Municípios da Região Metropolitana da Grande São Luís são beneficiados com assinatura da Ordem de Serviços para destinação final dos resíduos sólidos urbanos

A Política Nacional de Resíduos Sólidos, sancionada em agosto de 2010, definiu as diretrizes gerais para a gestão dos resíduos. Sua regulamentação ocorreu em dezembro do mesmo ano, por meio de Decreto, e, a partir de então, todos os municípios brasileiros passaram a ter um prazo de quatro anos para erradicação dos lixões e implantação de aterros sanitários, espaços apropriados para a destinação final dos resíduos sólidos urbanos.

Em virtude das dificuldades que muitas cidades encontraram para resolver o problema dos lixões, o prazo estabelecido foi prolongado, mas também já venceu, o que aumenta a urgência pela resolução da problemática. É exatamente isso que prevê a Ordem de Serviço para disposição final em aterro sanitário dos Resíduos Sólidos Urbanos dos municípios da Região Metropolitana da Grande São Luís (RMGSL), assinado na manhã desta quarta-feira, 25, no Aterro Sanitário Titara, em Rosário. Estiveram presentes para acompanhar a assinatura os prefeitos de Morros, Sidrack Feitosa, de Cachoeira Grande, Antônio Ataíde (Tonhão), Axixá, Sônia Campos, Paço do Lumiar, Domingos Dutra, bem como os secretários Juarez Alves Sobrinho (Meio Ambiente de Icatu), João de Souza (Finanças de Icatu) e Reinaldo Carvalho (Meio Ambiente de Presidente Juscelino).

Dos 13 municípios da Região Metropolitana, São Luís, Rosário e Alcântara não serão beneficiados com este Projeto Básico. O presidente da Agência Executiva Metropolitana (Agem), Lívio Jonas Mendonça Corrêa, explica que isso decorre de São Luís ter concedido seus serviços de limpeza e manejo de resíduos sólidos por um prazo de 20 anos a uma empresa privada. “Destes, ainda restam 15 anos”, diz Lívio.

Rosário, por sua vez, está sendo contemplado com os serviços previstos como forma de compensação ambiental pela empresa Titara estar localizada em seu município. Alcântara, devido à localização, demanda por uma solução específica. “São José de Ribamar e Raposa, por sua vez, também já possuem contrato com a Titara, daí celebramos convênios com estes dois municípios para o repasse dos recursos financeiros”, explica o presidente.

Conquistas

Segundo Lívio Corrêa, a assinatura do Termo de Contrato entre Agência Executiva Metropolitana e Central de Gerenciamento Ambiental Titara S.A., bem como a Ordem de Serviço para Disposição Final dos Resíduos Sólidos Urbanos da Região Metropolitana da Grande São Luís, são marcos históricos, pois atendem a demandas antigas da RMGSL. “O problema dos lixões é algo que atinge todo o Brasil e sempre se configuraram como um problema de difícil solução. Agora podemos afirmar que estamos a caminho de sanar esta questão”, afirmou Lívio Corrêa.

Serviços

Atualmente, o manejo dos resíduos sólidos urbanos realizado por cada município é concluído com o descarte em lixões. Com o Projeto Básico de Disposição Final dos Resíduos Sólidos Urbanos da Região Metropolitana da Grande São Luís, os lixões serão substituídos pelo Aterro de Titara. O presidente da Agem destacou que a partir da próxima segunda-feira, 30, os municípios beneficiados, a saber, Morros, Bacabeira, Axixá, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande, Icatu, Santa Rita e Paço do Lumiar, já poderão levar os resíduos sólidos para a Titara. “Para isso, basta que façam o cadastro junto à empresa, o que pode ser feito até sexta-feira, 27”, finaliza Lívio Corrêa.

Saiba quem merece uma explicação, quem merece uma resposta e quem não merece nada de você

Quem nos ama e caminha junto nos conhecerá, saberá quem somos, ou seja, não ficará cobrando além da conta, pois confiará em nós.

Marcelo Camargo via Obvius

Se prestarmos atenção, perdemos tempos preciosos de nossa vida, dando atenção às pessoas erradas, mas que poderiam ser desfrutados de maneira gostosa e feliz. Acabamos nos importando com quem não gosta de nós, com quem nos fere, com quem não consegue trazer nada de bom ou enxergar o nosso melhor. Assim, o tempo que nos resta junto a quem nos ama com verdade acaba prejudicado.

Existem pessoas que deveremos prezar, a quem deveremos responder, dar explicações, ou até mesmo satisfações. Nossos superiores no trabalho, nossos amigos verdadeiros, nosso parceiro de vida, nossos pais, todos fazem parte de uma parte importante de nossas vidas e sua preocupação conosco não é vazia. Na verdade, vivemos em sociedade e, portanto, não conseguiremos agir sempre como quisermos, sem olhar à nossa volta, ou poderemos ultrapassar a dignidade alheia.

Mesmo assim, ainda que existam pessoas que merecerão uma atenção mais cuidadosa de nossa parte, será necessário que nos resguardemos, um pouco, também delas, afinal, tudo tem um limite, seja no amor, na amizade, na família, seja no trabalho. Mantermos nossa individualidade nos evitará contratempos inclusive com as pessoas que gostam de nós, pois, mesmo entre elas, talvez haja alguém que possa ultrapassar o tanto que permitimos nos abrir.

Fato é que não podemos nos justificar e nos explicar demais a indivíduos que sempre questionarão o comportamento alheio, uma vez que não se enxergam, pensam ser superiores a todos, apontando o dedo a quem estiver ao seu lado. Irão questionar tudo o que você disser, criticar tudo o que você fizer, diminuir qualquer coisa que se relacione à sua vida. Será inútil tentar mudar o ponto de vista deles, será extenuante, uma vez que jamais conseguiremos nos rebaixar ao nível deles.

Na verdade, quem nos ama e caminha junto de fato nos conhecerá, saberá quem somos, ou seja, não ficará cobrando além da conta, pois confiará em nós. Quem muito questiona, critica e aponta dedos é alguém que nunca nos conheceu verdadeiramente, tampouco conhecerá, portanto, não vale a pena perder um segundo do dia pensando sobre esse tipo de gente. Cada minuto de nossas vidas é precioso e deve ser muito bem aproveitado, para que não cheguemos ao fim do dia com a péssima sensação de que só houve tempo perdido.

Maranhão supera a meta de vacinação estabelecida pelo Ministério da Saúde

Mais de 93% do público alvo foi vacinado, o que representa 3% a mais do que é estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Por G1 MA, São Luís

Mais de 1,3 milhão de doses foram aplicadas no Maranhão. (Foto: Divulgação/A. Baêta)

O Maranhão superou a meta da Campanha de Vacinação Nacional contra a Influenza que é estabelecida pelo Ministério da Saúde. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) 93,01% do público alvo foi vacinado, número que representa 3,01% a mais do que é estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Mais de 1,3 milhão de doses foram aplicadas. O estado ocupa a sétima posição no ranking nacional de imunização e apenas 13 estados atingiram a meta da campanha. Ao todo, 192 municípios maranhenses superaram a meta de 90% de cobertura vacinal. Cinco municípios vacinaram acima do público previsto, dentre eles Afonso Cunha com 123,74% de imunização, São Domingos do Maranhão com 114,28%, Brejo de Areia com 114,18% e São Roberto com 113,76%.

Desde essa segunda-feira (25), caso haja disponibilidade de vacinas nos municípios maranhenses, a imunização poderá ser realizada em crianças de cinco a nove anos de idade, adultos de 50 a 59 e em grupos prioritários. A Campanha Nacional de Vacinação teve início no dia 23 de abril e foi encerrada na última sexta-feira (22).

A campanha visa reduzir as complicações e mortes decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo para a vacinação. A vacina aplicada é a trivalente, protege contra os vírus da influenza A (H1NI), A (H3N2) e B.

Viana – um exemplo a ser seguido

Empresário Júnior Viana Feliz restabelece fornecimento de água ao Povoado Caru

Empresário Junior Viana, (ao centro, de camisa listrada), acompanhado de colaboradores e operários, observa o funcionamento do poço artesiano com a nova bomba

Viana – Buscando levar alivio para os moradores do Povoado Caru, Zona Rural de Viana, que sofrem com os problemas causados pela falta d´água devido à quebra da bomba do poço artesiano, o jovem empresário Júnior Viana usou de recursos próprios e adquiriu uma bomba nova, com vazão de 10 mil litros por hora, que vai atender centenas de famílias.

Segundo o empresário que atendeu a solicitação da comunidade, essas ações de solidariedade são agradecimentos ao povo vianense que o acolheu na cidade, acreditou no Viana Feliz e que agora quer compartilhar o sucesso das premiações que fazem a alegria semanal da população.

Júnior Viana enfatizou que sua atitude no Povoado Caru não se trata de uma gestão paralela com a prefeitura, e sim dar a sua parcela de contribuição à cidade que o abraçou, fazendo-o sentir-se mais do que um filho da terra. “Infelizmente, temos a cultura de esperar que a prefeitura resolva todos os problemas do município, e nós empresários, que temos os nossos rendimentos adquiridos na cidade, às vezes esquecemos que também temos a obrigação de dar a nossa colaboração.”, declarou.

A quebradeira de coco, Josefa Muniz, 45, ficou muito feliz com a reinauguração do poço artesiao do Caru. “Nós acordamos cedo, precisamos trabalhar e não temos mais condições de carregar água na cabeça desses poços que ficam longe da nossa casa, por isso quero agradecer esse amigo Júnior Viana, que veio aqui olhar o nosso sofrimento e nos ajudar”,  concluiu.  

O empresário, em conversa com o Blog Vianensidades, afirmou que vai continuar realizando ações para levar alegria aos vianenses, seja em datas comemorativas ou em casos de necessidade das comunidades, com o espírito público indiferente da política, mas, com o olhar voltado para uma Cidade dos Lagos melhor e mais feliz.  

Viana – Moradora faz apelo desesperado por ajuda: “a minha casa está quase caindo em cima da minha família”

Viana – A Desigualdade Social no Brasil é um problema que afeta grande parte da população brasileira, e, embora nos últimos anos ela tenha diminuído muitas famílias ainda padecem diante da exclusão de moradias e acesso ao mínimo básico para sobreviver.

Em Viana, a moradora Raimunda Serra, mãe de 4 filhas menores, desempregada, se encaixa nesse perfil de brasileiros que necessitam do assistencialismo do poder público.

A dona de casa, que é moradora do bairro Campo Novo, um dos mais pobres e vulneráveis do município, num ato de quase desespero, recorreu as redes sociais para revelar a sua situação de pobreza e abandono, e apelar ao poder público, ao empresariado ou a alguma alma caridosa que se compadeça da sua situação, pois a sua humilde residência – de taipa, coberta com telhas de amianto -, apresenta rachaduras, não possui móveis, tampouco eletrodomésticos.

O Blog Vianensidades apurou que a Secretaria de Assistência Social do Município, cuja secretária, Rivalgênia Moraes, filha da vice-prefeita, Lucimar Gonçalves, dispõe no momento de R$ 250.000,00 (Duzentos e cinquenta mil reais em caixa), em sua conta vinculada ao Fundo Municipal de Assistência Social, recursos oriundos do Bloco de Proteção Básica, do Governo Federal, que tem objetivo socorrer e amparar as famílias em situação de vulnerabilidade social. (Veja gráfico abaixo).

 

Alguns grupos de WatsApp já estão em campanha para revelar essas e outras situações de famílias vianenses, que sofrem com o descaso e o abandono dos seus bairros, na infraestrutura, falta de água, acesso a saúde e educação, e também necessitam da presença  dos órgãos públicos para combater essas desigualdades, pois suas únicas fontes de renda advém de programas sociais como o Bolsa Família, insuficientes para custear as despesas e levar uma vida digna.

Se alguém puder dar qualquer ajuda a Aparecida e seus filhos, favor entrar em contato com os telefones: 987497443 ou 984542491.

O que é

A assistência social é uma política pública, dever do Estado e direito de todo cidadão que dela necessitar. Foi instituída no Brasil pela Constituição Federal de 1988 e, em 7 de dezembro de 1993, foi criada a Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), um passo muito importante para a política pública da assistência social no país. Esta lei faz parte do tripé da Seguridade Social (Saúde, Previdência e Assistência Social), que é um conjunto de medidas que buscam a proteção social dos cidadãos. Com a Loas, o Governo passa a instituir um orçamento para financiar programas, projetos, serviços e benefícios voltados a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Desigualdade Social no Brasil

As regiões mais afetadas pelos problemas sociais são o Norte e o Nordeste do país, os quais apresentam os piores IDH’s (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil.

Resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-2011) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apontam a diminuição da pobreza e, consequentemente, da desigualdade social.

Assim, nos últimos anos 28 milhões de brasileiros saíram da pobreza absoluta e 36 milhões entraram na classe média.

Entretanto, estima-se que 16 milhões de pessoas ainda permanecem na pobreza extrema.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), as transferências do Programa Bolsa Família são responsáveis por 13% da redução da desigualdade no país.

Causas e Consequências

Embora o Brasil esteja entre os dez países com o PIB mais alto, é o oitavo país com o maior índice de desigualdade social e econômica do mundo.

Segundo relatório de ONU (2010) as principais causas da desigualdade social são: Falta de acesso à educação de qualidade; Política fiscal injusta; Baixos salários; Dificuldade de acesso aos serviços básicos: saúde, transporte público e saneamento básico.

Decorrente, essencialmente, da má distribuição de renda, as consequências da desigualdade social no Brasil são observadas pela: favelização; pobreza; miséria; desemprego; desnutrição; marginalização; violência.

Estudiosos propõem soluções para o problema, dentre eles: aliar democracia com eficiência econômica e justiça social.

(Com informações do Portal Toda Matéria)

Polícia prende suspeitos em duas cidades no Maranhão em operação contra a pornografia infantil

Operação nacional “Operação Luz na Infância 2” foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (17). Polícia Civil agiu em São Luís e Imperatriz.

arquivo

Por G1 Maranhão, São Luís, MA

No combate aos crimes de pornografia infantil, a Polícia Civil do Maranhão prendeu dois suspeitos em flagrante de 24 e 34 anos. Um foi preso em São Luís, enquanto outro foi capturado em Imperatriz. Além das prisões, os policiais cumpriram também dois mandados de busca e apreensão nas duas cidades. As ações fazem parte da “Operação Luz na Infância 2”, deflagrada nesta quinta-feira (17), em todo país. A força-tarefa é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP).

A Polícia Civil do Maranhão ainda vai divulgar balanço final da operação, que é coordenada no Maranhão pelo delegado Odilardo Muniz, titular do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Veja o número de presos em todo país.

Os dois suspeitos poderão pagar fiança e responder pelo crime de pornografia infantil pois segundo a polícia, eles apenas armazenavam o conteúdo e não chegaram a compartilhar com outros usuários na internet.

“É um crime [pornografia] em que a pessoa pode ser presa em flagrante. Qualquer pessoa que tenha fotos ou imagens de menores no celular ou computador em posições de sexo é considerado um delito. Mas em ambiente virtual o primeiro passo é você sair dele e ir para o ambiente real por curiosidade e aí vai aumentando essa curiosidade até chegar um ponto de ir para o real e atingir as crianças”, explica Odilard Muniz, delegado da Polícia Civil.

A investigação foi coordenada pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Dint/Senasp/MESP) e pelo Departamento de Combate ao Crime Tecnológico (DCCT/SEIC-MA). Depois, cada Polícia Civil ficou responsável pela instauração dos inquéritos e pedidos à justiça local dos mandados.

Os dois suspeitos poderão pagar fiança e responder pelo crime de pornografia infantil pois segundo a polícia, eles apenas armazenavam o conteúdo e não chegaram a compartilhar com outros usuários na internet.

Esta é a segunda fase de uma operação iniciada no dia 20 de outubro de 2017, quando 157 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em todo país. Um vasto material como computadores e arquivos digitais foram apreendidos. À época, 112 pessoas foram presas.

Pedofilia é doença

A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos – do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade.

O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”