Governo acerta ao reunir com a municipalidade para dialogar sobre ações integradas

Num estado onde tudo é motivo para intrigas, disputas e pelejas políticas, evento como o Encontro com Vereadores e Vereadoras é muito profícuo para uma reflexão sobre novos conceitos e práticas que possam contribuir para elevar o nível de qualidade da nossa classe política.

Há de se reconhecer a boa iniciativa do Governo do Estado de promover o Encontro com Vereadores e Vereadoras para “estabelecer ações integradas para melhorar a qualidade de vida da população de todo o Maranhão”.

Sempre é pedagógico reunir e escutar a municipalidade, ainda mais através da valorização daqueles que são os porta-vozes legais e legítimos das suas angústias e demandas.

Não estive no evento para fazer juízo se “mais de 1.100 representantes das Câmaras Municipais de 194 municípios maranhenses”, como garantem os releases oficiais,  realmente estavam presentes no encontro de ontem, terça-feira, 30.

Contudo, mais do que uma questão quantitativa, o importante dessa iniciativa do Palácio dos Leões, através da  Secretaria de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), é quanto o aspecto qualitativo, já que oportunizou a um conjunto de atores políticos, sociais e técnicos, uma oportunidade para trocar impressões sobre várias ações tocadas pelo executivo estadual à luz de uma conjuntura nada aminadora do ponto de vista do país.

Num estado onde tudo é motivo para intrigas, disputas e pelejas políticas, evento como o Encontro com Vereadores e Vereadoras é muito profícuo para uma reflexão sobre novos conceitos e práticas que possam contribuir para elevar o nível de qualidade da nossa classe política, historicamente habituada em achar que o governo tudo  pode e que as prefeituras e câmaras municipais não têm lá as suas responsabilidades em melhorar a qualidade de vida da população.

O fato é que estão de parabéns o Governo do Maranhão e os seus parceiros: o Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam); Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) e a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alema).

E que venham outros encontros do tipo. (Blog do Robert Lobato)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *