Projeto do Cais São Luís-Alcântara é apresentado a moradores da Península

Na noite desta quinta-feira, 11, técnicos da Agência Executiva Metropolitana (AGEM) apresentaram o projeto básico e executivo do Cais Flutuante São Luís-Alcântara (Terminal Portuário da Ponta D’Areia, em São Luís, e Terminal Portuário da Independência, em Alcântara) para moradores da Península da Ponta D’Areia. A apresentação aconteceu na sede da Associação de Moradores do bairro. 

O Cais Flutuante São Luís-Alcântara é uma obra do Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana. Foi apresentado pela AGEM ao Governo do Estado, quando foi aprovado pelo governador Flávio Dino. “Estamos, agora, em fase de obtenção das licenças e de licitação para execução”, explicou o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

Segundo Lívio, a apresentação foi uma demanda dos próprios moradores, atendida prontamente, visto ser de extrema importância que todos tomem conhecimento sobre o projeto e sobre as futuras instalações e funcionamento dos terminais, sobretudo do de São Luís, que será implantado nas proximidades do Iate Clube, na Ponta D’Areia.

O presidente da AGEM conta que, visto o grande impacto social e econômico, o projeto deve ser tratado considerando-se as políticas públicas que serão necessárias para a implantação e funcionamento, como saneamento básico, mobilidade urbana, que serão incrementados, para que atendam às novas demandas que serão geradas pelo Terminal. “A comunidade deve ter bem claro que não se trata de um projeto a mais, mas de uma ação que irá trazer muitos benefícios para a área, em particular, e para São Luís e Alcântara, de maneira geral”, declarou.

Rotina

Atualmente, o Cais da Praia Grande é o único Terminal Hidroviário da capital. Conta com apenas quatro embarcações, três iates e um catamarã realizando duas viagens diariamente, com transporte de 11.935 passageiros por mês, sendo 398 por dia. Há, ainda, as embarcações do Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA), que realizam o transporte de 246 militares diariamente.

Com a implantação do Terminal Portuário na Ponta D’Areia, estima-se a realização 24 viagens por dia, com embarcações saindo a cada 1 hora. “Isso garante o transporte de 3.312 passageiros diariamente”, assegura Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

“Essas obras irão beneficiar bastante o acesso a Alcântara, visto que barcos poderão operar com maré alta ou baixa, o dia inteiro”, destacou Flávio Dino na ocasião de apresentação do projeto dos Terminais para o Governo do Estado.

O prazo de execução será de, aproximadamente, 18 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *