PF faz busca e apreensão em condomínio de luxo de São Luís onde moram políticos

Duas viaturas amanheceram hoje na porta do Condomínio Catamarã, que fica na Ponta do Farol, ao lado do Hotel Luzeiros. Além de 60 agentes da PF, membros da Controladoria Geral da União que deflagraram uma nova operação denominada Abscôndito e Voadores, seguimento das operações  Sermão aos Peixes. Uma outra operação, relativa a falsificação de documentos do INSS, também está sendo feita em São Luís.

image

Ate agora não se tem nomes de pessoas (empresários ou políticos) que serão conduzidas para a sede da PF, mas existem informações de que serão 3 prisões preventivas, 12 de condução coercitiva e 17 de busca e apreensão, além do bloqueio judicial de bens a apreensão e sequestro de uma aeronave. Um dos dirigentes do Instituto de Cidadania e Natureza (ICN) mora no local.

As ações estão ocorrendo em São Luís, Imperatriz, Araguaína, Palmas e Arenópolis, estas últimas no Tocantins.

A segunda fase denominada Operação Abscôndito, as investigações identificaram que o grupo criminoso agiu no sentido de destruir e ocultar provas, incluindo a venda suspeita de uma aeronave. A outra fase da operação , Voadores, apurou o desvio de cerca de R$ 36 milhões de reais através do desconto de cheques e posterior depósito nas contas de pessoas físicas e jurídicas vinculadas aos envolvidos, incluindo o saque de contas de Hospitais.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de embaraço à investigação foi denominada Abscôndito que significa “escondido”, em alusão à ocultação e destruição de provas.

Uma aeronave foi apreendida em Imperatriz que fora escondida no início da operação Sermão aos Peixes, que investigou desvio de recursos da Saúde pública do Maranhão, como mostra a foto abaixo:

Aguardem novas informações.

image

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *