Governo do Estado determina obras para melhorar mobilidade em São Luís

No final do mês passado, o Governo do Estado promoveu uma reunião entre equipes estadual e da Prefeitura de São Luís. O objetivo foi debater estratégias para o trânsito e mobilidade da capital maranhense, de forma integrada e, assim, maximizar os resultados. Cada um dos órgãos e secretarias presentes saiu do encontro com tarefas a serem cumpridas, em formato de parcerias.

Uma das principais determinações da reunião foi a criação de um Plano de Mobilidade Urbana, que indicará uma série de intervenções no trânsito, para melhorar o trânsito em regiões onde há um fluxo muito intenso de veículos e pessoas, o que acaba provocando congestionamentos. “Com um trabalho integrado das gestões estadual e municipal poderemos garantir ainda mais melhorias para a população”, explicou o governador Flávio Dino.

Também foram definidas algumas responsabilidades para cada um dos órgãos Estadual e Municipal. À Agência Executiva Metropolitana (AGEM), por exemplo, foram designadas as obras de prolongamento da Avenida Jerônimo de Albuquerque (2ª etapa); a Avenida Manuel Bandeira, que faz a ligação entre os bairros Ipase e Rio Anil; uma passarela ligando o Bequimão ao Pão de Açúcar; construção de duas pontes e uma via ligando a Rua da Matança ao Alto do Santa Cruz e o levantamento de demandas de infraestrutura das zonas rurais I e II. “Estas ações serão realizadas em parceria com a Prefeitura de São Luís”, revelou o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa. 

A 2ª etapa do prolongamento da Avenida Jerônimo de Albuquerque corresponde ao trecho que vai do Angelim até as proximidades do Atacadão, que corresponde a 1,3 quilômetros. Somados aos 500 que já estão sendo construídos, trecho do Angelim, serão 1,8 quilômetros no total.

Para ligar o Ipase ao Rio Anil será feito um prolongamento da Avenida Manuel Bandeira. “O projeto será implantado onde hoje é uma estrada vicinal”, revela Lívio Corrêa.

A interligação entre os bairros Bequimão e Pão de Açúcar, por sua vez, será facilitada por uma passarela. Atualmente, uma estrutura de madeira degradada funciona como meio de passagem dos moradores da região. A nova estrutura terá 100 metros, aproximadamente, e passará pela Rua Duque de Caxias.

A ligação entre a Rua da Matança e o Alto do Santa Cruz será facilitado pela construção de duas pontes, uma com 17m e outra com 15m, além de uma via de 800 metros. Serão construídas em concreto armado e passarão pelo bairro Anil fazendo a interligação entra as ruas Matança e José de Alencar (bairro Vera Cruz).

O levantamento de demandas de infraestrutura das zonas rurais I e II, por sua vez, está em fase inicial. Cerca de 60 ruas em oito bairros já foram vistoriadas e as demandas estão sendo organizadas. “Com essas informações poderemos apresentar soluções para os problemas detectados”, explica o presidente da AGEM.

Gestão municipal

O Plano de fluidez no trânsito contará com a participação da Prefeitura no suporte para levantamento e elaboração de projetos e execução de obras em vários pontos críticos. Segundo o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, atualmente há diversos avanços na área de mobilidade urbana em São Luís com as intervenções e outras medidas de trânsito adotadas. “E com essa importante definição de uma agenda conjunta, Governo e Prefeitura, realizaremos ações integradas, que irão ampliar e promover mais melhorias e qualidade de vida para a população” destacou Edivaldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *