Governo autoriza intervenção em empresa de FerryBoat

O governador Flávio Dino editou decreto, nesta segunda-feira (17), autorizando a intervenção no serviço de transporte intermunicipal aquaviário realizado pela empresa Servi-Porto. No último dia 15, a empresa paralisou os serviços nos terminais Ponta da Espera e Cujupe, causando transtorno e prejuízos para os usuários.

O transporte intermunicipal aquaviário é uma concessão de serviço público. O decreto também determina a realização de nova licitação para o serviço, cujo edital será publicado pela Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), em até 30 dias.  “Visando restabelecer regularidade do serviço de ferry boat para a Baixada, hoje editei Decreto de intervenção em uma das empresas e determinei a realização de licitação”, informou o governador Flávio Dino em sua rede social.

A intervenção do Governo do Estado na empresa visa assegurar a continuidade e a regularidade da prestação do serviço de ferry boat e será acompanhada pelo interventor Jailson Luz, funcionário da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP). Durante o período de intervenção, as embarcações da Servi-Porto poderão ser operadas pela outra permissionária, a Internacional Marítima, mediante acordo operacional,  até que seja celebrado novo contrato decorrente do processo licitatório. (Fonte: Portal do Gov. Ma)

Maranhão registra mais de 500 casos suspeitos de dengue em 45 dias

De acordo com a Secretaria de Saúde, municípios de Barra do Corda, São Pedro dos Crentes e Fortaleza dos Nogueiras são os que mais preocupam pela incidência dos casos.

Maranhão registra mais de 500 casos suspeitos de dengue em menos de dois meses

Por G1 MA — São Luís, MA

Em 45 dias, foram registrados 503 casos suspeitos de dengue em municípios do Maranhão, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES). O relatório também aponta que durante este período, o estado obteve 25 ocorrências de febre chikungunya e 21 de zika virus.

De acordo com a SES, os municípios que mais preocupam são Barra do Corda, São Pedro dos Crentes e Fortaleza dos Nogueiras, por serem locais com índice de infestação alto e onde o mosquito Aedes aegypti tem mais chance de se proliferar.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Maranhão é um dos estados que poderão ter surto de dengue em 2020. No ano passado, foram registrados mais de 1 milhão de casos de dengue, com 782 mortes, o que representou um aumento de 488% em relação a 2018.

Continue lendo.