Eleições 2018: Poucos acreditam que Roseana seja candidata ao governo

Há muita especulação sobre o futuro político da ex-governada que não assume e nem nega candidatura ao governo, senado ou de deputada estadual em 2018.

Blog do Robert Lobato

Em rodas de conversas políticas são poucas as opiniões de que Roseana Sarney (PMDB) será candidata a governadora em 2018. Até mesmo entre alguns aliados históricos da peemedebista, a avaliação corrente é que ela não disputará cargo eleitoral algum.

Um experiente jornalista e intelectual ligado historicamente ao grupo Sarney, afirmou recentemente em uma rápida conversa com este blogueiro, que conhece Roseana o suficiente para concluir que ela não tem interesse pelas eleições de 2018, ao menos na condição de candidata.

“A perfeitamente perceptível a falta de interesse de Roseana por candidatura ao governo ou qualquer outro cargo nas próximas eleições. Ela não tem feito movimento algum que mostrasse o contrário, ou seja, não se vê viajando pelo estado, não participa de eventos públicos ou sequer aparece recebendo atores da classe política”, avalia a fonte de Blog do Robert Lobato.

Uma outra fonte, desta feita uma ex-parlamentar, considera que Roseana Sarney “só sairia candidata se as pesquisas apontassem índices acima de 60%, e como isso é praticamente impossível de acontecer por conta da alta rejeição da ex-governadora, é fácil concluir de que ela não será candidata”.

Mas nem todos são pessimistas quando o assunto é candidatura da “Branca”.

Um destacado entusiasta do projeto “Roseana governadora-15”, entende que Roseana está apenas “se preservando da máquina de moer adversários do Palácio dos Leões, pois na hora que se movimentar ou disser que é candidata o governo comunista parte pra cima dela com gosto de gás, e como a eleição ainda está relativamente longe é um risco se expor agora”.

De qualquer forma, sendo candidata ou não, a eleição deve passar pela ex-governadora.

Nem que seja como cabo eleitoral de luxo de algum aliado ou aliada que entre na disputa pela sucessão de Flávio Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *