Falta de respeito! Alunos e professores de Viana vivem dias de inferno sem ar-condicionado nas salas

Junto com cadernos e livros, estudantes de Viana agora também carregam ventiladores para conseguirem assistir às aulas. A cena vergonhosa revela a situação de algumas escolas do município, entre elas a Escola Edith Nair, na sede. O colégio está há mais de 70 dias funcionando com duas salas de aulas sem ar-condicionado.

Em meio a um calor de quase 40 graus, os alunos que não podem trazer ventiladores ficam se abanando com caderno e livros, em situação de evidente prejuízo ao aprendizado. Apesar das verbas destinadas à educação pública serem em maior quantidade do que as de outros setores e municipalizadas, ou seja, repassadas diretamente para os cofres municipais, o problema persiste prejudicando professores e estudantes vianeneses. A Prefeitura Municipal, por sua vez, não informa nada sobre a possibilidade de manutenção ou mesmo troca dos aparelhos de ar-condicionado e menos ainda de prazo para resolver.

Pais, professores e diretores já fizeram diversas reclamações, inclusive oficialmente, à Secretaria Municipal de Educação, que sequer respondeu. Uma professora chegou a ministrar aulas na Sala de Informática, onde ainda existe ar-condicionado para evitar que os computadores se danifiquem. Indignado, o vereador João de Marcos (PRB) denunciou a falta de responsabilidade da Prefeitura sob a administração do prefeito Magrado Barros (DEM).

“A situação é dramática. O governo que está aí diz, na mídia, que a educação de Viana é a melhor. Ainda falta muito pra chegar isso. Precisamos que ele tenha respeito com a população vianense e não diga mentiras. Como vereador do meu município, eu fico revoltado ao ouvir dizer que a educação aqui é de primeira qualidade”, protestou o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *