Viana e Rosário disputam o titulo de “obra mais bizarra” durante a pandemia

A pandemia da Covid-19 já chegou a quase todos os 217 municípios do Maranhão. Enquanto o presidente da república, Jair Bolsonaro não está nem aí para os mais de 6 mil morto e colapso nos hospitais de toda a nação; um novo e fantasmagórico Ministro da Saúde que até agora não disse a que veio; um governo do Maranhão tonto e sem planejamento e, para piorar, dezenas de prefeitos sem noção, com os cofres cheios com recursos recebido do Governo Federal, e servindo de piada para a população, que sofre desassistida.

 Em Viana, a página oficial da Prefeitura de Viana em uma rede social anunciou, na última quarta-feira (29), como “Ação contra o Coronavírus” a instalação de pias para clientes da Feira da Barra do Sol lavarem as mãos.

Por mais estarrecedor que pareça, Magrado inaugura uma pia em plena pandemia, mas não consegue resolver o problema crônico da falta d’agua na cidade. A pia não tem sequer sabão e papel toalha descartável ou lixeira. Para completar, denúncias graves envolvem a aplicação do dinheiro extra recebido. São mais de 600 mil reais para que a Prefeitura tivesse confeccionado apenas 2 mil máscaras, sem utilizar a mão de obra das costureiras da cidade. Até mesmo “Kit Escolar de Sardinha”, foi entregue na quantidade unitária de 01 (um) por família, quando o recurso enviado foi referente ao número de alunos da rede municipal.

O CARRO DE MÃO DE ROSÁRIO

Já em Rosário, Irlahi Linhares, decidiu que era momento de destoar um pouco da pandemia de coronavirus e decidiu, no dia do trabalhador, doar carros de mãos para trabalhadores rurais do município. O gesto foi visto como uma piada, pois é público e notório que a saúde do município anda na UTI. De saída da prefeitura, Moraes já não liga mais se o povo vai falar bem ou mal da sua gestão. O importante é cumprir tabela.

Os internautas não aliviaram e partiram pra cima da prefeita com gosto de gás.

Enquanto a pandemia se espalha, dezenas de prefeitos estão em quarentena, ou seja, escondidos, com medo e sem nenhuma utilidade para a população que os elegeu.

O povo, com certeza vai lembrar, diante das urnas (não a funerária) quem é o pior vírus desse momento triste pelo qual passamos. (Com informações do Blog do Neto Cruz)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *