Ex-secretário e vereador são presos em operação da Gaeco e Promotoria de Justiça

A operação comandada pelo Ministério Público Estadual em conjunto com a Superintendência de Combate à Corrupção.

Reprodução

Nesta quinta-feira (19), uma operação de combate à corrupção cumpriu mandados de prisão e apreensão na prefeitura de Santa Quitéria. Com a ação, foi desarticulada uma quadrilha criminosa que desviou mais de R$ 3 milhões do município de Santa Quitéria, entre 2015 e 2016, através fraudes licitatórios.  A operação aconteceu também aconteceu em São Luís . Os mandados foram expedidos pelo juiz da 1a Vara Criminal de São Luís.

O Procedimento Investigatório Criminal apurou que o município de Santa Quitéria realizou procedimentos licitatórios para a contratação de serviços de manutenção veicular e de locação de veículos. A licitação teria sido direcionada para beneficiar a empresa Translumar- Limpeza Urbana e Transporte Maranhense. As irregularidades foram cometidas na gestão do ex-prefeito Sebastião Araújo Moreira.

Durante as investigações, foi constatado que a Translumar não exercia suas atividades no endereço indicado como sua sede, não possuía veículos cadastrados em seu nome e que tivessem as especificações contidas no Edital e não possuía funcionários registrados.

Na ação, documentos foram apreendidos e serão analisados pela polícia.

 

Durante a operação, Dalila Pereira Gomes, Keller Bernardo Aquino da Silva, Eliza dos Santos Araujo Lima, João Francisco Amorim Moreira foram presos. O vereador Francisco das Chagas Silva, conhecido como “Chico Motorista”, foi preso em flagrante por posse de arma de fogo. O contador Osmar de Jesus foi preso por posse de arma de fogo e usurpação de documentos públicos. Ele estava de posse de processos licitatórios completos. Luís Henrique Almeida Lopes está sendo procurado.

Com informações do MA-10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *