Operação da PF: Presos médicos no Maranhão e São Paulo; Murad continua sendo investigado

Policiais federais amanheceram hoje na porta do Condomínio Tacamarã, na Ponta do Farol, e depois da 6h entraram no 8º andar onde fica o apartamento do médicos Péricles Silva Filho. Além de documentos, ele foi conduzido coercitivamente. No mesmo horário, numa cidade de São Paulo, o também médico maranhense, Benedito Silva Carvalho, também foi preso para depor na sede da PF. Além dos médicos, o proprietário da empresa de oncologia, a Cobra, Emílio Resende, de quem foi apreendida uma aeronave no aeroporto de Araguaina.

aviao-no-tacamara

O avião foi ocultado na primeira operação Sermão ao Peixes, em novembro do ano passado, que resultou a prisão preventiva e coercitiva de empresários e do ex-secretário de saúde, Ricardo Murad. Na época, os delegados da PF acusaram que Murad liderou o desvio de R$ 1,2 bilhão dos recursos da Saúde pela via de empresas terceirizadas, como ICN e Bem Viver, por exemplo.

A nova operação, batizada de Abscôndito e Voadores visa buscar novas informações que foram sonegadas na anterior e desvendar o desvio de R$ 36 milhões

Hoje, foi confirmado pelo delegado Wedson Cajé que o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, ainda não ficou livre da operação e que continua sendo investigado. A PF tem as algemas abertas, mas o MPF pondera e quer mais provas. (Blog Luis Cardoso)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *