Dia de pânico em Viana

CACHORROHoje (16/08), foi mais um dia de pânico na Cidade dos Lagos motivado pela guerra política que já tomou conta de todos os arredores do município e, pra variar com as digitais de certo grupo de oposição.

Segundo informações colhidas pelo Blog Vianensidades, via eleitores e políticos mais velhos, essa é uma das campanhas eleitorais mais sujas e acirradas já vistas em Viana.

Como em política não existe situação sem oposição, os partidários de ambos os lados estão sempre em pé de guerra.

Mas, que está em discussão, no entanto, não é a política, seus debates, seus meandros e falta de escrúpulos que com raras exceções, permeia o íntimo dos atores que se armam de corpo e alma para entrar no ringue. São os métodos sujos, odientos e, pasmem, violentos que alguns grupos adotam para enfrentar os opositores.

946684_211975565616524_1193112556_nEm Viana, o grupo do ex-prefeito ficha suja, Rilva Luís se juntou a outro de Magrado Barros, e não fazem a menor questão de esconder que estão juntos no jogo sujo de espalhar boatos e incitar cidadãos incautos para criar fatos políticos e colocarem na mídia. Os agentes da mediação já aparecem com antecedência nas arruaças, de banho tomado e roupa engomada com câmeras e microfones para registrarem o ato patrocinado, já que o evento foi previamente organizado e agendado.

Desordem e arruaças patrocinadas em Viana
Desordem e arruaças patrocinadas em Viana

bagunça

É uma matilha raivosa, sedenta de poder e de inconformados. Já tentaram durante três anos pela via judicial penetrar na Prefeitura. Hoje tentaram pela Câmara de Vereadores. Agora também pagam pessoas necessitadas para queimarem pneus e ostentar faixas que eles sequer compreendem o significado político e a quem se dirige.

São arruaças que em nada somam para engrandecer o debate político ou informar a população sobre suas carências e necessidades para Viana continuar a crescer e se desenvolver. É o fim justificando os meios.

A população que vota e elege, assiste amedrontada e, quiçá desprotegida pela Justiça vianense, visto que no âmago dessas querelas se insurgem ameaças de morte, intimidação e insegurança. Que o Ministério Público e as Polícias fiquem de olhos bem abertos, antes que mais uma tragédia na guerra pelo poder faça vítimas e ofusque o brilho da democracia e a verdadeira vontade do povo no pleito vianense. O aviso está dado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *