Viana – O povo escolheu Barrabás

Centenas de leitores/internautas solicitaram uma breve análise do pleito vianense.

compra-de-voto

O título acima é simbólico, não pelo teor religioso do conhecido personagem bíblico (que todos conhecem a história), mas para dar-se-á uma conotação ao modo como ocorreu o conturbado pleito vianense, vencido pelo tucano Magrado Barros.

Ok, não foi bem uma eleição. Foi um massacre! Ou um complô orquestrado em todas as esferas.

Centenas de crimes eleitorais praticados a luz do dia, aos olhos da Justiça que não pôde, ou não quis agir como era da sua obrigação.

Este editor flagrou dezenas de compras de votos e prática de boca de urna em várias sessões, na Sede e na Zona Rural, aos olhos do aparato policial, que nos pareceu bastante convivente com as práticas criminosas por parte do grupo de oposição que distribuía notas de cem reais como se estivesse distribuindo santinhos, tamanha a abundância do dinheiro sujo obtido por meio de agiotagem.

Que todos saibam que a Prefeitura de Viana está penhorada com vários agiotas, inclusive um muito conhecido de Santa Inês.

Portanto, não foi uma vitória do candidato tucano. Foi um protesto do povo vianense, da mesma forma como elegeram “Naná do Ovo” – candidato humilde, sem escolaridade, mas que recebeu “ajudazinha” de mais de 800 votos de um eleitorado sem compromisso e falta de crença nos candidatos a vereador da Cidade dos Lagos.

O vencedor é tão patético e folclórico que as suas caminhadas se assemelhavam ao desfile do bloco “AS CATRAIAS” – tamanhas as bizarrices e breguices apresentadas.

Aqui, palmas para esse eleitorado que gosta mesmo é de pão e circo: festas de reggae, forró e cachaça de graça. Fazer o quê!

De todo modo, está consumado e talvez não apareça nenhum advogado aloprado para, em nome dos derrotados, judicializar o resultados das urnas como aconteceu no pleito de 2012, quando Magrado não aceitou a derrota, e perseguiu e persegue o gestor Chico Gomes até os dias de hoje. O Blog Vianensidades deseja que se realize tudo (sabe-se lá o quê), do que foi prometido nos palanques.

RECADINHO DO CORAÇÃO

Para aquele troglodita, que se esgoelava igual um doido, em cima de um trio, que fez questão de passar em frente à residência dos pais deste editor, e insuflou uma turma de marginais, bêbados e drogados (eleitorado básico de Magrado), para apedrejar o local sagrado de um casal de idosos. Tenho minhas dúvidas se como o passado negro do sujeito forasteiro, que é acusado de pedofilia e espancamento de mulheres, fugiu pra Viana e se escondeu atrás da Bíblia – se ainda tem pais (idosos ou não), se merece tê-los ou não.

De todo modo, talvez por sua fidelidade canina a fazer tudo o que lhe é mandado, principalmente o serviço sujo, como prêmio de consolação, talvez ganhe um caco cheio de ração de quinta categoria, para lamber rastejando, até a próxima eleição. Isso ele merece, e como!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *