Viana – sem luz no fim do túnel

No apagar das lamparinas de 2018, suas excelências, nove de quinze vereadores de Viana deram mais um presente de grego, dos muitos que a Prefeitura vem oferecendo aos vianenses, em forma de descaso e abandono da cidade.

Macho Velho mandou – os vereadores obedeceram

Em uma sessão extraordinária aprovaram aumento da taxa de iluminação pública em um município que dá medo em qualquer cidadão a sair na noite, diante de uma rede elétrica caduca, da década de setenta e que não recebe quase nenhum benefício, nem da Cemar, tampouco da prefeitura que vai lucrar com o aumento.

Os compenetrados edis, que tomam café, almoçam e jantam na mesa grande de madeira de Macho Velho, portanto, deram mais uma prova de amor e trabalho, honrando assim os votos que receberam do povo, pra não dizer o contrário.

Moral da história: os eleitores votaram no escuro, sem saber que nunca terão retornos dos seus votos em forma de benefícios, e sim na forma de exploração daquilo que tem de mais sagrado: o seu rico dinheirinho, suor do trabalho, que inclusive também não foi pago para muitos servidores contratados.

Rua que dá acesso ao bairro Colheireiras, em Viana. Buracos e escuridão

VOTARAM A FAVOR DO AUMENTO DA TAXA

1 – Vereadora Cielma (PTC)

2 – Vereador Lairton Brasil (PRB)

3 – Vereador Jefferson Gomes (MDB)

4 – Vereador Nelson Mendonça (PSL)

5 – Vereador Nadson do Ovo (PSDB)

6 – Vereador Gerson Padilha (SD)

7 – Vereador Duduca Vigilante (PcdoB)

8 – Vereador Frank Ribeiro (PSD)

9 – Vereador Branco da Farmácia (DC)

 

VOTARAM CONTRA O AUMENTO DA TAXA

10 – Vereador Luzardo Segundo (PHS)

11 – Vereador Irmão Valdinho (PSL)

12 – João de Marcos (PRB)

13 – Vereador Chico de Alfredo (PR)

 

Obs 1: O vereador Álvaro Filho não estava presente na seção extraordinária na Câmara.

Obs 2: Presidente da Câmara,  vereador Valter Serra não vota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *