‘Mais Cultura e Turismo de Férias’ começa neste final de semana em várias cidades do Maranhão

Programação Geral

Com atrações locais e nacionais de diferentes cenas musicais, espetáculos teatrais e o melhor da cultura popular maranhense começa neste fim de semana o ‘Mais Cultura e Turismo de Férias’ com programação gratuita em 12 municípios maranhenses. MPB, pop, rock, samba reggae, chorinho, bumba-meu-boi, tambor de crioula, forró além da comédia Pão com Ovo e Cia Cambalhotas estão no programa que acontece de 7 a 25 de julhocom arte e cultura para todos os gostos. O ‘Mais Cultura e Turismo’ é uma iniciativa do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), realizada com sucesso desde 2015.

Este ano, a edição do programa conta com atrações culturais durante três semanas de julho em várias cidades. Em São Luísas apresentações serão realizadas em quatro pontos da cidade. Em Barreirinhas (portal de entrada dos Lençóis Maranhenses)shows com vários artistas prometem muito agito na cidade turística. Além disso o Mais Cultura e Turismo de Férias levará espetáculos teatrais para as cidades de Estreito, Tuntum, Lagoa da Pedra, Santa Luzia, Zé Doca, Santa Helena, Araioses, Coelho Neto, Coroatá e Vargem Grande.

O secretário da Cultura e Turismo, Diego Galdino, informou que a intenção do Governo é intensificar as ações culturais em todo o estado. “Estamos ampliando a atuação do programa com a inclusão de novos espaços e cidades, diversificando a programação e melhorando a infraestrutura dos pontos turísticos. Além disso iremos expandir ainda mais a oferta de atrações com os editais de ocupação artística que levarão cultura o ano inteiro para os maranhenses”, ressaltou Diego.

Mais Cultura e Turismo de Férias São Luís

Em São Luís as apresentações serão realizadas na Praça Nauro Machado (Centro Histórico) às sextas-feiras, Praça da Lagoa da Jansen e Concha Acústica aos sábados e Espigão da Ponta D’Areia aos domingos. A programação promete atrair maranhenses e entreter turistas que curtem as férias na capital com atrações que darão continuidade aos festejos juninos, principalmente no centro histórico e Espigão Costeiro. Já a Praça da Lagoa da Jansen e a Concha Acústica vão oferecer programação voltada para o público infantil com espetáculos e atividades recreativas.

Nesta sexta-feira (7), o festejo na Praça Nauro Machado começa a partir das 18h com grupos de tambor de crioula. Na sequência tem apresentação do Boi de Morros, às 19h, e Boi de Santa Fé, às 20h. A noite encerra com show de Chiquinho do Acordeon que vai agitar a praça com muito forró.

No Espigão Costeiro da Ponta D’Areia os festejos do São João fora de época terão no domingo (9) apresentação do Boi de Nina Rodrigues, no fim da tarde, ao pôr do sol. O espaço é amplo e o público tem a oportunidade de interagir com a brincadeira num dos pontos turísticos mais bonitos de São luís.

Mais Cultura e Turismo de Férias Lençóis Maranhenses

O ‘Mais Cultura e Turismo de Férias’ em Barreirinhas terá duas grandes atrações nacionais, os cantores  Jorge Vercillo e Chico César. Durante os três finais de semana contemplados na programação, o público pode contar ainda com shows de Carlinhos Veloz, Grupo Criolina, Mano Borges, Pepê Júnior, George Gomes, grupo Lamparina, banda Raiz Tribal, Kambada do Forró, Cacuriá de Dona Teté, banda Filhos da Areia, Chorando Calado, Companhia Encantar, Tambor de Crioula Arte Nossa e grupo Tripa de Bode. A abertura e os intervalos dos shows terão os Djs Júnior Pará (7 e 8), Speto (14 e 15) e Claudinho Polary (21 e 22).

O Mais Cultura e Turismo Lençóis Maranhense será realizado sempre às sextas e aos sábados, e contará com cerca de 20 atrações. Além dos shows a programação terá aulões de ritmos e zumba todas as manhãs e tardes de sábado e manhãs de domingo. Outra atração será o passeio lancha cultural e o espaço infantil comandado pela Companhia do Imaginário, sextas e sábados, a partir das 16h.

Neste primeiro final de semana o destaque fica por conta do cantor Jorge Vercillo, que se apresenta no sábado(8), a partir das 21h. No repertório o artista trará sucessos de todas as fases da carreira, como “Ela Une Todas as Coisas”, “Monalisa”, “Talismã sem Par” além de canções inéditas do álbum mais recente, intitulado “Vida é Arte”.

Mais Cultura e Turismo Teatro

Em 10 municípios maranhenses o ‘Mais Cultura e Turismo de Férias Teatro’ marcará presença com a comédia teatral ‘Pão com Ovo’ e espetáculo ‘Sganarelle e o amor de Suzete’, da Companhia Cambalhotas. As apresentações serão em praças públicas e com acesso gratuito para toda a população.

A comédia teatral Pão com Ovo e espetáculo circense da Companhia Cambalhotas farão apresentações de forma itinerante, percorrendo os municípios de Estreito, Tuntum, Lagoa da Pedra, Santa Luzia, Zé Doca, Santa Helena, Araioses, Coelho Neto, Coroatá e Vargem Grande. (Secap-MA)

Governo do Maranhão transforma área de veraneio em Casa de Apoio Ninar

Muita emoção marcou a inauguração da Casa de Apoio Ninar na manhã desta terça-feira (4). A antiga Casa de Veraneio do Governo do Estado, lugar de festas e acessível a poucas pessoas, foi transformada em um centro de convivência para acolhimento das crianças com problemas de neurodesenvolvimento e suas famílias. A ação é mais um marco na gestão do governador Flávio Dino, que tem, desde o início do governo, investido na ampliação do acesso aos serviços públicos, especialmente na área da saúde.

“Esse espaço tem o sentido de apresentar uma política de saúde inclusiva. Destinamos, conscientemente, o metro quadrado mais caro de São Luís, que antes era usado para banquetes e festas, para atender essas crianças, mostrando o que desejamos para a vida delas, que é o que temos de melhor àqueles que precisam. Privilégios ontem, direitos hoje. Em vez de poucos, muitos. É isso que queremos ressaltar com a inauguração da Casa de Apoio Ninar”, destacou o governador Flávio Dino.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, reforçou o objetivo do projeto voltado para as crianças, que ganha força com a entrega de mais um espaço com atividades e serviços. “Estou muito emocionado por darmos a esse espaço um destino correto. Estamos, hoje, simbolicamente devolvendo esse lugar aos seus verdadeiros donos, que são os maranhenses. Não fazia sentido utilizarmos um ambiente como esse para uso de tão poucos. Com essa ação, mudamos a lógica do passado e mostramos a diferença dessa gestão no modo de ver o mundo, a política e o futuro”, destacou.

A casa foi adaptada para ser acessível aos seus usuários. O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, contou que o investimento na reestruturação do local foi realizado para atender às necessidades das crianças. “As famílias serão bem acomodadas nesses espaços onde serão prestados os atendimentos. Essas crianças merecem esse lugar com tudo o que há de melhor. Esse é um governo que cuida das pessoas e que investe em prioridades, buscando atender às necessidades da população, sobretudo daqueles que mais precisam”, afirmou.

Semanalmente, 15 famílias serão abrigadas na Casa de Apoio Ninar, onde participarão de um circuito de atividades multidisciplinares, com avaliações médica, oficinas, palestras, circuito de estimulação multidisciplinar, musicalização infantil e de adulto, arteterapia, dança, entre outras. A previsão é que 1.260 atendimentos serão realizados mensalmente, distribuídos em 1.560 horas de estímulo às crianças com problemas de neurodesenvolvimento.

Homenageada pelo empenho e dedicação para concretização do projeto, a neuropediatra e diretora clínica do Ninar, Patrícia Sousa, reforçou o objetivo do novo espaço e a importância dele na vida das crianças. “Para mim esse é um sonho realizado. Essa casa de apoio é um espaço de convivência, um ambiente planejado para, principalmente, valorizar as famílias. Queremos evitar que esse seja um espaço para se pensar na doença, mas sim para favorecer o relacionamento entre as crianças e seus familiares, fortalecendo os vínculos”, disse a neuropediatra.

Pais de crianças contempladas com a ação se emocionaram durante a solenidade de inauguração do espaço. “Todos nós estamos muito emocionados. Sabemos que muitas famílias encontrarão nesse local o apoio ideal. Muitos chegam à cidade e não têm a quem recorrer. Essa é uma iniciativa do governo que vem dar esse suporte a quem necessita”, disse Raimundo Lídio, pai de Álvaro Vidal, de um ano e seis meses.

Inicialmente, 180 crianças serão atendidas na Casa de Apoio do Ninar. O espaço conta com uma equipe com 58 profissionais capacitados para acolher as crianças. Entre eles estão pediatras, terapeutas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, enfermeiros e assistentes sociais. O projeto oferecerá, ainda, capacitação a profissionais dos municípios, a fim de torná-los aptos a atenderem as crianças na sua região. A proposta é qualificar esse atendimento também no interior do estado, para que as crianças tenham maior assistência perto de casa.

Secap (Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos)

Redes sociais e mídias tradicionais são as fontes de informação com mais influência na escolha do presidente em 2018

Uma pesquisa do IBOPE Inteligência mostra que 56% dos eleitores brasileiros afirmam que as mídias sociais têm algum grau de influência na escolha de seu candidato presidencial na próxima Ueleição, em 2018. Para 36%, as redes têm muita influência.

As mídias tradicionais aparecem em mesmo patamar das redes sociais/internet (56%). Nenhum outro meio testado pelo IBOPE Inteligência recebe mais citações, nem mesmo a família ou amigos, que sempre apareciam em primeiro lugar em pesquisas sobre as principais fontes de informação utilizadas para a tomada de decisão do voto. A maioria absoluta diz que os partidos, políticos, igrejas e artistas/celebridades não exercem nenhuma influência na escolha do candidato.

Os meios digitais exercem mais influência entre o público jovem: no eleitorado de 16 a 24 anos as mídias sociais têm 48% de “muita influência” eleitoral, contra 41% da mídia tradicional.

Conversa com amigos chega a 29% de “muita influência” para escolha do candidato a presidente, contra 27% das conversas com parentes. Movimentos sociais alcançam 28%. A seguir aparecem partidos (24%), políticos influentes (23%), líderes religiosos (21%) e artistas e celebridades somados (16%).

(Fonte: Ibope Inteligencia)

Empresa pesqueira se prepara para investir R$220 milhões no Maranhão

Reunião com Bomar Pescados definiu projeto e novas perspectivas do negócio. Foto: Divulgação

A Bomar Pescados, uma das maiores empresas especializadas em cultivo de camarão do Brasil, vai se instalar no Maranhão, com um investimento de R$ 220 milhões no estado. Em reunião com o governador Flávio Dino, no Palácio dos Leões, nesta quarta-feira, o empresário Gentil Linhares e o secretário de Agricultura Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, apresentaram o projeto e as perspectivas do novo negócio.

A empresa, que trabalha o cultivo e comércio do camarão marinho desde 2006, no Ceará, vai construir uma fazenda de cultivo de camarão de cerca de 4.100 hectares em Santa Rita, local que reuniu as condições ideais de temperatura, água e logística para o investimento. Uma vez construída, será a maior fazenda de camarão do país e terá capacidade de produção entre 500 e 600 toneladas de camarão por mês, quando em plena atividade.

A articulação entre Governo do Estado e Bomar vem sendo feita desde o final de 2016, quando o secretário Márcio Honaiser visitou as instalações da empresa, no Ceará, e mostrou o potencial do estado. “O Maranhão tem condições de superar grandes mercados e ser um dos maiores produtores de camarão do mundo. Nosso objetivo é que, com a chegada da Bomar, como empresa âncora, mais investimentos sejam atraídos para o estado no setor, em todas as etapas dessa cadeia produtiva”, explicou o secretário.

Reunião com Bomar Pescados definiu projeto e novas perspectivas do negócio. Foto: Divulgação

Segundo estudos da Associação Brasileira de Criadores de Camarão, mais de 70% das áreas propícias para a criação de camarões marinhos em ambientes salinos estão no Maranhão.

Gentil Linhares, presidente da Bomar, saiu animado da reunião com o governador. “Achei excelente a receptividade, estou muito confiante nesse projeto, que vai gerar muitos empregos e muitas divisas, e acredito que esta vai ser uma nova atividade econômica para o estado. E com o apoio do Governo do Maranhão, estou muito confiante em relação ao que precisa ser feito para termos um empreendimento que esteja de acordo com as normas legais e ambientais”, disse.

Serão gerados 1600 empregos diretos e 6400 indiretos, onde 97% da mão de obra será local, de acordo com a empresa. Além disso, a empresa trabalha com sistema de integração, incentivando a carcinicultura familiar.

A Bomar tem fatia do mercado interno nacional (no Maranhão, por exemplo, a empresa já abastece uma grande rede de supermercados e tem grande fatia de mercado no Sudeste do país), mas vai focar, neste novo empreendimento, na exportação para Europa e outros países da América, para onde já vende camarão e tilápia. A localização estratégica e a estrutura do Porto do Itaqui, que está se preparando para a movimentação de contêineres refrigerados, contribuem para corroborar essa decisão.

Ortopedia do Hospital da Baixada Maranhense realiza cirurgia inédita que corrige problema congênito em criança de 10 anos

 

Procedimento corrigiu ‘curva’ em perna do menino que tinha má formação que prejudica o movimento dos membros inferiores

Ao chegar ao Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro, a família de Crenilson Pereira dos Santos, 10 anos, não imaginava que os problemas nas duas pernas do garoto poderiam ser solucionados. Com o empenho da equipe de médicos ortopédicos, anestesistas e de enfermagem, a alegria voltou ao rosto do morador do povoado Itaputiua, zona rural de Bequimão.

Crenilson foi submetido a cirurgia de Osteotomia valgizante na perna direita, no último fim de semana. O procedimento, realizado pela primeira vez na unidade, que está sob a gestão da parceria Instituto Acqua e Secretaria de Estado de Saúde (SES), objetiva corrigir distorções angulares dos membros inferiores.

“Estou muito feliz porque meu filho vai agora fazer o que ele não fazia antes, como andar melhor. Todas as vezes que ele andava, ele sentia muita dor. Eu estou muito feliz por ele. Já estamos ansiosos para realizar a cirurgia na outra perna”, contou a dona de casa Galdilene Pereira dos Santos, 34 anos.

O pequeno Crenilson foi diagnosticado com Geno Varo bilateral de grande porte, uma má formação congênita que acomete os membros da criança limitando os movimentos das pernas.

“Além do tratamento físico realizado na criança, os ganhos sociais são ainda maiores. Ele estará mais adaptado ao convívio social, como ir à escola e sair com a família. Estamos muito confiantes e contentes pelo trabalho realizado”, explicou o médico Raimundo Fonseca, coordenador do grupo de Ortopedia do Hospital Dr. Jackson Lago.

O médico explicou que a unidade estuda a realização de outras cirurgias desta natureza. O procedimento foi realizado pelo médico Milhon Miranda. Para a realização da cirurgia, a equipe médica realizou uma avaliação, onde analisou alguns parâmetros como idade fisiológica do paciente, constituição física, integridade e suficiência muscular, grau de acometimento ou preservação de outras partes do joelho, entre outros aspectos.

Nas próximas semanas, Crenilson retornará ao Hospital Regional de Pinheiro para realizar o procedimento na perna esquerda. Durante o pós-operatório, o paciente faz uso de antibióticos. “Em 30 a 45 dias, ele estará andando normalmente e poderá utilizar já a perna direita para apoiar, enquanto a esquerda passa pelo processo de recuperação”, completou o coordenador do grupo de Ortopedia.

Além do município de Bequimão, outras 39 cidades da Baixada Maranhense das regiões de Pinheiro, Zé Doca e Viana são atendidas no Hospital Dr. Jackson Lago. Além da ortopedia, outras especialidades são ofertadas na unidade de Saúde, entre elas, clinica médica, oftalmologista, anestesia, gastroenterologia, pediatria, cardiologista, mastologia, nefrologia, otorrinolaringologia, neurologia e urologia.  Em um ano e oito meses de funcionamento foram realizadas 46.493 consultas, 5.844 cirurgias e 6.424 internações.

Morre o jornalista Jorge Bastos Moreno, colunista do GLOBO

Um dos mais respeitados repórteres de política do país sofreu edema agudo de pulmão, decorrente de complicações cardiovasculares

 POR O GLOBO

O jornalista Jorge Bastos Moreno trabalhava no GLOBO há 35 anos – Leo Martins / Agência O Globo

 

RIO – O jornalista Jorge Bastos Moreno, colunista do GLOBO, morreu à 1h desta quarta-feira, no Rio, aos 63 anos, de edema agudo de pulmão decorrente de complicações cardiovasculares. Um dos mais respeitados repórteres políticos do Brasil, Moreno nasceu em Cuiabá e viveu em Brasília desde a década de 1970. Há 10 anos morava no Rio.

Com mais de 40 anos de carreira, Moreno era dono de uma invejável agenda de fontes, que inclui os principais políticos e os grandes nomes do mundo artístico do país.

Trabalhou no jornal O GLOBO por cerca de 35 anos, onde chegou a dirigir a sucursal de Brasília. Seu primeiro grande furo de reportagem foi no “Jornal de Brasília”: a nomeação do general João Figueiredo como sucessor do general Ernesto Geisel. Foi apenas o primeiro de grandes furos, conseguidos graças à sua imensa capacidade de conquistar fontes. Sua importância era tamanha que, nos corredores do Congresso, enquanto repórteres costumavam chamar “Senador, Senador” ou “Deputado, Deputado”, em busca de uma informação, com Moreno era o contrário: ao entrar no Congresso, eram os políticos que o chamavam, “Moreno, Moreno”.

Entre tantos furos, dois se destacam. Durante o impeachment do presidente Fernando Collor, em 1992, quando a própria CPI do PC procurava uma prova cabal que ligasse o presidente aos cheques de “fantasmas” que vinham do esquema PC, foi Moreno que revelou que um Fiat Elba de propriedade do presidente tinha sido comprado pelo “fantasma” José Carlos Bonfim. Uma informação que ainda não era do conhecimento nem do relator da CPI, deputado Benito Gama, nem de seu presidente Amir Lando. A manchete do GLOBO selava o destino do presidente.

Venceu também o Prêmio Esso de Informação Econômica de 1999 com a notícia da queda do então presidente do Banco Central Gustavo Franco e a consequente desvalorização do real. Moreno teve acesso à noticia no início da madrugada, avisou aos diretores e conseguiu um feito com que todos os jornalistas sonham: parou as máquinas do jornal para que seus leitores tivessem ao acordar a notícia explosiva.

No fim da década de 1990, estreou sua coluna de sábado. O primeiro título – “Nhenhenhém” – era inspirado num desabafo do então presidente Fernando Henrique Cardoso para que os jornais “parassem de nhenhenhém” e tratassem do que ele considerava temas mais importantes. Apesar do título, a coluna nada tinha de superficial: no seu estilo irônico, publicava as notícias mais relevantes do bastidor político brasileiro. A coluna, publicada até o último sábado, passou há alguns anos a levar o nome do próprio Moreno. Mais recentemente, passou a escrever o “Cantinho do Moreno”, na coluna “Poder em jogo”, de Lydia Medeiros.

Era um apaixonado por todas as plataformas de notícia. A todo instante, abastecia também o Blog do Moreno. Desde 10 de março, comandava o talk show “Moreno no Rádio”, na CBN, às sextas-feiras à tarde. Era também o âncora do programa “Preto no Branco”, do Canal Brasil. E fazia imenso sucesso com suas participacões frequentes na GloboNews.

Também em março, Moreno lançou o livro “Ascensão e queda de Dilma Rousseff”, transformando em relato histórico aquela que talvez seja a forma mais efêmera de comunicação dos tempos digitais: as mensagens de Twitter. Em centenas de microtextos de até 140 caracteres, Moreno teceu comentários que remontam a meados de 2010, quando Dilma se preparava para sua primeira eleição à Presidência da República, e vão até agosto de 2016, mês em que a petista teve seu mandato cassado no Senado.

Moreno era também autor de “A história de Mora – a saga de Ulysses Guimarães”, lançado em 2013, após ser publicado em forma de série pelo GLOBO. O livro, que mistura realidade e ficção, traz episódios em torno da figura de Ulysses contados por um narrador especial: dona Ida Maiani de Almeida, carinhosamente apelidada de Mora.

Jornalista maranhense morre afogada

A jornalista Karen Dannielle Lima de Oliveira, de 26 anos, morreu afogada na praia do Arrombado na tarde de ontem,  sábado (27), em Luís Correia, litoral do Piauí. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima, sua irmã Brenda Marcely Oliveira Fortes, 20 anos, e o namorado de Brenda, Pablo Henrique de Araújo Arruda foram arrastados pela correnteza e socorridos por pescadores.

“O grupo estava banhando na praia, quando a maré começou a subir e os três jovens caíram numa forte correnteza. Eles começaram a se afogar e os pescadores em canoas realizaram o resgate. Infelizmente a Karen Dannielle não resistiu e veio a óbito no local, enquanto a irmã e o namorado dela foram socorridos com vida”, relatou o subtenente Edvan Corrando.

O Instituto Médico Legal (IML) de Parnaíba fez a remoção do corpo e aguarda liberação da família. Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu os dois sobreviventes e os encaminhou ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda).

Karen Dannielle formou-se em jornalismo pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e era funcionária do Banco do Brasil em Parnarama. Ela morava com a irmã Brenda Marcely Oliveira Fortes, 20 anos, no Parque União, em Timon. O sobrevivente Pablo Henrique Araújo Arruda reside na cidade de Lago da Pedra. Fonte: Site do Elias Lacerda