Agência Executiva Metropolitana participa do Diálogos Metropolitanos do PDDI da Grande Ilha

Aconteceu nesta quinta-feira, 22, o I Encontro para os Diálogos Metropolitanos do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI). O evento, promovido pelo Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) – em parceria com a Agência Executiva Metropolitana (AGEM) e com o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos do Maranhão (IMESC) -, foi realizado na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

O objetivo do Diálogos Metropolitanos é aproximar a comunidade acadêmica das discussões sobre o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana da Grande São Luís (PDDI-RMGSL). De acordo com o presidente da Agência Executiva Metropolitana, Lívio Jonas Mendonça Corrêa, envolver a Universidade neste processo é fundamental. “A academia é uma grande fonte de conhecimento, o que irá ajudar a fechar o diagnóstico do PDDI, que é o planejamento para a Região Metropolitana da Grande São Luís”, afirmou.

Durante o Encontro foram discutidos três eixos: Territorial, Sociodemográfico e Econômico. Lívio Jonas explica que, por meio dessas temáticas, é feita uma análise das potencialidades econômicas e, ainda, das vulnerabilidades dos municípios que compõem a RMGSL. “Isso nos ajuda a visualizar e construir o Plano, que norteia as ações da Agência Executiva Metropolitana”, revelou.

PDDI

O Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado visa construir um processo de planejamento metropolitano, envolvendo as cidades que compõem a Região Metropolitana da Grande São Luís. Para isso tem a participação dos órgãos de gestão municipal, estadual e federal, contando com o apoio da sociedade civil organizada em seus movimentos sociais, associações empresariais e populares.

Lívio Corrêa esclarece que o Plano Diretor está sendo desenvolvido pela SECID, em parceria com o IMESC. Segundo ele, a AGEM está dedicada tanto à etapa de articulação com os prefeitos dos municípios que fazem parte da Região Metropolitana, quanto no desenvolvimento de projetos canalizadores para o PDDI, tais como o Plano de Resíduos Sólidos e o Plano de Acessibilidade. “Estes fazem parte do Plano Diretor, mas já avançamos no desenvolvimento e ambos serão adequados aos que constam no PDDI, quando este for finalizado”, explica. Lívio Corrêa acrescenta, ainda, que, para 2019, já está definida a realização do Plano de Saneamento Básico, “o qual também faz parte do PDDI, ou seja, é de interesse comum”.

RMGSL

A Região Metropolitana da Grande São Luís, regida pela Lei Complementar Estadual nº 174/2015, abrange 13 municípios: Alcântara, Axixá, Bacabeira, Cachoeira Grande, Icatu, Morros, Paço do Lumiar, Presidente Juscelino, Rosário, Raposa, São José de Ribamar, Santa Rita e São Luís. A população total é de 1.590.138 habitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *