Os 83 anos de “Zé de Lelis”

A sociedade vianense comemora e abraça o estimado pecuarista José dos Prazeres Mafra, conhecido carinhosamente como Zé de Lelis, que completa hoje 83 anos bem vividos.

Filho de Lelis Catolino Mafra e Joana Evangelista dos Prazeres Mafra, nasceu na região dos campos vianenses, em 11 de outubro de 1935.

 Zé de Lelis casou-se com Dulce de Araújo Mafra (in memorian) e é pai de 6 filhos: filhos (Leila, Leda, Lélia, Zequinha, Tatiana e João Neto), 09 netos, e 01 bisneto.

Foi também, vice-prefeito de Matinha, na gestão do ex-prefeito Pixuta, nos anos 80.

É avô do boa praça Marcelyo Mafra ex-coordenador da SEDUC municipal.

O Blog Vianensidades parabeniza e deseja saúde, felicidades e vida longa a Zé de Lelis e sua numerosa família.

Os pobres na propaganda eleitoral

Por Ed Wilson Araújo

As campanhas eleitorais sempre trazem novidades, mesmo que sejam retrógradas e antigas, mas recauchutadas. Uma delas é a presença dos pobres na TV e no rádio. Talvez seja esta, a propaganda eletrônica, o único momento de protagonismo dos excluídos.

Vez por outra vejo na TV, na retórica(!) do candidato ao governo Roberto Rocha (PSDB), um lavrador falando da sua condição e dificuldades da labuta da terra.

No começo da campanha eletrônica, o candidato a senador Sarney Filho (PV) colocou no seu programa uma estrela das quebradeiras de babaçu… dona Nice do PT, referência na luta dos oprimidos.

Não condenemos Dona Nice. Ela não tem culpa. É duplamente massacrada pelo capitalismo excludente e pelo assédio no tempo em que vaca desconhece bezerro – a eleição!

Nunca nesta vida, e nem nas outras passadas, o filho de José Sarney foi aliado das mulheres que labutam no coco e no machado, na luta pela preservação das riquezas naturais. Apenas na TV, falsamente.

A televisão tem esse poder de estimular a sociedade do espetáculo, segundo o filósofo francês Guy Debord, traduzindo a ideia de que o povo no geral aparece, mas não participa. E, quando aparece, é sempre na condição de oprimido ou plateia.

Há controvérsias sobre as teses de Debord. Eu gosto das ideias dele, mas tenho simpatia por Martín-Barbero. E não considero deus nenhum dos dois, porque para mim teoria não é religião!

A condição de plateia é um dos argumentos de Debord para criticar a democracia burguesa. O povo, no geral, vota, mas não participa. Tem uma aparência de efetividade na política, mas está na dependência de um líder, guia, guru ou operador, sob o manto do poder econômico. Segundo Debord, o povo é sempre plateia no palco espetacularizado da eleição.

Eis o sentido do espetáculo no qual o próprio oprimido participa da opressão, sob o manto da democracia.

Isso faz todo sentido quando observamos a narrativa da operação Lava Jato, estruturada em capítulos, como série ou telenovela, colocando o povo à espera do novo preso e do espetáculo da operação da Polícia Federal na TV.

A judicialização da política, combinada e articulada à mídia (Rede Globo), é o ápice da construção do espetáculo nas manchetes dos telejornais.

Esta narrativa sempre teve como vilão o PT e “principal criminoso”, “o bandido”, “Lula”, em contraponto ao mocinho “Sergio Moro”. A mídia, em parte, combinada à Lava Jato, construiu esse consenso facilmente adaptável ao senso comum: o mocinho “Sergio Moro” e o bandido “Lula”. É novela, ou não é!?

O pedreiro quando chega a casa, após um dia cansativo de trabalho na obra, assiste ao Jornal Nacional e tende a aceitar a narrativa majoritária. Ou não! Pode refutá-la! Por isso não gosto de igrejas teóricas no âmbito das Teorias da Comunicação.

A arquitetura jurídico-midiática-parlamentar ajudou a construir (ou fortalecer) uma figura singular, no âmbito do fascismo: “o pobre de direita”, eleitor de Jair Bolsonaro. Não devemos condenar essas pessoas, apenas entender a dinâmica da política e as origens do totalitarismo, que estão na mobilização do capitalismo para se adaptar às novas circunstâncias ultraliberais – o mercado é a única narrativa capaz de “salvar” a humanidade.

O inominável, embora seja produto da onda fascista, cresce fora dos meios convencionais de comunicação, pelas redes sociais, mas o debate da TV aberta (TV Globo) será o momento decisivo. A Globo vai aderir à onda ultraliberal?

Veja você como a democracia no Brasil ainda precisa de aperfeiçoamento.

As regras da propaganda eleitoral na democracia contemporânea elaboram o discurso da participação, mas reduzem os excluídos às pequenas aparições caricatas da pobreza e eliminam os partidos menores do horário na TV. Que democracia é essa que impede o PSTU de falar na TV?

Os pobres, quando aparecem reclamando da ausência de políticas públicas nos programas eleitorais dos partidos liberais, são colocados na posição de “inocentes úteis”, ensaiados nas estratégias dos marqueteiros, apenas como linha auxiliar dos poderosos.

Feito este preâmbulo, é fundamental afirmar!

Votamos no 13 sem pestanejar, contra o fascismo. Mas, não basta eleger Fernando Haddad (PT). Se for para repetir os erros de Lula, vale a pena (?!). É fundamental que o novo mandato petista seja o meio para a reconstrução da democracia no Brasil, em sentido pleno, que não será possível discorrer aqui.

No essencial, para fazer justiça ao título desse artigo, é fundamental atender os pobres além do assistencialismo, inclui-los de fato na produção, na economia, na estratégia. E não apenas nos programas eleitorais.

É uma tarefa difícil, porque significa uma declaração de guerra ao capitalismo, ato de afronta à ordem internacional.

Participação, no sentido pleno da democracia, foi reduzida a pequenas aparições dos pobres nos programas eleitorais, reclamando da ausência de políticas públicas, vez por outra colocados na posição de “inocentes úteis” nas estratégias dos marqueteiros.

A democracia é um horizonte; Vamos de Haddad, buscando o caminho, sabendo que será difícil.

Líderes jovens da Baixada Maranhense participam do lançamento do projeto ‘Somos Humanos’, em São Luis

Diversas lideranças jovens de municípios da Baixada Maranhense participaram, entre os dias 22 e 23 deste mês, do lançamento do Projeto ‘Somos Humanos’, no Rio Poty Hotel, em São Luis. O evento contou com a participação de representantes de quase 100 municípios maranhenses, onde se tornaram oficialmente embaixadores do projeto em suas cidades, além das presenças dos artistas Sheila Melo, Raul Gazolla, Carla Diaz e Hellen Ganzarolli, que vieram para abrilhantar o evento.

Sob a articulação da coordenação do Fórum de Políticas Públicas de Juventude da Baixada Maranhense, jovens dos municípios de São João Batista, Olinda Nova do Maranhão, Pinheiro, Cajapió, Matinha, Viana, Palmeirândia e outras cidades, estiveram presentes na festa de lançamento do projeto. Depoimentos emocionados dos artistas convidados, de Landim e dos participantes, também fizeram parte do evento.

O idealizador do Projeto, empresário Janderson Landim, estava radiante com o sucesso do evento, que alcançou seu objetivo: o de doação e amor ao próximo. “Esse projeto já nasceu grande, e eu só tenho a agradecer a todas as pessoas que estiveram aqui conosco, fazendo parte desse momento único, e tenho certeza que daqui pra frente, mais benefícios chegarão aos 217 municípios maranhenses por meio dos nossos embaixadores. O humano mais humano, é o que nos diferencia das máquinas”, destacou Landim.

Já no domingo (23), o evento prosseguiu com uma palestra realizada pelo idealizador do Projeto, Janderson Landim, onde ele detalhou, neste primeiro momento, como serão realizadas as ações nas cidades. Ainda na oportunidade, foram sorteadas as cinco primeiras cidades que receberão as ações sociais do projeto, já sob a responsabilidade dos seus respectivos  representantes.

Landim também interagiu com os participantes, respondendo perguntas e tirando dúvidas. Sem dúvida nenhuma, o Projeto “Somos Humanos” veio pra ficar e já deu certo, uma vez que conta com os ingredientes necessários para sua manutenção: Amor e força de vontade!  Sobre o Projeto Somos Humanos. “É um projeto inovador, prático e sólido que pretende descobrir e tornar realidades os nossos sonhos da Baixada Maranhense”, disse a secretária de Juventude de Matinha, Vivânia Gonçalves.

Com o sonho de mudar realidades, o Somos Humanos vem se solidificando como uma ponte entre o desejo e a realidade. A partir de agora, cada representante municipal vai se tornar embaixador de sua cidade, legitimando o Projeto em sua localidade, identificando as dificuldades e particularidades da região. Desta forma, o Somos Humanos chegará ao local com uma grande rede humanitária de auxílio. Serão ações estruturadas e intencionais, que partem da reflexão e do diagnóstico sobre uma determinada problemática de cada município e buscar contribuir, em alguma medida, para um mundo com mais possibilidades.

(Via Blog do Jailson Mendes)

Projeto da Agência Executiva Metropolitana irá revitalizar Praça e Quadra Poliesportiva no Bacanga

A Praça do bairro Bacanga irá passar por um processo de revitalização, que irá gerar muitos benefícios para toda população da comunidade e do entorno, que utiliza o local para lazer, prática de esportes e geração de renda. Isso porque a Agência Executiva Metropolitana (AGEM) incluiu a área na lista de áreas que estão sendo beneficiadas com projetos de revitalização de espaços públicos.

O Projeto de Revitalização da Praça e da Quadra Poliesportiva do Bacanga foi elaborado de acordo com as demandas da comunidade. “Nossa equipe trabalha sempre nessa perspectiva, pois a finalidade é gerar segurança e maior qualidade de vida para a população. Logo, temos que ouvir as necessidades da comunidade e adequar o projeto de acordo com as possibilidades”, destaca o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

Com o projeto, o bairro do Bacanga irá receber uma praça e uma quadra totalmente requalificadas, uma área total de 1.907,19m2. Na Praça, que possui 1.598,46m2, serão instalados equipamentos como playground, academia da saúde, canteiros arborizados, pisos intertravado cimentados coloridos. Já a Quadra Poliesportiva, que está inserida na Praça e possui 308,73m2, terá duas arquibancadas, duas áreas para livre circulação, sala administrativa e depósito para materiais esportivos.

A parte da iluminação, bem como da gestão do espaço, estão sob a responsabilidade da Prefeitura de São Luís. “Todos os nossos projetos contam, hoje, com essa parceria com a administração municipal”, explica Lívio Corrêa, que destaca, ainda, ser essencial a instalação de pontos adequados de luz na área. “Além de embelezar a área, uma iluminação moderna gera maior conforto e segurança para a população que frequenta o local à noite”, finaliza.

Governador diz que mobilizou equipe de saúde para acompanhar estudantes acidentados em Viana

 

O governador do estado, Flávio Dino, soltou uma nota agora a pouco sobre o gravíssimo acidente ocorrido na MA 014, na cidade Viana. Dois ônibus escolares, com alunos, se chocaram por volta das 13 horas desta quinta-feira e cerca de 25 alunos ficaram feridos com o impacto.

Governador Flávio Dino

De acordo com o governador, ele já acionou uma equipe da Secretaria de Estado da Saúde para acompanhar os alunos. “Nossa equipe de saúde está mobilizada na assistência aos estudantes atingidos por acidente de trânsito em Viana. Tudo está sendo feito para que todos fiquem bem e se recuperem plenamente”, destacou o governador Flávio Dino.

O secretário de Educação do Estado, Felipe Camarão, também já se manifestou e disse a Seduc e a SES devem emitir nota ainda hoje sobre as providências tomadas. “”Sobre o acidente ocorrido com estudantes em Viana, o Governo do Estado já está tomando todas as providências cabíveis. Em breve SES e Seduc emitão nota conjunta sobre o ocorrido”, escreveu Felipe Camarão.

 Uma aeronave do CTA já desembarcou de Viana levando os feridos gravemente. (Via Blog do Jailson Mendes)

Polícia contabiliza quase 25 alunos feridos no acidente com ônibus escolar em Viana; motoristas estão vivos

A Polícia Militar contabilizou quase 25 feridos no acidente de agora a pouco na MA 014, na cidade Viana. De acordo com as informações passadas ao Blog, não há registros de mortos. Foram solicitados helicópteros para fazer transportes de feridos para a capital do estado, São Luís.

Apesar de vários áudios circulando na internet de que um dos motoristas havia morrido, o prefeito de Viana, Magrado Barros, deu uma entrevista agora a pouco na rádio local desmentindo a informação e que os dois motoristas envolvidos no acidente estão bem.

O blog entrou em contato com a Polícia Militar de Viana, que informou que contabilizou já cerca de 25 feridos, entre eles a maioria crianças e adolescentes. Eles foram transferidos para o Hospital Municipal, José Murad.

Também em contato com o Blog , o secretário de educação da cidade, Oliveira Júnior, disse que trata-se de uma fatalidade e que todos os ônibus envolvidos no acidente estão com documentação e revisão em dias.

O caso aconteceu por volta das 13 horas de hoje, próximo ao povoado Vila Zizi, na MA 014. Um dos motoristas teria parado para pegar uma aluna e um segundo ônibus bateu em sua traseira. Pelas imagens, pode-se notar que o impacto foi forte.

Há informações de que alguns alunos estarão sendo transferidos para São Luís, por que apresentam estado grave. Também há registros de alunos com braços, boca, nariz e cabeça quebradas.

(Via Blog do Jailson Mendes)

Moradores da Vila Esperança comemoram projeto de praça na comunidade

Os moradores do bairro Vila Esperança, na zona rural de São Luís, irão ganhar um novo equipamento urbano nos próximos 90 dias. Trata-se da Praça da Vila Esperança, cuja Ordem de Serviço foi emitida pela Agência Executiva Metropolitana (AGEM).

A obra faz parte de um conjunto de projetos que vêm sendo executados e que irão beneficiar toda a Região Metropolitana da Grande São Luís (RMGSL). “São trabalhos de urbanização e revitalização de espaços que há muito vêm sendo demandados pelas comunidades e que, agora, estão se transformando em realidade”, destacou o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

A Praça irá ocupar um terreno localizado em uma área central da comunidade, entre as ruas São Raimundo e Sete de Setembro, próxima a escolas, comércios e posto de saúde. Atualmente, este espaço está carente de manutenção. Com vegetação alta que está alcançando a via pública, o terreno é um ambiente propício à proliferação de mosquitos transmissores de doenças, prejudicando a saúde pública da população. “A falta de iluminação pública adequada contribui para a sensação de insegurança na região, levando os moradores a evitarem a travessia pela área, tornando-a deserta no período noturno”, ressalta Lívio Corrêa.

Com o projeto, parceria com a Prefeitura de São Luís, esta realidade será modificada. Ao todo, será construída uma área de 1.939,97m2, onde serão instalados academia de saúde, quadra esportiva e estacionamento para carros e motos, além de áreas de descanso com bancos. “Será um local totalmente adequado para toda família, que irá valorizar o bairro”, finaliza Lívio Corrêa.

Vistorias

Lívio Corrêa e a equipe técnica da Agência Executiva Metropolitana, formada por engenheiros e arquitetos, também têm realizado visitas às obras que estão sendo executadas em áreas das zonas urbana e rural de São Luís. O grupo esteve na Vila Magril, onde está sendo construída uma praça com playground e academia de saúde, no Canteiro da Camboa, que está sendo revitalizado para melhorar o fluxo de veículos e pessoas na região, no Canteiro da Avenida Ferreira Gullar, na Ilhinha, que será entregue no próximo mês à população, e na Quadra da Vila Luizão, novo equipamento de esporte e lazer que irá beneficiar moradores do próprio bairro e adjacências.