Bumba Meu Boi é eleito Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

Anúncio foi feito pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em Bogotá, na Colômbia.

Bumba boi é o carro-chefe de atrações do São João do Maranhão; no detalhe índia dança com o Boi de Axixá — Foto: Divulgação/ Lauro Vasconcelos

Por G1 MA — São Luís, MA

O Complexo Cultural do Bumba meu Boi se tornou Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. O anúncio foi feito pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em Bogotá, na Colômbia.

O Bumba Meu Boi agora é o sexto bem brasileiro a integrar a lista internacional junto com a Arte Kusiwa – Pintura Corporal e Arte Gráfica Wajãpi (2003), o Samba de Roda no Recôncavo Baiano (2005), o Frevo: expressão artística do Carnaval de Recife (2012), o Círio de Nossa Senhora de Nazaré (2013) e Roda de Capoeira (2014).

A candidatura foi analisada pelo Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco, durante a 14º reunião realizada em Bogotá.

Delegação do Iphan defende a candidatura do Bumba meu Boi como  Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. — Foto: Divulgação/Iphan

O Bumba Meu Boi é uma das principais manifestações culturais do Estado e recebe destaque pela diversidade dos sotaques durante o festejos de São João realizados no Maranhão. A brincadeira foi reconhecida pelo Iphan como Patrimônio Cultural do Brasil em 2011, sendo considerada um ‘Complexo Cultural’, por agregar diversos bens associados em uma única manifestação.

Enraizado na cultura religiosa, o bumba meu boi envolve a devoção aos santos juninos São João, São Pedro e São Marçal, que mobilizam promessas e marcam datas comemorativas.

Considerado a mais importante manifestação da cultura popular do Maranhão, o ciclo festivo é dividido em ensaios, batismo do boi, as apresentações públicas ou brincadas, e a morte do boi. É vivenciado pelos brincantes ao longo de todo o ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *