Viana – Caso Marcus Carvalho. Será que a Secretaria de Segurança vai ser a última a saber?

Neste domingo (12) completam 23 dias do brutal assassinato do agrônomo e professor Marcus Vinícius Carvalho, o Marcus de Dulcídio, ocorrido à luz do dia, na porta da garagem dos seus pais, no bairro Matriz, em Viana-MA. (Reveja).

Em que pese à presença do Secretário Estadual de Segurança, Jefferson Portela no município, poucos dias depois do crime –  a promessa em entrevistas que iria elucidar o caso – e a análise de imagens de câmeras com a fuga dos supostos criminosos, pela Polícia Civil, nenhuma posição foi divulgada ou comunicada à família. (Reveja)

 O caso parou na falta de comprovação da autoria intelectual, da motivação e do autor dos disparos que vitimaram o professor.

No último sábado (4), amigos e familiares percorreram as ruas de Viana e seguiram até o Fórum da cidade, na Av. Luis Couto, onde proferiram palavras de ordem e cobrança por justiça. Reveja Aqui e aqui. No entanto, o mistério permanece:

– QUEM MANDOU; QUAL A MOTIVAÇÃO E QUEM MATOU MARCOS DE DULCÍDIO?

Especulações (?)

Nos últimos dias, grupos das redes sociais do município têm sido municiados com dezenas de especulações sobre as reais motivações do assassinato.

Por mera relação de causa e consequência, se isto se dá, essa morosidade beneficia, pela lógica, o assassino (e os mandantes) com possibilidade estendida de se eliminar provas, agravado pela perda da memória circunstancial da população da cidade e do Estado sobre o bárbaro assassinato.

Enquanto setores da política de Viana, principalmente grande parte dos vereadores, que está mais é preocupada em agradar o chefe, seus desmandos e suas decisões monocráticas para se safar da lei e dos humores do eleitorado nas eleições vindouras, interpõe-se um silêncio ensurdecedor no Sistema Estadual de Segurança e na própria gestão municipal, em defender um cidadão de bem, educador estadual, agrônomo, e que não mereceu sequer um luto oficial pelo seu covarde assassinato.

Algo que, de pronto, já exigiria da Secretaria Estadual de Segurança e, principalmente dos vereadores de Viana – alguns tão ativos na defesa do prefeito-, a exercer o mesmo ativismo na cobrança da elucidação do assassinato de Marcus Carvalho, do qual se omitem escandalosamente. Até quando?

8 thoughts to “Viana – Caso Marcus Carvalho. Será que a Secretaria de Segurança vai ser a última a saber?”

  1. O que vi aqui nos comentários me chamou muita atenção. Mesmo porque depois foi apagado.
    Não vi no post menção e acusação a ninguem. Muito pelo contrário traz criticas severas à falta de informação e resolução sobre o crime por parte da cúpula policial do Estado.
    Fiquei estarrecido com a revolta da sobrinha de minha ex cunhada sobre a postagem. Não tem sentido, a não ser que ela não deseje o desvendamento do crime. Aqui não foi feita nenhuma acusação de autoria.
    Precisa explicar sua posição e dizer porque seus comentários foram apagados.

    1. Olá, Dr. Zé Mauro; sobre os comenta´rios anteriores (aos quais vc se refere), por uma ironia, o técnico do Blog fez uma varredura, porque o provedor não estava identificado as mensagens recebidas, Infelizmente foram apagadas sem que eu tomasse conhecimento e não foi mais possível recuperar. Outrossim, o espaço está franqueado para comentários e debates que ajudem a Sec. de Segurança a desvendar esse terrível crime, que se faça justiça e console a família Carvalho, pela perda irreparável do nosso querido Marcus. Abs.

  2. Obrigado estimado amigo. Sei que está a nosso lado nesta luta. Alem de nossa amizade seu senso de Justiça conduz sua conduta humana e justa.
    Obrigado.

    1. Os referidos comentários foram apagados pelo proprietário do blog, o “jornalista”, ou então pelo servidor/site por erro técnico como ele sugere, mas tenho todos os prints a quem se interessar e posso mostrar de forma virtual ou presencial a quem quiser. Quem entende o mínimo de internet sabe que não tem como o próprio comentarista apagar comentário de sites sem validação do do dono do endereço eletrônico. Nem hacker sou, sou cidadã de bem, trabalhadora, que também anseia pela justiça em suas mais variadas formas; inclusive a justiça divina, pois essa não falha jamais.

      Jéssica Mendes Costa de Freitas Santos – [email protected]

  3. Censura no Brasil, desta vez partindo de “jornalista” ! Do quem e de quem ele teria medo? O que motivaria a apagar meus comentários? Ou que?!

    1. Minha cara, já dei minha explicação e publiquei os seus vômitos de tentativa de intimidação. Pelo visto, você está mais preocupada com a opinião e a divulgação do Jornalista editor do Blog Vianensidades, do que colaborar para que este covarde e brutal assassinato (praticado por pistoleiros profissionais) sela elucidado. Porque não dá a sua versão? porque não defende quem está sendo acusado pela opinião pública vianense? Qual o teu senso de moral nessa novela de terror? Nem adianta tentar me intimidar com palavras, pois já pesquisei o teu estilo infame, autoritário e mal educada de ser. Não pense que por nascer em berço de ouro te condiciona a querer ser melhor que os seus semelhantes. Melhor você buscar moral, respeito e justiça no seu próprio seio familiar, que está sendo execrado por práticas nefastas e nada compatíveis com a moral e os bons costumes: PRINCIPALMENTE NO CASAMENTO! O seu alvo é outro, não este Jornalista!

      1. Eu não sou investigadora da polícia e infelizmente não sei informações sobre o caso que possa ajudar, mas torço pra que tudo se elucide de forma mais breve possível, com justiça, verdade e honra.

        Quanto ao que você falou sobre “berço de ouro” eu sugiro que refaça a pesquisa, pois é justamente o contrário, foi muita batalha e muito estudo para chegar onde estou, com muita dificuldade na vida, sem politicagem, desonestidade, mentiras ou ilegalidade, o que muito me orgulha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *