Situação em Viana fica ainda pior com fortes chuvas e repercute em todo o Maranhão

Não é mais novidade que o município de Viana enfrenta uma das piores crises administrativas de sua história. Com o aumento das chuvas, os problemas e a revolta também cresceram, proporcionalmente aos estragos.

Nos últimos dias, a fúria de São Pedro teve a participação especial da Prefeitura, que deixou aberta um vala para o sistema de drenagem nas obras da Avenida Luiz Almeida Couto, paralisadas no último mês. A avenida ficou completamente alagada, com “afluentes” que transbordaram para a Rua 9 de março e redondeza, invadindo casas e causando transtornos. O problema repercutiu nesta quarta-feira (11), no Jornal do Maranhão 1a. Edição, da TV Mirante. Uma reportagem mostrou o sofrimento dos moradores do local.

Assista ao vídeo:

As críticas aumentaram ainda mais contra o prefeito Magrado Barros (DEM), que já acumula um alto índice de reprovação na gestão. “Você fez um serviço nojento, prefeito”, diz um internauta que filmou a situação. “Nunca tinha acontecido isso em 20 anos”, relatou outro morador da região. “Olha a porcaria que você fez, seu prefeito! Você não tem consideração com o povo, não”, lamentava outro.

Assista:

Com as ruas completamente alagadas, residências foram inundadas, causando  prejuízos em móveis, geladeiras e outros utensílios domésticos. Para fugir das doenças, os pais tiveram que colocar as crianças em cima de locais mais altos do que o chão, como camas e redes. Casas do Residencial Frei Serafim também foram invadidas pelas águas das chuvas devido às escavações feitas no local.

O clima de animosidade e indignação entre os vianenses têm sido ainda pior do que as fortes chuvas que deságuam na Cidade dos Lagos. Praticamente, às vésperas da eleição, os transtornos com as enchentes se unem à insatisfação popular com a administração de Magrado, que não deu um único depoimento de apoio aos atingidos pelas tempestades de água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *