Eleições 2018 – Viana procura representantes para chamar de “seus”

O que têm em comum o irreverente e carismático Walber Duailibe, (falecido), que nasceu em São Luís e foi prefeito de Viana de 1973 a 1976 e de 1982 a 1988, em mandato prolongado; o craque e ex-prefeito Djalma Campos, (falecido), e também o ex-prefeito Chico Gomes (ainda na ativa)?

Arquivo

Tratamos aqui dos três mais recentes e conhecidos ex-deputados estaduais que já representaram genuinamente o nosso município na Assembleia Legislativa.

Sem entrar nos detalhes das atuações, emendas parlamentares ou outros benefícios destinados e ou intermediados por esses parlamentares, a quarta cidade mais antiga do estado clama por uma voz firme, determinada e comprometida com a inclusão de Viana entre as obras estruturantes que hora são realizadas todas as regiões pelo governo do Estado, porém, o que assistimos até então por estas bandas são os famosos “puxadinhos”, remendos em escolas ou asfalto jogado nas ruas sem a mínima condição de longevidade.

O que foi prometido ou ainda iniciado continua sem sair dos alicerces – ou sem sair do papel.

O Blog Vianensidades, atendendo pedidos dos seus milhares de seguidores, fez um levantamento parcial sobre a situação real e o desenrolar destas eleições majoritárias, na qual vamos eleger presidente, senadores e deputados.

Sim, são eles, queiramos ou não que vão definir o nosso futuro e das próximas gerações.

Depois da eleição de Magrado Marros (PSDB), em 2016, os grupos políticos locais se esfacelaram e, agora, tentam juntar os cacos, neste pleito que pode fortalecer e fazer a diferença já no próximo ano de 2020 para prefeito.

O Blog selecionou algumas situações, de modo que o eleitor/internauta possa visualizar o cenário com mais consciência e, assim poder escolher o seu representante, ou seja, um parlamentar que assimile o DNA vianense, que reconheça nossas carências e mazelas e que retorne ao município depois da eleição.

Rumo à reeleição

Mesmo a maioria dos grupos, inclusive os inquilinos do Casarão Azul, apoiando a reeleição de atual governador, Flávio Dino (PCdoB), nota-se a falta de coerência ideológica e o que se sobrepões são os interesses coletivos ou individuais daqueles que montaram verdadeiros QGs eleitorais na Cidade dos Lagos.

Federais e estaduais

O sindicalista Cleinaldo Bil, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais, Cleinaldo Bil, uma das boas surpresas do último pleito estadual, com votação expressiva em Viana, sua terra natal (8.211 votos no geral), vem com força total, agora mais experiente e com novas parcerias políticas.

Mais uma vez candidato a deputado estadual, oriundo das camadas populares, um dos fundadores do PT e militante da CUT, Bil conta com apoio do movimento sindical e, fechou dobradinha com Luzardo Segundo (PHS), jovem vereador vianense que experimenta as urnas como candidato a deputado federal.

Cleinaldo Bil, Cezar Bombeiro e Eduardo Braide. – Forte votação no bairro Liberdade, em São Luís

Na capital São Luís, Bil conta com o apoio e o carisma de Eduardo Braide, que depois da grande votação que quase o conduziu à Prefeitura, agora tenta a Câmara Federal, além da força eleitoral do irmão, o vereador Cezar Bombeiro (PSD).

Nélio Júnior e Marcone Veloso comandam o corpo a corpo por Gastão Vieira em Viana

O jovem historiador, estudante de direito e ex-candidato a vereador, Nélio Júnior, com apoio de nomes como Marcone Veloso, Dirce Costa, Joaquim Campelo, Jarbas Bezerra, Leonardo Barros, Adgerson Serrão, Geraldo Costa, Rose Barroso, Cleonildo Santos, entre outros, apoiam e fazem uma forte campanha para o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira (PROS), cotadíssimo pelos analistas para voltar à Câmara Federal.

Na esteira dessa caminhada, também estão sendo apoiados os candidatos a deputado estadual, Jota Pinto (Patriotas), Honorato Fernandes (PT), Dr. Iglésio (PDT), e devem amealhar o seu quinhão de votos na cidade.

Carrinho Cidreira – fechado com Bira (federal) e Toca Serra (estadual), de olho em 2020.

O empresário e ex-prefeito Carrinho Cidreira (PSB), com o gás renovado e bem colocado em várias enquetes para prefeito de Viana, aposta em Bira do Pindaré (PSB), para federal e em Toca Serra (Patriotas), para engrossar o seu calibre político/eleitoral e, assim tentar mais uma vez realizar o sonho de ser prefeito da sua terra natal.

Ciro Neto e Dr. Ezequiel Gomes – parceria que pode render frutos agora e no futuro.

Já o advogado Ezequiel Gomes, que se manteve com a coerência política do ex-prefeito Chico Gomes, aposta no projeto político do jovem administrador Ciro Neto (Progressistas), filho do prefeito de Presidente Dutra, Juran Carvalho, e também aposta na reeleição do deputado federal João Marcelo (MDB), filho do senador João Alberto (MDB).

Com apoio de mais 40 municípios, a maioria da Região Central, e a determinação do pai prefeito, Ciro Neto deve sair com grande votação e reais chances de ocupar uma cadeira na ALEMA.

Ezequiel abriu as portas do seu sítio, na MA-014, para a militância do candidato, e tem feito sucessivas reuniões com lideranças, inclusive com Chico Gomes, coordenador local da candidata Roseana Sarney (MDB).

Fellickson do Posto, Getúlio Júnior e lideranças, abracaram as campanhas de Josimar e Vinícius Louro.

O empresário Fellickson do Posto, presidente do PR em Viana, também arregimentou seus correligionários e caiu em campo na região, apresentando o candidato a deputado federal, Josimar de Maranhãosinho (PR), e Vinícius Louro (PR), dupla que se fez presente em vários eventos em Viana, para conhecer e o potencial econômico e eleitoral da Baixada.

Fellickson tem como fiel escudeiro o ex-secretário de esportes, Getúlio Júnior e, também podem sair vitoriosos com os seus dois candidatos.

Correndo por fora

Viana também pode ter a surpresa de pela primeira vez ter uma representante do sexo feminino na Assembleia Legislativa.

Mical Damasceno no corpo a corpo – carisma e forte votação do segmento evangélico do Estado

Sem muito alarde nas hostes políticas tradicionais, mas com forte militância no segmento evangélico, Mical Damasceno (PTB), filha do pastor Pedro Aldi Damasceno, presidente das Assembleias de Deus no MA, já figura como favorita pelos analistas, na chapa Maranhão Pode Mais. A conferir.

Debutante

O Jovem Leandro Azevedo, filho da professora vianense Heloisa Ericeira (in memorian), que teve cinco mandatos em Santa Luzia do Tide, estreia na política já contando com esse capital eleitoral da mãe.

Leandro Azevedo (centro) – estreia com carisma e prestigio na política

Leandro tem um forte trabalho social na região do Pindaré e, também fez campanha em Viana, onde tem muitos parentes e amigos, em busca de engrossar sua votação.

O fator Magrado

Eleitores de Magrado Barros atendem o seu chamado e fazem barulho em Viana.

O prefeito de Viana Magrado Barros (PSDB) poderia estar voando em céu de brigadeiro nesta eleição, porém, a crise política e econômica do país, a sua inexperiência administrativa e esperança de mudança que os 14.400 votos vianenses depositaram na sua eleição viraram cinzas no atual cenário.

Macho velho vive uma crise braba no seu próprio terreiro, a começar pela vice-prefeita, Lucimar Gonçalves, que segue a orientação política do filho, ex-prefeito Rilva Luís, que aposta suas fichas na reeleição do federal de Pinheiro, Victor Mendes.

A sua base de oito vereadores foi implodida pela última eleição para a direção da Câmara Municipal e, cada edil está livre para suas próprias escolhas.

Na última quarta-feira (3), o gestor vianense se esforçou para não decepcionar os seus dois escolhidos, Juscelino Filho, federal (DEM), e estadual Marcelo Tavares (PSB), Chefe da Casa Civil, e candidato a reeleição.

Macho Velho usou a força da máquina administrativa e colocou povo nas ruas, com barulho, foguetes e comício na Praça de Eventos.

O evento, claro, deixou parcela da população boquiaberta, visto que o gestor vianense é detonado diariamente nas redes sociais, que mostram fotos e imagens do descalabro administrativo na cidade, ruas de lama e buracos, salários atrasados, problemas no hospital, falta de ambulância e de merenda escolar.

Será que se perpetua entre o povo de Viana essa cultura do “complexo de vira-latas” – ou, na pior da hipótese, aquela da “mulher de malandro” que quanto mais apanha, mais submissa se mantém? Ou esse masoquismo inexplicável de sofrer humilhações, desprezo e mesmo assim se mostrar feliz ao menor aceno do político que lhe serve de algoz. Freud explica?  

Como se observa, os 34.491 (Dados do TSE) eleitores vianenses serão perseguidos e fatiados entre os candidatos com maior volume de campanha e mobilização eleitoral.

Impossível prever se caso a maioria dos candidatos se eleja ou reeleja, se eles serão gratos ao povo de um município de 261 anos, Polo da Baixada Maranhense, berço de artistas, intelectuais, músicos e esportistas, entre outros talentos, visto que Viana tem pressa por progresso e desenvolvimento.

As cartas estão na mesa, o jogo será jogado e, cabe ao eleitor soberano, escolher e, todavia, lembrar que ao vender o seu voto, também poderá estar comprometendo o futuro da sua cidade, de sua família e dos seus descendentes. Que vençam os melhores!    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *