Ao lado do ex-jogador Cafu, Flávio Dino lança programa Maranhão Solidário

As notas fiscais de compras no supermercado, de restaurantes, lojas e qualquer outro serviço em que for emitido o documento fiscal no Maranhão poderão ter 2% dos impostos de ICMS destinados para projetos de organizações não-governamentais. A novidade é parte do programa Maranhão Solidário, lançado nesta terça-feira (21) pelo governador Flávio Dino.

“É um esforço conjunto, capaz de garantir que setores vulneráveis tenham um atendimento melhor”, afirmou o governador Flávio Dino, que também destacou a primeira fase do programa, cujo resultado também foi divulgado na ocasião.

“O Governo do Estado de modo pioneiro  fez um edital  de chamada pública de R$ 1 milhão que são recursos para fazer reformas, comprar equipamentos, modernizar os seus serviços, e, ao mesmo tempo, com a renúncia de parte do ICMS, possibilitar que cada cidadão destine esse recurso para uma entidade, através do programa Nota Legal”, completou o governador.

O lançamento da nova etapa contou com a presença do bicampeão mundial de futebol, o jogador Cafu, referência nacional em projetos sociais. “Esse projeto do Governo do Maranhão é fantástico porque vai dar oportunidade, e as pessoas e empresas terão a chance de ajudar outras pessoas, que muitas vezes não tiveram oportunidades. Nós, que trabalhamos com ONGs sabemos o quanto esse apoio é importante e o quanto precisamos deles para mantermos vivas essas iniciativas”, comentou.

Durante a solenidade, o governador também assinou projeto de lei que institucionaliza o programa e que visa perpetuar a destinação do recurso para ações sociais.

Contemplados

Realizado em setembro, o edital de chamada pública do Maranhão Solidário distribuiu os recursos entre 31 entidades de 15 municípios maranhenses que já foram aprovados e contemplados e que também participaram da solenidade desta terça-feira (21). Em breve, outros chamamentos para entidades que anseiam ingressar no projeto serão realizados.

Enquanto isso, as entidades que quiserem se beneficiar com a segunda linha de ação do Maranhão Solidário, o Nota Legal, precisarão realizar o cadastro junto ao setor de Convênios da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), localizada na Rua das Guardênias, Renascença, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Com a inclusão das instituições sociais no Nota Legal, o Governo do Maranhão garante às entidades cadastradas a restituição de 2% do total de ICMS cobrado do cidadão nas compras realizadas. Para colaborar, o cidadão só precisará depositar suas notas fiscais nas urnas espalhadas nos pontos de coletas das instituições.

O Maranhão Solidário e o Nota Legal contam com a  parceria da Associação Maranhense de Supermercadistas (AMASP) e a Federação Estadual das Câmaras de Dirigentes Lojistas – FCDL que contribuem com as entidades do Programa Maranhão Solidário.

Talento vianense a serviço da saúde

Manu Soeiro, cinco pós-graduações e apaixonada pela arte de cuidar das pessoas, transforma o setor da Saúde em Serrano-MA.

Da Revista Caras & Nomes

Nessas minhas andanças pelo estado, encontro nas minhas viagens Casos & Coisas que me deixam a cada dia mais apaixonada pela minha profissão.

Amo contar histórias.

Hoje quero contar um pouco da jovem, competente e talentosa secretária de saúde de Serrano.

Eu já sabia de todas essas qualidades mesmo antes de conhecê-la pessoalmente. Antes de qualquer coisa quero parabenizar o prefeito Maguilla pela excelente equipe de secretários.

Bom…Voltando a falar sobre a moça que faz questão de dizer.” Sou quilombola” .

Ao me deparar com a fisionomia alegre e cheia de vida de Manu, percebi também que ali havia uma história, e, ao longo da nossa conversa a emoção foi surgindo junto com minha admiração. Manu se tornou destaque pela sua atuação na Secretaria de Saúde de Serrano desde que assumiu a pasta em junho deste ano.

Extrovertida adora dançar e estar ao lado do povo é uma de suas maiores alegrias. Manu é de família humilde, sua mãe era vendedora, seu pai, servido público, mas que conseguiram vencer pelos seus próprios esforços, dando aos filhos a possibilidade de estudar e se tornar pessoas fortes e determinadas. Com base familiar e religiosa fortes, ela traçou um caminho de sucesso e conseguiu chegar onde está hoje.

“Eu nunca imaginei chegar onde eu estou, não por status, status para mim pouco importa, e, o salário também é um pouco parecido com salário de enfermeira, mas pelo fato de que eu consigo ouvir na rua: Manu – obrigada por salvar a vida do meu filho. Se eu morresse hoje eu morreria completamente feliz. Serrano para mim é uma dádiva um presente que Deus colocou em minha vida, se Ele quiser me dá desafios maiores eu aceito, mas Serrano já é um dos maiores e mais adoráveis desafios da minha vida”.

A humildade também apareceu forte nas entrelinhas da nossa conversa quando ela começou a dizer que o cargo de secretária de saúde é passageiro, mas aquilo que ela conseguir colocar dentro da bagagem da vida, isso sim é para sempre.

“Fui convidada para este desafio e o aceitei apesar de todos me dizerem que ia ser difícil devido Serrano ser um município de menor IDH e pelo histórico de sofrimento do povo. No entanto, eu olhei para mim mesma e disse que se Deus me trouxe até aqui é porque eu iria dar conta”. Disse ela com convicção.

Seus 28 anos de idade contrastam com sua maturidade aguçada. Formada há mais de 10 anos em Enfermagem com 5 Pós-graduações, sua paixão pela profissão está escrita em seu rosto. Com experiência em Gestão, ela já foi diretora de Maternidade no município de Viana.

Juntando as imagens da infância, as dificuldades por quais passou até chegar onde está hoje, Manu guarda na memória apenas o que foi bom. Seus pais se separaram quando ela tinha apenas 4 anos de idade, mas apesar disso, sua convivência com os dois sempre foi muito boa, cheia de amor e compreensão. Sempre se destacou nas escolas onde estudou exercendo papéis de liderança se espelhando na força da mãe que sempre dava um jeito para resolver as coisas.

“Vi minha mãe religando energia pelo fato de não poder pagar” cresci vendo o sofrimento e dizendo de que de tudo aquilo tiraria proveito. Ou seja, fazer da dor o louvor.

“Eu caio, levanto, choro e sofro como qualquer ser humano, mas adoro música, adoro dançar sou altamente extrovertida, gosto de estar ao lado do povo. Este é meu jeito, eu sou popular mesmo, sempre fui assim e nunca vou ser diferente”, conta ela.

DIFERENCIAL DE MANU

Com histórico de assessoria em outros municípios, assim que chegou à gestão da saúde de Serrano, Manu optou pela valorização de seus funcionários, aumentou salários e conversou com o prefeito, pois ela sabia que para cobrar ela precisaria dar suporte para a sua equipe.

Manu me surpreendeu a cada nova afirmação. Tão decidida e determinada a vencer, até em relação aos desafios encontrados Manu garante que conseguiu tirar de letra, pois para ela, desafios a gente encontra em qualquer lugar, até em casa, e se cruzarmos os braços diante das dificuldades não vamos conseguir realizar completamente nada.

“Eu disse ao prefeito Maguila que não queria ser apenas organizadora de contas eu queria saber da realidade do meu município, eu queria atuar de forma plena, e no dia 5 de junho eu tomei posse como secretária de saúde”, lembra a jovem.

EXERCENDO A LIDERANÇA COM HUMILDADE E PÉS NO CHÃO.

Com muita vontade de dar o seu melhor, Manu não é tipo de menina que reclama dos problemas. Ao contrário, ela tenta encontrar a solução para cada um deles. Ao enumerar suas ações iniciais frente à pasta da saúde, ela diz cheguei a lugares em que não tinha unidades básicas, mas percebeu que até embaixo de uma árvore é possível fazer saúde.

“Graças a Deus o prefeito me dá carta branca para que eu possa realizar as coisas que eu quero, e, junto com a minha equipe consigo avançar nos programas e projetos. Eu reuni a todos e disse que eu não queria ser chefe de ninguém, mas que eu queria que juntos a gente mudasse o quadro atual do município, e, nós conseguimos”. Relata.

Foi com este pensamento e com ações concretas que ela, pela primeira vez viu aumentar os números de vacinações das crianças serranenses que até então era muito baixo. Manu garante que o resultado disso está no Portal da Transparência, nos indicadores, nos recursos aumentando, nos casos de hanseníase que diminuíram bastante, nas ruas e no rosto das pessoas que ela encontra.

“Eu trouxe juntamente com o estado, profissionais para ajudar neste desafio. Profissionais capacitados para que a gente possa detectar as doenças que estavam escondidas. Eu penso que se eu der mais atenção para a minha atenção básica com a saúde preventiva, eu posso evitar com que as pessoas da minha cidade possam dar entrada em hospitais como Socorrão, por exemplo. Eu sempre cuido da minha atenção básica, o segredo é fazer medicina preventiva, eu previno para que eu possa evitar algo maior”. Defende a jovem com muita determinação.

PARA MUDAR A REALIDADE DE SERRANO

Foi para escrever uma história diferente que Manu nasceu. Ela fala isso com uma verdade única, dessas que arrepia e ao mesmo tempo conquista. Já são notórias as mudanças impostas pela vontade desta bela menina. O hospital que contava apenas com um médico por dia, agora ampliou seu quadro para 5 médicos, incluindo 1 pediatra. Esta foi com certeza uma das maiores conquistas desta gestão. Sem falar nos programas de saúde, equipes de Estratégias da Saúde da Família, programas de saúde nas escolas, programas para as mulheres, os adolescentes, com os idosos, farmácia básica suficiente para atender a demanda, realização de conferências com propostas específicas que possam garantir melhores políticas.

“Nós estamos lidando com saúde, saúde é coisa séria, a gente precisa se colocar no lugar do outro, se eu não me colocar no lugar do outro, não adianta. Eu não quero estar aqui por estar. Eu quero fazer a diferença e é por isso que eu estou aqui”. Declarou ela.

CONTINUANDO A HISTÓRIA

Manu afirma que não quer ser apenas mais uma e de fato, ela não é. Ela tem um brilho diferente, um olhar vivo e especial, uma inteligência natural e um carisma único. Compartilhei nesta entrevista um pouco de sua história e me vi nela por alguns instantes, relembrando das minhas próprias dificuldades e da minha força em superar cada uma delas. Parece que trilhamos o mesmo caminho em épocas diferentes e que sua história é a continuação da minha. Sua simplicidade não lhe impede de sonhar, de ter ambições e de superar os obstáculos tais qual a vida lhe impõe.

“Sou simples, mas não quero ser mais uma, eu quero ser a Manu, eu nasci para cuidar, sei que tenho vários desafios, mas procuro ser diferente. Eu não vim por vim, eu vim para fazer a diferença”. Finaliza ela.

Projeto Cultura, Identidade e Negritude

Divulgação

De hoje, dia 20 ao dia 24 deste mês, acontece no Centro de Ensino Y Bacanga – Polo 10, o Projeto Cultura, Identidade e Negritude, que trará uma série de eventos marcantes que discutem e ampliam o conhecimento acerca da história negra e afrodescendente em escolas das redes pública e particular.

Dentre os eventos, haverá palestras, apresentações artísticas, oficinas, workshops, visitas guiadas ao arquivo público, uma exposição de livros, uma feira de conhecimentos e uma biblioteca circulante.

 

Saiba os concursos abertos do Governo do Maranhão e os que estão por vir

Concurso para a Polícia Militar está aberta. (Foto: Divulgação)

 

Além do concurso da Polícia Militar, cujas inscrições estão abertas, há outras oportunidades em andamento e que estão por vir no Governo do Maranhão. Veja abaixo o que está acontecendo e o que está previsto:

Concurso da PM – Inscrições abertas

São 1.214 vagas para níveis médio e superior. As inscrições vão até 18h (horário de Brasília) do dia 30 de novembro de 2017 no site http://www.cespe.unb.br/concursos/pm_ma_17/

Os cargos em disputa são de 1º Tenente do Quadro de Oficiais de Saúde da Polícia Militar (nível superior) e para o cargo de Soldado do Quadro de Praça (nível médio).Os salários são de R$ 4.019,62 para ensino médio e R$ 6.913,74 para nível superior.

As provas objetivas para os cargos de nível superior terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 28 de janeiro de 2018, no turno da manhã. As provas objetivas para o cargo de nível médio serão no mesmo dia, mas à tarde.

Uema – Inscrições abertas

Até 07/12/2017, estão abertas as inscrições para Concurso Público destinado ao provimento de Cargo na Carreira do Magistério Superior,  para atender ao Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais – CECEN/Curso de Música Licenciatura. Os salários vão de R$ 6.166,88 a R$ 8.236,21. O edital está disponível clicando aqui.

Até 17/11/2017, estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado destinado à contratação de Professor Substituto para o Centro de Estudos Superiores de Timon. O edital pode ser consultado clicando aqui. O salário a que fará jus o professor substituto, contratado no regime de vinte horas semanais, será de R$ 2.000,20.

Concurso para Saúde – Previsto (ainda sem data)

O governador Flávio Dino sancionou o Projeto de Lei que cria mil vagas de emprego, por meio de concurso público, na área da Saúde no Maranhão. “Agora é lei: 1.000 vagas efetivas para área da saúde. Vamos organizar o concurso público”, disse o governador por meio das redes sociais nesta semana. As vagas são para o quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de 45 unidades de saúde em São Luís e no interior do Estado. Destinadas a profissionais com nível médio e superior, as vagas têm salários entre R$ 1.000,00 e R$ 7.425,31.

Professores também terão concurso. (Foto: Divulgação)

Flávio Dino também anunciou, nesta semana, a realização de concurso público para educadores do campo, com previsão de atendimento de escolas da zona rural, de comunidades quilombolas e indígenas. “Em 2018, vocês podem se preparar, vamos fazer o concurso específico para educação no campo, incluindo a previsão de vagas para escolas quilombolas e indígenas”, afirmou.

Concurso para UemaSul – Previsto (ainda sem data)

O governador Flávio Dino anunciou em Imperatriz, nesta semana, que a UemaSul vai fazer concurso para professores com 30 vagas.

Orçamento de 2018 – Previsto (ainda sem data)

A proposta de Orçamento do Governo do Maranhão para 2018 prevê a criação 931 vagas para contratação de pessoal em nove secretarias e órgãos da administração direta e indireta. As oportunidades serão oferecidas por meio de concursos públicos e seletivos, para nível médio e superior. De acordo com a proposta, enviada à Assembleia Legislativa, haverá investimentos de R$ 67,7 milhões para garantir as novas contratações.

Veja o que está previsto na criação e/ou no provimento de cargos e empregos, admissão ou contratação:

Secretaria da Justiça e da Administração Penitenciária (SEAP): 120 vagas;

Fundação da Criança e do Adolescente (FUNAC): 100 vagas;

Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (PROCON-MA): 51 vagas;

Secretaria de Estado da Educação (SEDUC): 457 vagas;

Universidade Estadual da Região Tocantina (UemaSul): 30 vagas;

Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (INMEQ): 43 vagas;

Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED): 100 vagas;

Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (SEPLAN): 20 vagas;

Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC): 10 vagas.

Gênero e raça na literatura brasileira são discutidos na 11ª FeliS

Três auditórios que estão funcionando durante a programação da 11ª Feira do Livro de São Luís no Espaço Casa do Maranhão, no Centro Histórico

Programação faz parte da 11ª FeliS (Foto: Divulgação)

O Estado do MA

SÃO LUÍS – Estimular leituras mais profundas sobre as temáticas discutidas é uma das propostas da 11ª Feira do Livro de São Luís (FeliS). O estimulo acontece a partir de palestras que estão inseridas na programação da FeliS desta segunda (13) oferecendo um cardápio recheado de boas opções, com destaque para a palestra “Gênero e raça na literatura brasileira pós lei 10.639”. O palestrante será o o ex-secretário de Igualdade Racial do município de São Paulo, Maurício Pestana, e mediação do professor doutor Antonio Evaldo Almeida Barros (UFMA/Uema), que acontece no Teatro Alcione Nazaré, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, às 20h. A Feira do Livro, que acontece até o dia 19 na Praia Grande, é promovida pela Prefeitura de São Luís em parceria com o Governo do Estado.

No Espaço Casa do Maranhão, o Auditório 1 (Raimunda Pereira) apresenta programação das Secretarias de Estado da Juventude, Igualdade Racial e da Mulher. Às 10h, vai ter roda de conversa sobre Estatuto da Igualdade Racial, com Socorro Guterres. Às 15h, é a vez da roda de conversa sobre Feminicídio, com Susan Lucena e Marjorie Matos. Às 18h, tem exposições e entretenimentos.

No Auditório 2 (Úrsula), às 10h, tem a palestra “Políticas Públicas do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas no Brasil, Maranhão e São Luís”, com Renata Costa, Carlos Wellington, Thaís Rodrigues e mediação de Aline Nascimento. Às 14h, haverá a palestra “Educação na diferença: por uma igualdade de gênero e raça no ensino brasileiro”, com Josédla Fraga Costa Carvalho (Ceuma), Tatiane Silva Sales (UFMA) e mediação da Dra. Cidinalva Silva Camara Neris (UFMA). Já às 15h30, tem a palestra “A literatura Maranhense sendo descoberta como fonte de pesquisa no meio educacional”, com Samuel Barreto, Wybson Carvalho, Elizeu Cardoso, e mediação de Ana Neres. No Auditório 3 (Cantos a Beira Mar), às 15h30, tem a palestra “A Escola sem machismo”, com Thais Campos (União Brasileira de Mulheres- MA) e Rosane Borges (USP/SP) e mediação de Nádya Dutra (Seduc).

Auditórios

Três auditórios que estão funcionando durante a 11ª FeliS no Espaço Casa do Maranhão. O Auditório 1 tem o nome de Raimunda Pereira, popularmente conhecida como Dica, poetisa e ativista dos direitos humanos, que estimulou a intelectualidade do jovem negro. “Preto só tem valor se for doutor” era uma frase que ela sempre dizia.

Neste espaço, há uma exposição com fotos e uma pequena biografia de mulheres negras de destaque em nível local e nacional, que fala sobre juventude, mulher e negritude, fazendo um passeio entre as três secretarias responsáveis pela programação, Secretaria de Estado da Mulher, Secretaria de Estado da Juventude e Secretaria de Estado da Igualdade Racial. Além disso, há um espaço para que o público exponha sua opinião sobre a temática.

A bibliotecária Janaína Ferreira, da Secretaria de Estado da Mulher, informa que o público também tem acesso a uma pequena amostragem dos livros da Biblioteca Maria da Penha, que é especializada em gênero e fica sediada na própria Secretaria, no bairro Calhau, em São Luís. “Aqui a gente quer fazer um espaço de reflexão, onde as pessoas se enxerguem. Trabalhamos conceitos e preconceitos para refletir, construir e desconstruir. As crianças e adolescentes que vem aqui saem estimulados a ler publicações sobre as temáticas discutidas”, explica.

Há também o Auditório 2 e Auditório 3 que receberam os nomes das obras “Úrsula” e “Cantos a Beira Mar” em homenagem à patrona Maria Firmina dos Reis. O romance “Úrsula” consagrou Maria Firmina como escritora e também foi o primeiro romance da literatura afro-brasileira, entendida esta como produção de autoria afrodescendente. “Cantos a Beira Mar” é uma coletânea de poesias da escritora.

Programação

A programação do Espaço Casa do Maranhão do domingo (12) no Auditório 1 (Raimunda Pereira), das 10h às 18h, contou com Exposições e entretenimentos promovidos pelas Secretarias de Estado da Juventude, Igualdade Racial e da Mulher. No Anfiteatro Beto Bittencourt, às 20h teve atração cultural.

No Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, houve o Café Literário, das 14h às 16h, com programação das unidades de internação de menores da Fundação da Criança e do Adolescente (FUNAC), Sarau Florescer e declamação de poesias. Às 17h, também aconteceu o sarau musical “Brilhando no café: Maria Firmina em verso e prosa” com a Escola de Música Lilah Lisboa e a roda de conversa “Mulher no Espaço de Poder “, com Laurinda Pinto, Socorro Guterres, Mundinha Araújo e mediação de Adriana Amarante (SSP).

No Espaço Viriato Corrêa, na Casa do Maranhão, das 13h às 18h30, aconteceu a programação da Biblioteca Pública Benedito Leite, com exposição de livros com rodas de leitura, contação de história e conversa com escritores. No Espaço Criança, na Praça da Casa do Maranhão, das 10h às 20h, tem programação realizada pelo SESC e Semed, com contação de histórias, música, dramatizações, dança, pintura de rosto, oficinas, dobraduras, apresentações de projetos das escolas públicas municipais de São Luís, apresentações artísticas, brincadeiras e jogos educativos.

Já na Casa do Escritor, no Cine Praia Grande, das 16h às 20h, houve o lançamento dos livros “Maria Firmina em Cordel” de Raimunda Pinheiro de Souza Frazão, “A lenda da carruagem encantada de Ana Jansen” de Beto Nicácio, “O vale das Trutas” de Sanatiel Pereira, “Politicotopia” de Aleluia Leonardo de Melo e “Balaiada – A Guerra do Maranhão – 2ªed” de Iramir Alves Araújo.

O evento é uma promoção da Prefeitura de São Luís e do Governo do Estado do Maranhão, por meio das secretarias municipais de Cultura (Secult) e de Educação (Semed), e estaduais de Cultura e Turismo (Sectur) e da Educação (Seduc), tendo como correalizador o Serviço Social do Comércio (Sesc), patrocínio da Vale e Potiguar e apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Secretaria de Estado da Mulher (Semu), Secretaria de Estado da Igualdade Racial (Seir), Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac), e Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (SEEJUV), Academia Ludovicense de Letras (ALL), Academia Maranhense de Letras (AML), Associação dos Livreiros do Estado do Maranhão (Alem), Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Como vencer a ansiedade antes e durante o Enem

 

Estudante em sala de aula© iStock

Faltando poucas horas para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os candidatos precisam controlar a ansiedade para não deixar o nervosismo atrapalhar seu desempenho. A professora do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília (UnB) Regina Pedroza diz que a concentração é muito importante para o bom desempenho na prova, mas o candidato deve tentar manter seu cotidiano nos últimos dias antes do Enem.

“Ele tem que continuar estudando, tem que estar concentrado e focado. Mas essa concentração não pode ser algo que vai consumir todas as energias do candidato. Ele tem que continuar com o seu cotidiano, tem que estudar, mas tem que dormir bem, se alimentar bem e se divertir também. Ficar focado não significa que ele deve abrir mão de tudo que faz normalmente”, diz.

Os pais também têm papel importante no controle dessa ansiedade. Segundo a psicóloga, apesar de ser um momento importante, não deve haver pressão por um bom desempenho no Enem. “Os pais têm que entender que a pressão não ajuda, o que ajuda é eles estarem com seus filhos, e isso significa estar acompanhando, estar atento, conversar e, em determinados momentos, permitir que os jovens possam extravasar seu nervosismo, mas sem achar que uma bronca, uma exigência vai ajudar, pelo contrário”, orienta Regina.

A orientadora educacional do Colégio Dínamis, do Rio de Janeiro, Jane Rapoport, diz que agora não é mais o momento de aprofundamento dos estudos, e sim de revisão. “Um estudo aprofundado, neste momento, pode trazer mais ansiedade”. Ela também recomenda que o candidato faça atividades de lazer, para se distrair, mas sempre mantendo o que já está acostumado a fazer. “Não vai jogar futebol se você não tem esse hábito, até porque tem o risco de acidente”.

No dia da prova

Cada candidato deve desenvolver suas próprias estratégias para controlar a ansiedade no dia da prova. “O aluno tem que ter consciência do que é melhor para ele, não existe uma regra para todos. Tem pessoas que se concentram até mascando chicletes, por exemplo, mas para outros isso vai desconcentrar”, afirma Regina, que também é integrante do Conselho Federal de Psicologia.

Outra dica para evitar a ansiedade no dia da prova é conhecer com antecedência o local, ir até lá dias antes, com o mesmo transporte que vai usar na data do exame para calcular o tempo que vai precisar de deslocamento. “O atraso é uma questão muito séria, não há tolerância”, alerta a orientadora Jane.

Estratégias

Para fazer uma prova tranquila, é importante que o estudante tenha uma estratégia para resolver as questões. A dica do professor de matemática Bruno Vianna, do Colégio Mopi, do Rio de Janeiro, é deixar para o final as perguntas que não sabe responde e dar prioridade aos assuntos que domina.

“Quando esbarrar em uma questão que não domina e não sabe como resolver, ele deve automaticamente pular. Com isso, sobra mais tempo para voltar a essas questões e fazer com mais calma, evitando o nervosismo, porque o que é dele ele já garantiu, e o que vier depois é lucro”, diz.

O professor de física da plataforma de ensino Me Salva! Felipe Ben também aconselha os candidatos a não resolverem as questões na ordem em que elas aparecem na prova, fazendo primeiro as questões da matéria em que têm mais facilidade. “Chegou em uma questão que está muito difícil? Circule e volte para ela depois . Não vale a pena perder tempo e sanidade com uma questão impossível quando há uma questão fácil pela frente que precisa ser feita com a cabeça calma”, afirma.

Ele também sugere que os candidatos pratiquem o “desapego” com as questões que já foram resolvidas. “Questão marcada é questão que caiu no passado, parta para a próxima. Não recomendo marcar uma alternativa e ficar relendo a questão várias vezes, desmarcando e marcando de novo”, recomenda o professor.

No primeiro dia de Enem, 5 de novembro, os candidatos vão fazer as provas de redação, linguagens, códigos e ciências humanas. A orientação de Jane Rapoport é fazer primeiro a prova de redação, separando cerca de uma hora para fazer o levantamento de ideias, um rascunho, e passar a limpo. Depois, ao fazer as questões objetivas, é preciso controlar o tempo para não ficar ansioso no final da prova. “Não adianta a gente ter o conhecimento e não gerenciar o tempo”.

No primeiro domingo, os estudantes terão cinco horas e meia para fazer o exame. No segundo domingo, 12 de novembro, as provas serão de matemática e ciências da natureza, com prazo de quatro horas e meia.(Fonte MSN)

Governo promove o Aulão do Enem na TV neste sábado (04)

Governo promove o Aulão do Enem na TV neste sábado (04)Os estudantes maranhenses candidatos a uma vaga na universidade terão mais uma oportunidade de revisar o conteúdo antes da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) que será realizada nos próximos dias 5 e 12 de novembro em todo o país.

A novidade é que o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), realizará no próximo sábado (04), o Aulão do Enem na TV. O Aulão será realizado na Tv Maranhense das 10h às 11h no sábado, véspera da prova do Enem. Os estudantes poderão acompanhar de casa uma revisão dos conteúdos de Português, Redação e Matemática.

Além de acompanhar o Aulão do Enem na tv aberta, os estudantes também poderão tirar dúvidas enviando mensagens por meio das redes sociais da Secti (@SectiMaranhao)

Aulão do Enem

O programa Aulão do Enem foi lançado no ano de 2015 em 20 cidades do Maranhão.  Em 2017  mais de 40 mil alunos de 94 municípios maranhenses foram alcançados pelo programa. Esse dado representa 370% a mais de cidades se comparado com o ano de 2015. Em 2016, o número de municípios contemplados foi de 65.

O público prioritário do programa é o alunado da rede pública que nunca tiveram a oportunidade de frequentar um cursinho devido ao custo financeiro. As aulas foram aplicadas no formato de megarrevisão, com o desenvolvimento teórico das apostilas do tipo 1, 2, 3, 4 e 5, contemplando todas as disciplinas em um único dia.  Uma equipe multidisciplinar esteve presente nos pólos que explanaram os assuntos e realizaram plantões para tirar dúvidas dos estudantes.

Confira os canais que você poderá assistir ao Aulão do Enem na TV:

BAND

Canal: 12

Canal Digital: 12.1

 

SKY

Canal: 312

 

TVN

Canal: 20

Canal Digital: 420

 

NET

Canal: 12

 

OI TV

Canal: 7