Mês de setembro tem mais de 14 mil casos de queimadas no Maranhão

Cerca de 300 brigadistas estão espalhados nos municípios de Amarante, Barra do Corda e Grajaú. O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, sobrevoou áreas indígenas para ver de perto a situação

Mês de setembro tem mais de 14 mil casos de queimadas no MA

Por G1 Maranhão

O mês de setembro tem mais de 14 mil focos de incêndio no Maranhão, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, sobrevoou áreas indígenas, onde brigadistas do Prevfogo e bombeiros estão atuando no combate e na prevenção de incêndios.

Cerca de 300 brigadistas estão espalhados nos municípios de Amarante, Barra do Corda e Grajaú, as queimadas já destruíram plantações e parte da vegetação nativa nas reservas, mas o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) diz que o fogo está controlado.

O ministro sobrevoou a região central do estado, que concentra a área mais atingida com as queimadas. Em muitos pontos, o verde deu lugar às cinzas e a fumaça cobre a vegetação. Na cidade de Grajaú foi montado um quartel Ibama para traçar todo o planejamento de combate ao fogo nas reservas indígenas.

Só a terra indígena Arariboia registrounesta quarta-feira (27), 207 focos e mais 139 na terra porquinhos. As altas temperaturas e o vento forte facilitam a propagação do fogo.

 

Uma das preocupações do ministro é porque não há previsão de chuva no Maranhão até a primeira quinzena de outubro. No entanto, Sarney Filho adiantou que existem recursos para garantir o trabalho necessário de combate ao fogo no estado.

“Embora com condições muito mais adversas, climáticas, a gente está tendo até agora uma diminuição das áreas queimadas” afirmou o ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *