entre outros pontos, a proposta dos pré-candidatos ao Governo do Maranhão em relação à política salarial dos servidores públicos do Estado.

Para a ocasião, o Fórum convidará agentes políticos que já estejam se projetando como futuros pré-candidatos ao comando do Executivo, incluindo o governador Flávio Dino, candidato à reeleição. Durante o evento também serão discutidos temas como a profissionalização do serviço público estadual; a realização de concursos públicos; a criação da data-base; e a implantação da Mesa de Negociação Permanente.

O Fórum de Defesa das Carreiras também fará panfletagem na tradicional Festa das Mães promovida pelo SINTSEP, no dia 7 de maio, conclamando os servidores e servidoras a participarem desse grande debate.

Durante a reunião ficou deliberado, ainda, que o Fórum reenviará ofícios todos os meses, até que o Governo do Estado receba a entidade, solicitando uma audiência com o governador Flávio Dino para tratar das demandas do serviço público do Maranhão.

Fonte: Sintsep-MA

Produção de pescados recebe incentivos e fica mais profissional no Maranhão

O apoio às atividades de pesca artesanal nos municípios mais pobres também é prioridade do governo. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Os pescados que chegam à mesa do maranhense nesta Semana Santa passam por uma cadeia produtiva que vem sendo cada vez mais incentivada no Estado. A aquicultura recebe prioridade do Governo do Maranhão por causa da importância para o desenvolvimento econômico, segurança alimentar e turismo. O foco é na ampliação dos mercados para os produtores locais e apoio aos produtores artesanais.

A aquicultura é uma das dez cadeias produtivas prioritárias do Programa ‘Mais Produção’, que investe R$ 62 milhões em 117 projetos.Produtores de 175 propriedades em 19 municípios maranhenses aprimoram formas de manejo e melhorias na produção com novas tecnologias. Isso melhora o aproveitamento nos tanques escavados e tanques de rede, duas formas de criar peixes bastante difundidas no Maranhão.

“Promovemos essa parceria porque já temos uma metodologia desenvolvida que garante tanto assistência técnica, quanto gestão. Queremos que o nosso produtor seja também um empreendedor, um gestor do negócio, para garantir rentabilidade e ampliação da produção”, diz o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser.

Após etapa inicial de investimentos na produção, o governo focará em medidas para criar entrepostos e investimentos tanto na criação de agroindústrias públicas de menor porte, quanto no incentivo para implantação de agroindústrias privadas, com apoio às cooperativas e associações.

A criação do Agropolo do Rio Balsas também garante apoio à cooperativa da região com assistência técnica.  A abundância de água e de terras próprias para a produção, bem como o ambiente favorável à piscicultura, tornam a cidade uma das maiores exportadoras de peixe do estado, abastecendo dezenas de municípios, com média de 1,5 milhão de toneladas produzidas por ano.

Apoio nos municípios do Plano Mais IDH

O apoio às atividades de pesca artesanal nos municípios mais pobres também é prioridade do governo, com incentivo à produção em 12 dos 30 municípios que estão dentro do Plano Mais IDH e possuem vocação para a atividade.

“Estamos visitando os doze municípios do Mais IDH com vocação para a psicultura, levando equipamentos de pesca e organizando melhor as embarcações com recursos do Fundo de Combate à Pobreza”, afirma Márcio Honaiser.

Os municípios que recebem apoio à psicultura são: Arari, Bela Vista, Cantanhede, Igarapé do Meio, Itapecuru Mirim, Matinha, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Santa Rita, São Mateus, Vitória do Mearim, Humberto de Campos, Icatu, Primeira Cruz, Estreito, Joselândia, Magalhães de Almeida, Monção, Pindaré Mirim e Tuntum.

Ostras e Sururu

Com apoio de universidades e organismos do setor, o governo do Maranhão também está garantindo a expansão da produção de ostras em mesas fixas, em Humberto de Campos e Sururu, na Baixada Maranhense, e em municípios próximos à região.

A ideia é ampliar a participação do Maranhão no mercado, impulsionando as regiões com vocação para a produção. Um dos critérios é a certificação sanitária. A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) promoveu a inspeção das instalações e garantiu a comercialização das primeiras 600 dúzias de ostras em Humberto de Campos.

Já nos municípios da Baixada Maranhense, o esforço é garantir a produção em escala comercial do sururu, um molusco tradicional da culinária maranhense ainda produzido em escala artesanal.

“Além do complemento da renda para marisqueiros, nós trabalhamos para que haja comercialização do produto”, diz Honaiser. “O Governo prioriza a produção com as ações da Secretaria de Agricultura Familiar e nós pensamos também no potencial para abastecimento dos mercados, disputando com os grandes produtores, já que temos potencial enorme nesse setor, com logística portuária excelente.”

Viana recebe ambulância do Governo do Estado

O governador Flavio Dino realizará, na manhã desta segunda-feira (17), a entrega de mais uma remessa de ambulâncias que deverão reforçar o atendimento da saúde em municípios do Maranhão. Na solenidade, que acontece às 15h30, no Palácio dos Leões, serão mais nove cidades contempladas. Com a disponibilização das ambulâncias, o objetivo do Governo do Estado é contribuir com a reorganização dos serviços municipal de saúde.

Ao todo já são 43 ambulâncias entregues, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), às Prefeituras. Esta é mais uma parceria entre a gestão Estadual e municipal que vem gerando bons frutos, segundo afirma o secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula. “O objetivo do Governo do Estado é ampliar o acesso da população aos serviços públicos de saúde. Com as ambulâncias, os municípios têm condições de transportar os pacientes para o atendimento em unidades adequadas, e, assim, salvar vidas. Essa é uma parceria que tem contribuído para a reorganização de toda a rede de saúde no estado do Maranhão”, enfatizou o secretário de saúde, Carlos Lula.

Agora, serão beneficiadas as cidades de VIANA, Porto Rico, Duque Bacelar, Cândido Mendes, Itapecerica, Carutapera, Codó, São João dos Patos e uma ambulância será entregue ao Hospital Carlos Macieira, na capital. Ao perceber que essa era uma demanda constantes nos municípios, o governador Flavio Dino traçou como meta A entrega dos veículos a todas as 217 prefeituras do estado.

Com investimento de R$ 160 mil por cada unidade entregue, o equipamento pode ser utilizado como unidade básica ou Unidade de Suporte Avançado (USA). E dispõem de estrutura adequada para o transporte de pacientes e contam com duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio.

Municípios contemplados

Também já foram contempladas com as ambulâncias as prefeituras de Colinas, Barreirinhas, Peritoró, Presidente Dutra, Raposa, Alto Parnaíba, Arame, Benedito Leite, Bom Jesus das Selvas, Central do Maranhão, Governador Nunes Freire, Matinha, Fortaleza dos Nogueiras, Santa Luzia do Tide, Senador La Roque, Tasso Fragoso, Tutóia, Penalva, Santa Luzia do Paruá, Paço do Lumiar, Bom Jardim, Buriti Bravo, Coelho Neto, Formosa da Serra Negra, Paraibano, Presidente Vargas, Santa Inês, Turiaçu, Pedreiras, Mirinzal, São João Batista, São Benedito do Rio Preto, Pio XII e Mirador.