Prefeitura de Viana recebeu mais de meio milhão de reais para Coronavírus, mas pacientes estão sendo tratados em São Luís

O prefeito de Viana, Magrado Barros (DEM), informou hoje (27) em sua própria página em uma rede pessoal, que o município registrou mais um caso de coronavírus. Com o número, já são três casos positivos registrados da doença na cidade, que fica a apenas 13 quilômetros de Matinha, onde o número de infectados já chega a 12 (doze) no total, com 5 (cinco) novos casos registrados, sendo uma das cidades do interior com maior incidência no estado, fora da Região Metropolitana de São Luís.

A situação é grave e tem feito os vianenses se preocuparem, com toda a razão. Viana já tem 33 casos suspeitos da covid-19. Como município polo no sistema de saúde estadual, provavelmente deverá receber os casos de municípios vizinhos, sem a mínima estrutura adequada. Ao contrário de Matinha, onde a Prefeitura adquiriu testes da doença para disponibilizar à população, não há testes sendo realizados na cidade. Ou seja, o número de casos deve ser ainda maior do que apontam os dados da Secretaria Municipal de Saúde.

A administração do prefeito Magrado que, inclusive, é proprietário de farmácias, já recebeu exatos 465 mil, 891 reais e 60 centavos do Ministério da Saúde somente para prevenção e tratamento do novo coronavírus. Este mês ainda houve o repasse de 200 mil reais destinados a incremento temporário no custeio dos serviços de Atenção Básica, totalizando mais de 665 mil reais.

Apesar da fortuna já depositada nos cofres municipais, ninguém sabe, de forma detalhada, como o recurso tem sido aplicado. Na semana passada, o Conselho Municipal de Saúde convocou reunião para tratar da aplicação da verba, mas o prefeito se ausentou, antes mesmo do início dos debates, a pretexto de atender a um chamado urgente na Prefeitura.

Doentes tratados em São Luís 

A doença grave já matou mais de 125 pessoas no Maranhão, fora os casos não registrados oficialmente. Não basta marcar com tinta a distância nas filas bancárias ou adquirir máscaras de proteção. O prefeito Magrado Barros precisa investir os recursos na melhoria e adaptação da rede pública de saúde para atender os casos de coronovírus, que exige muito mais do que o funcionamento de unidades de saúde, mas estrutura específica de atendimento.

Viana recebeu mais de meio milhão de reais, mas todos os casos estão sendo encaminhados para os hospitais do estado, em São Luís. O município não investiu um real em respiradores, nem no treinamento dos profissionais de saúde. As orientações de prevenção contra a covid-19 estão sendo feitas somente nas redes sociais, ou seja, a população dos povoados, sem acesso a internet não tem sido alcançada de forma alguma.

Sem o mínimo exigido para assistência hospitalar da população, Viana pode viver momentos muito difíceis no caso de agravamento da situação, que ninguém em sã consciência deseja para sua terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *