Repercute o titulo de cidadão de São Luís do vereador Cézar Bombeiro ao juiz José Ribamar d’Oliveira Costa Jr.

O juiz José Ribamar d’Oliveira Costa Júnior recebendo o certificado do título do vereador Cézar Bombeiro e ao lado a juíza Diva de Barros Mendes, diretora do Fórum de São Luís e o desembargador Jorge Rachid Maluf

A outorga do titulo de Cidadão de São Luís pela Câmara Municipal, ao juiz de direito José Ribamar d’Oliveira Costa Júnior, por iniciativa do vereador Cézar Bombeiro, repercutiu favoravelmente nos meios jurídicos e foi amplamente aplaudido pela população da cidade de Viana. O homenageado e o autor da homenagem são filhos da cidade de Viana e tornaram amigos desde criança e nos bancos das escolas públicas do município. O juiz Costa Júnioré um magistrado que construiu a sua trajetória de vida com princípios e valores que recebeu dos seus pais e os mantém consigo e com todos os seus familiares, diz Cézar Bombeiro, destacando que além de terem estudado juntos no primário e no ginásio, admiração que tinha pelo colega, sempre foi mantida, mesmo com os caminhos diferentes tomados por cada um, afirma o vereador.

A homenagem ao juiz José Ribamar d’Oliveira Costa Júnioré acima de tudo, não apenas o reconhecimento ao magistrado competente, sério e que enaltece o Poder Judiciário do Maranhão, mas ao cidadão e ao colega que tive na infância e no inicio da adolescência, que foi importante para a consolidação de uma amizade de respeito e admiração, disse bastante emocionado o vereador.

Tenho até hoje recebido o reconhecimento de centenas de famílias de Viana, registrando a minha atitude, quanto politico e reconhecendo o mérito do juiz José Ribamar d’Oliveira Costa Júnior, em receber um título que se fez merecedor pelos importantes serviços prestados com zelo e probidade, não apenas à cidade de São Luís, mas a várias Comarcas do Maranhão, afirmou o vereador Cézar Bombeiro.

Via Blog o Quarto Poder

Cézar Bombeiro comemora o Centenário do Bairro da Liberdade com sucesso

Apesar dos transtornos causados por alguns “políticos” no sentido de não deixar que o vereador Cezar Bombeiro (PSD) realizasse o Centenário do Bairro da Liberdade. Uma festa que foi  pensada pelo vereador Cezar Bombeiro há anos,  com ajuda das organizações populares e pelos moradores da liberdade. A festa em fim foi realizada com sucesso e  na santa paz .

Cleinado Bil e Cezar Bombeiro, na festa do Bairro Liberdade

O evento já vinha sendo discutido há anos pelo vereador e a comunidade e não havia sentido se não fosse realizado a contendo. O vereador Cezar Bombeiro (PSD) demonstrou claramente que tem força e representatividade para encaminhar as demandas do bairro com responsabilidade e dedicação. A festa foi realizada na rua Correia de Araújo porque a Blitz Urbana revogou a licença da praça do Viva.  Estava presente o pré- candidato a deputado Cleinaldo Bill e convidados. O vereador Cezar Bombeiro aproveitou o momento e agradeceu o comandante do Corpo de Bombeiros Militar que deixou uma ambulância durante a festa e o comandante da Policia Militar que reforçou o policiamento na região. Vereador de São Luís, líder comunitário e morador da Liberdade há mais de 40 anos, o servidor público Cézar

Bombeiro destaca a mobilização popular incansável que antecedeu a celebração da data, tão significativa para o bairro, muito mais conhecido pelo alto índice de pobreza e pela violência acentuada que marcam o seu cotidiano do que pelos talentos artísticos que sempre produziu. “Com certeza, é um marco para toda a nossa comunidade poder festejar o centenário em clima de festa e, acima de tudo, valorizando a cultura do Maranhão”, salientou. A definição do dia 25 de maio como data de fundação da Liberdade se deu por meio de pesquisas e informações de moradores, que relembram importantes dados deixados por parentes, muitos dos quais identificados pelas pesquisas. Tais informações tornaram-se referências para o projeto de lei de autoria do vereador Cézar Bombeiro, aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de São Luís, oficializando a data como aniversário do bairro.

Via Blog do Genivaldo Abreu

Viana recebe 10° etapa regional de Encontro de Grêmios Estudantis

A cidade de Viana, na região da Baixada Maranhense, recebeu nesta quinta-feira (24) a 10° edição da etapa regional do Encontro de Grêmios Estudantis do Maranhão, evento realizado pelo Governo do Estado, por meio de secretarias e órgãos estaduais como a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), da Mulher (Semu), Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Comunicação e Articulação Política (Secap) e VIVA/Procon.

“O Governo do Maranhão, mais uma vez, vem ao interior do estado trazendo ações de grande importância. As etapas regionais do Emaranhando Sonhos estão preparando os jovens para serem protagonistas em suas escolas, em suas vidas, no estado e no Brasil”, afirma o secretário adjunto de Projetos Especiais da Seduc, Ismael Cardoso.

“Esses jovens gremistas saem das etapas regionais com a participação garantida na etapa estadual em que, além de participar de momentos de diálogo e informação, terão a oportunidade de levar os sonhos de suas escolas e das regiões que representam para o governador Flávio Dino incluir na lista de ações prioritárias para os próximos anos”, completa Ismael.

Reunindo aproximadamente 340 gremistas, gestores escolares e professores das cidades de Arari, Vitória do Mearim, Cajari, Viana, Penalva, Cajapió, Matinha, Palmeirândia, São Vicente Ferrer, Olinda Nova, São Bento, São João Batista e Bacurituba, o Encontro regional também elegeu os delegados que vão representar a Unidade Regional de Educação (URE) de Viana, no I Encontro Estadual de Grêmios Estudantis, que será realizado em São Luís, de 20 a 22 de junho.

O evento, que faz parte do projeto Emaranhando Sonhos, contou com apresentações de calouros, mesas de diálogo e oficinas de temas como Gênero, com turmas para professores e gremistas; Esporte; Cultura; Direitos da Mulher; Orçamento Participativo; Protagonismo Juvenil; Empregabilidade, entre outros.

A secretária de estado da Mulher, Terezinha Fernandes, fala da importância de incentivar o protagonismo dentro das escolas.

“O Mais Grêmios procura trabalhar o protagonismo juvenil dentro das escolas. Da mesma forma, o Fazendo Escola, que é trabalhar a igualdade de direitos, de gêneros por um futuro sem violência dentro das escolas”, afirma a Secretária.

Para o presidente do grêmio O Futuro é Agora, do C. E. Nossa Senhora da Conceição, Raedson Gomes, estudante do 3°ano, a realização do encontro é uma oportunidade dos alunos se sentirem incentivados a serem protagonistas.

“É uma grande oportunidade receber o Encontro em nossa cidade porque é um evento que vai trazer para os alunos da Baixada a noção de protagonismo e de que os grêmios são ferramentas importantes para que os alunos batalhem por condições melhores em todos os aspectos”, declara.

Da cidade de Arari, a estudante e presidente de grêmio, Josivânia Verde, conta que o Encontro é uma oportunidade para adquirir e dividir conhecimento.

“Nesse encontro, nós aprendemos muitas coisas, inclusive como dividir com os alunos da nossa escola todo o conhecimento adquirido aqui. É um momento de aprender e dividir conhecimento aqui, e também de levar de volta para nossa escola, para os nossos amigos”, conta a estudante.

A importância do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense para o desenvolvimento da região

 O Fórum Em Defesa Da Baixada Maranhense – FDBM trabalha para auxiliar a Baixada e sua gente a chamar a atenção do poder público para seus graves problemas, bem como auxiliá-los na busca de soluções criativas nas comunidades em que se inserem. Os problemas são muitos, mas há soluções simples e viáveis, como disse o Dr. Flávio Braga, que é um dos idealizadores do Fórum e primeiro presidente do Fórum da Baixada.

Para auxiliar no processo de desenvolvimento da Baixada, o FDBM se respalda em cinco projetos, os quais visam identificar problemas e propor soluções, são eles: 1) Diques da Baixada; 2) Academias na Baixada; 3) Instituto Histórico e Geográfico da Baixada – IHGB; 4) Turismo na Baixada e 5) Apoio Institucional.

A construção dos Diques da Baixada Maranhense, de responsabilidade da Codevasf, prevê a construção de 71 quilômetros de diques, de dois metros de profundidade cada um, abrangendo os municípios de Viana, Matinha, São João Batista, São Vicente Ferrer, Cajapió, São Bento e Bacurituba, beneficiando os campos da Baixada, que são fonte de trabalho e alimento à nação baixadeira. O gestor deste Projeto no Fórum é o engenheiro civil Alexandre Ayrton Muniz de Abreu.

O Projeto Academias na Baixada visa auxiliar estudiosos e artistas dos municípios a se organizarem para criar academias de ciências, letras e artes. Nas primeiras reuniões para implementação do projeto, detectou que existiam apenas 4 (quatro) academias de letras na Baixada. Após várias discussões, foi instituída a Academia Matinhense de Ciências, Artes e Letras – AMCAL. Já consolidada, realizou um evento cultural na AMEI – Associação Maranhense de Escritores Independentes. O gestor deste Projeto é Manoel Barros, Professor do Curso de História da UFMA e grande entusiasta da história e cultura do Maranhão.

O Projeto para Implantação do Instituto Histórico e Geográfico da Baixada – IHGB foi inspirado em artigo publicado por Nonato Reis, baixadeiro de Viana, que demonstrou a necessidade de sistematização de dados e pesquisas sobre a Baixada. Ainda em fase embrionária, tem como gestores, os dois presidentes de honra do FDBM: Expedito Moraes e Flávio Braga.

O Projeto Turismo na Baixada, não obstante o Fórum já tenha realizado algumas reuniões, expedições e estudos sobre o assunto, este Projeto foi idealizado com o Convite de Elinajara Pereira para ocupar o cargo de 1ª Secretária do Fórum, ela que é graduada em Hotelaria pela UFMA e que trabalha na área. Pretende-se desenvolver este projeto a partir dos meios de transporte e identificação de pontos turísticos.

O último projeto denominado Apoio Institucional, tem com gestores, a Presidente e Vice-Presidente do Fórum: Ana Creusa e Nélio Junior, respectivamente. Este projeto visa avaliar os projetos, cuidar do Beckmarketing e outras atividades de fortalecimento e relacionamento institucionais, visando atender a uma necessidade do Fórum, como disse o Dr. João Batista Martins Superintendente do SEBRAE-MA.

A BAIXADA TEM PRESSA: venha fazer parte dessa história: o Fórum em Defesa da Baixada conta com o seu apoio, baixadeiro que sonha com uma Baixada livre e sustentável.

mais informações no site: http://fdbm.org.br

Serra Velho, espingarda e penico de mijo

Por Nonato Reis*

Ao entardecer do dia 19 de março, nos campos do Ibacazinho, a molecada ganhava o mato, reunia-se em volta de uma grande árvore, conferia os instrumentos de som e colocava em pauta a votação dos indicados. Os eleitos, geralmente pessoas idosas e rabugentas, naquela noite não teriam sono tranqüilo.

Quando caía a madrugada, alguém que se autodenominava Anjo Gabriel, chegava à janela da pessoa escolhida, anunciava a sua morte e dava início à leitura do testamento, sem esquecer pormenores como dívidas e objetos de estimação ou de uso pessoal.

Em seguida a “orquestra”, formada de serrote, lata velha, rabeca, carrapeta, galo, gato, porco e jumento iniciava o dobrado. Não havia alma que não fosse resgatada das profundezas do sono para aquele ruído ensurdecedor.

Na maioria das vezes o infeliz, do sono desperto e alvo da ‘homenagem’, reagia mal, lançava mão de uma espingarda, atirava para o alto, ou tentava acertar as contas no braço com os malfeitores.

No Ibacazinho e Juncal, vilarejos de Viana, a brincadeira de Serra Velho (em Portugal, diz-se “Serrar a Velha”) acabava sempre em confusão. Os ‘serrados” não se conformavam em se verem alvo de chacota e geralmente iam até a casa dos brincantes tirar satisfações com os pais deles. Certa vez, a eleição recaiu sobre João de Anastácia, um sujeito de olhar enfezado, que falava como se estivesse chorando.

Gabriel e sua trupe bateram à casa dele à meia-noite em ponto. “João, acorda! Chegou a tua hora”. Silêncio. “Vim anunciar a tua morte. E fazer o teu testamento”. Sossego absoluto. “Tua tarrafa fica para Zezinho, o teu filho caçula. A enxada enferrujada, para Apolônio, o mais velho. A calça de brim encardida deixa com Raimunda, a filha do meio, pra ela fazer uma sunga. A espingarda velha será útil a Dadá, tua mulher, para caçar passarinho e matar a fome”.

Terminado o testamento, o anjo se dirigiu ao grupo. “Não há mais nada a partilhar?”. Diante da resposta negativa, bradou. “Então, amigo João, agüenta o corpo que lá vai…”. Não deu nem tempo de o serrote tocar a lata. A voz de João surgiu aguda, a dois metros do grupo. “Lá vai é facão no lombo de vocês, seus demônios!”.

Foi gente correndo pra todo lado e o facão de João brandindo no lombo da molecada. Na ânsia de evitar a arma escorreguei numa grota de dois metros de altura, que tinha um fundo lamacendo, onde os porcos se protegiam dos dias de sol inclemente. Machuquei o braço direito, tive escoriações pelo corpo. Só consegui sair do buraco no dia seguinte, tal qual um porco, em meio a risos, lamentos e censuras.

Pior foi quando a eleição recaiu sobre Joana de Santa. Ela vivia sozinha com um filho, deficiente físico. Era reservada e calada. Quase não sorria. A única vez em que alguém tentou ‘serrá-la’ quase foi alvejado com um tiro de garrucha. O grupo decidiu que ela seria a bola da vez. Mas se arrependeu da graça. Em plena leitura do testamento, o caldo engrossou, ou melhor, entornou.

Na hora em que o anjo quis saber com quem ficaria o penico de esmalte dourado, ela se antecipou, abriu a janela e anunciou. “Fica contigo, seu moleque safado!”. E derramou na cabeça de Gabriel o apetrecho cheio de urina de vários dias, misturada com dentes de alho, cebola e pimenta do reino.

O mau cheiro se prolongou na cabeça do anjo por mais de uma semana. A namorada cortou relações com ele. Os amigos o mantinham a distância. Os pais o separaram da casa grande. Armaram uma rede no fundo do quintal, na casinha do cachorro, e o deixaram lá com o animal, entregue a moscas e pulgas, até que o fedor desaparecesse. Desde então, aboliu-se no Ibacazinho a brincadeira de Serra Velho. Foi santo remédio

*Jornalista | Escritor

Cézar Bombeiro com entidades e lideranças comunitárias definiram a programação cultural dos 100 anos do bairro da Liberdade

Os festejos do primeiro século de criação do bairro da Liberdade serão concentrados no Viva do Bairro da Liberdade.

Depois de amplos debates entre as principais entidades e lideranças comunitárias do bairro da Liberdade com a participação do vereador Cézar Bombeiro, o grupo de organização do evento cultural dos 100 anos do bairro da Liberdade, definiu a programação que terá três dias, iniciando no dia 25 de maio data da criação do bairro, que é uma sexta-feira, indo até o domingo dia 27.

A data do dia 25 de maio, como de criação do bairro da Liberdade, foi definida por pesquisas e informações de moradores que lembram de importantes informações deixadas por parentes, muitas das quais identificadas pelas pesquisas, que se tornaram referências para o Projeto de Lei do vereador Cézar Bombeiro aprovado pela Câmara Municipal de São Luís, estabelecendo a data de 25 de Maio, como o aniversário do bairro, que completará 100 anos.

O vereador Cézar Bombeiro, diz que a festa foi idealizada por vários segmentos comunitários do bairro e ele participou da construção da programação e estão sendo trabalhados outros importantes aspectos necessários para a importante festa do primeiro centenário do bairro da Liberdade, em que também está inserido para a construção efetiva, destacou o líder comunitário e vereador. Os festejos serão concentrados no Viva do Bairro da Liberdade, importante espaço para congraçamento comunitário. Abaixo está a programação:

*PROGRAMAÇÃO*

 

*Sexta-feira 25/05*

 

 18hs – Culto ecumênico

 

19hs – Cacuria Assacana

 

20hs – Tambor Maracrioula de Nelsinho

 

21hs – Seresta Som Costa

 

22hs – Boi Novilho Branco

 

23hs – Seresta Mano Tropical

 

00hs – Japa do Arrocha

 

 *Sabado 26/05*

 

 19hs -Tambor de Crioula Leonardo

 

20hs – Tássia Campos

 

21hs – Moisés Dias

 

22hs – Robson Garcia

 

23hs – Boi de Leonardo

 

00hs – Boi da Maioba

 

 *Domingo 27/05*

 

14hs – Sambacana – Márcio Negro Jô e Banda

 

 17hs – Reggae

 

Fonte: Blog oquartopoder

Viana recebe Farol do Saber Josefina Cordeiro Cutrim totalmente revitalizado

Divulgação – Seduc

Na próxima quinta-feira (26/04), o município de Viana receberá o Farol do Saber totalmente revitalizado. O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) e da Educação (Seduc)  investiu nesta obra o valor de R$ 294.318.97, parte do programa de requalificação dos 118 faróis maranhenses.

Josefina Cordeiro Cutrim

Por solicitação do desembargador Lourival Serejo – membro da Academia Vianense de Letras (AVL), o Farol será denominado Professora Josefina Cordeiro Cutrim, ex-professora, e também ex-diretora do antigo Antônio Lopes entre 1977 a 1993, deixando naquela escola a marca de sua competência e seriedade profissionais. Também ensinou na Escola Normal N. S. da Conceição e no extinto Ginásio Bandeirante, tornando-se diretora também deste último por quatro anos (1972/1976).  Leia mais AQUI.

Os Faróis dos Saberes integram o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Maranhão, sancionado pela Lei nº 10.613, de 05 de julho de 2017. Fazem parte do Sistema todas as bibliotecas municipais, que hoje somam 158 municípios, além dos 118 faróis dos saberes e bibliotecas comunitárias.

SOBRE A OBRA:

Farol do Saber Josefina Cordeiro Cutrim

Município: Viana

Valor investido: R$ 294.318.97

Tempo da obra: 3 meses

Doação de Acervo: 500 títulos

DESCRITIVO DO SERVIÇO REALIZADO:

– Limpeza e retirada de materiais

– Reforço estrutural dos pilares, laje e marquises

– Retirada de piso cerâmico existente

– Retirada e recomposição de revestimento primário

– Retirada e recomposição de esquadrias com defeitos

– Reforço na estrutura da marquise

– Reforma do banheiro e do piso de todos os pavimentos

– Reformada a escada e corrimão, com adição de escada ao topo do farol

– Retirada, revisão e troca da estrutura da cobertura e Telhas

– Forro de PVC

– Pintura de todo Farol do Saber

– Troca de todas as esquadrias devido ao alto nível de degradação

– Instalação Hidrosanitária Refeita

– Executado todas as instalações elétricas – Iluminação e tomadas internas e externas

– Execução de paisagismo ao redor do Farol

– Instalação de novos corrimãos e restauração de pontos de corrosão

– Recuperação das Estantes de Livros

– Instalação de ar-condicionado

– Recursos de acessibilidade

(Com informações da Seduc –MA)