Maria Helena Veiga dá um novo perfil à SEMDES e mostra trabalho diferenciado na área social em Paço

Ação! Essa é a palavra que resume o trabalho da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Paço do Lumiar (SEMDES).  Há  um ano como titular da pasta, a secretária Maria Helena Veiga, tem intensificado parcerias e dado um novo perfil à área social com maior inclinação a reestruturação de programas/projetos  e implantação de novos equipamentos.

Maria Helena Veiga – Secretária Municipal de Desenvolvimento Social de Paço do Lumiar

“Costumo dizer que, eu não vim para responder processo, mas para trabalhar em Paço do Lumiar, ajudando a deixar a marca da gestão na área social.  Esse é meu compromisso, sempre foi assim por onde passei, desde quando me formei em Serviço Social pela UFMA, há 19 anos”, definiu a secretária.

Entre os resultados atingidos mais recentemente, está a inauguração durante a tarde da última quarta-feira (7), do novo Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, no bairro Tambaú, em Paço do Lumiar. A implantação e total reestruturação do prédio para abrigar este equipamento, contou com a parceira do Governo do Estado/SEDES.

Assim que cheguei na gestão observei que o prédio, que já existia desde 2016, estava abandonado. Logo, articulamos parceria para fins de recuperá-lo. Hoje, após esta ampla reforma que durou cerca de 11 meses, nós estamos entregando este maravilhoso espaço para atender pessoas em situação de risco social ou que tiveram seus direitos violados”. 

Com este mesmo objetivo, outros esforços foram empenhados para melhorar a estrutura disponível em menor espaço de tempo possível. Aquisição de veículo para realização das atividades do CREAS, Inauguração em julho passado do primeiro Abrigo para Pessoas Adultas para mulheres/homens, algo que não existia no município.  Também, a implantação do “Serviço de Abordagem Social para Pessoas em Situação de Rua”, e a reativação do fornecimento de alimentos (PAA/CRAS), com a distribuição de 100 cestas de hortaliças e frutas  por semana para serem entregues a pessoas e famílias em situação de risco alimentar até dezembro. Três novas instituições, já estão sendo regularizadas (cadastradas) como fornecedoras: Clube de Mães e dos agricultores familiares da Pindoba; Coopercítrico, e APACI (Iguaíba).

A SEMDES incluiu também em sua lista de prioridades a reativação de convênios, processos, licitações e principalmente de serviços Socioassistencias  importantes. Entre os programas, destaque para a regularização de pagamentos de Aluguéis Sociais no município, onde logo de início foram efetivados e regularizados 182 pagamentos entre agosto e dezembro de 2019.  Seguindo esta mesma “estratégia” ainda foi dada devida atenção, para acelerar os processos de licitação, visando a aquisição de gêneros alimentícios, material de expediente, limpeza, auxílio  funerário,  informática entre outras necessidades e objetos necessários para dar suporte ao trabalho das Unidades observadas todas as exigências e normas legais, é claro! 

Maria Helena Veiga conta ainda que, ao assumir a cadeira de secretária, encontrou diversos problemas como recursos bloqueados, alguns inclusive com ordem de devolução já expedida, e outros que foram perdidos pelo município. Diante disto, começou a mudar todo este quadro de defasagem e dar novo ânimo aos serviços  da gestão, aplicando as soluções mais apropriadas e viáveis apontadas em diversas reuniões com sua equipe técnica.  “Conseguimos regularizar e aditivar o convênio para a “Casa Lar” que abriga crianças e adolescentes com seus direitos violados  no município. Reativar o programa Criança Feliz com a realização de seletivo e formação de equipe para execução do programa Primeira Infância, que consiste em visitação e acompanhamento familiar para promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância considerando seu contexto de vida”, explicou ela. 

 A secretária revela que a articulação de parcerias, foi de grande importância para que se pusesse em prática tudo que estava sendo planejado.  Aliás, segundo ela, serviram de suporte para desenvolvimento das ações e lastro para a implantação de alguns serviços. Um bom exemplo, a parceria formada entre município/SEMDES e Defensoria Pública, que permitiu firmar termo de convênio para atender adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, visando acompanhamento, inclusão profissional, orientação psicológica pelo projeto “Oportunizar para Ressocializar”.

“Em âmbito municipal, não foi diferente. Fizemos parceria com diversos órgãos e secretarias, com especial afinidade a SEMUS, por meio da realização de ações sociais e de saúde garantindo atendimento e direitos aos usuários, e no combate e prevenção  ao Coronavírus, ajudando na prevenção e proteção dos grupos e indivíduos mais vulneráveis durante esta pandemia”, ressaltou a secretária, lembrando que foram doadas neste caso, mais de três mil cestas básicas, 1.300 kits de higiene para idosos, e mais de 3 mil máscaras faciais,  sendo algumas destas doações angariadas com  apoio e ajuda de empresas e entidades como a UNICEF, SEAP, ou por meio de projetos voluntários como,  o Costurando Esperança que confeccionou máscaras de TNT para serem doadas a população de modo geral.

“É fato que já fizemos muito nestes 12 meses. Mas, continuamos a empreender esforços para que a assistência em nosso município, seja reconhecida como modelo de gestão a ser seguido. Temos muitos outros projetos sendo concretizados em breve, entre estes, está a implantação do CRAS da zona rural (Iguaíba), um grande passo, e mais uma porta aberta para o acolhimento e apoio de pessoas e famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, em nosso município, concluiu a secretária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *