Feira do Vicente Fialho recebe cobertura metálica

A reforma está sendo realizada pelo Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana

A Feira do bairro Vicente Fialho é uma das mais tradicionais de São Luís. O passar dos anos, entretanto, causou desgastes ao local, o que vem sendo solucionado por meio de um trabalho de reforma completa implementado pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de São Luís.

A obra, que está sob responsabilidade da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), compreende uma área de 771.34 m². Encontra-se atualmente em fase de colocação de telhado metálico, “que garante maior resistência e durabilidade”, diz o presidente da AGEM, Lívio Corrêa.

Para o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues, a reforma da Feira do Vicente Fialho é um trabalho de extrema importância para o abastecimento e comercialização na área do Vicente Fialho e adjacências. Para ele, essas ações em parceria Governo e Prefeitura têm resultado em muitos benefícios para a população. “Um exemplo é essa feira que, depois de pronta, será mais moderna que antes e irá garantir comodidade para feirantes e população”, disse. 

O gerente da Feira, José Raimundo Silva Pires, concordou com Ivaldo Rodrigues e acrescentou as dificuldades que os comerciantes e compradores enfrentavam. “Antes aqui era um pesadelo. Com essa obra tudo irá melhorar, até as vendas irão aumentar”, afirmou.

Projeto

Os serviços de reparação no mercado popular incluem nova cobertura com vigas metálicas, recuperação do piso, das bancadas e das esquadrias antigos, reforma dos boxes, substituição do revestimento danificado e proteção para quadro elétrico. A proposta da reforma foi toda elaborada com base em visitas técnicas à Feira, “bem como de acordo com as demandas dos feirantes e dos moradores”, ressalta Lívio Corrêa.

A inauguração está prevista para a primeira quinzena de fevereiro.

Criação de búfalos na Baixada Maranhense leva MP-MA a solicitar reparação ecológica

A omissão em fiscalizar a criação de búfalos nos campos inundáveis de São Bento e de Bacurituba (termo judiciário de São Bento) levou o Ministério Público do Maranhão (MP-MA) a ajuizar, em 30 de janeiro, duas Ações Civis Públicas de obrigação de fazer indenizatórias contra o Estado do Maranhão e os dois municípios.

Nas manifestações, a promotora de Justiça Laura Amélia Barbosa solicita, em caráter liminar, a identificação, em 60 dias, dos criadores dos animais e a retirada dos búfalos dos povoados Outra Banda (São Bento), Entrilha, Chapada do Boqueirão, Moizinho e Sá Litre (Bacurituba).

As ACPs foram motivadas pelo Inquérito Civil nº 023/2006, instaurado após requisição de moradores dos referidos povoados.

Baixada Maranhense

No início da década de 1940, o governo estadual incentivou a criação de búfalos na Baixada Maranhense para povoar e desenvolver a região. Isso provocou o descontrole da atividade. Em junho de 1991, o Decreto estadual nº 11.900 classificou a Baixada Ocidental Maranhense como Área de Proteção Ambiental (APA).

Desde 2003, o MP-MA tem tomado medidas para inibir a criação de búfalos nos campos inundáveis da região. Foram realizadas audiências públicas e reuniões do Grupo Especial de Proteção Ecológica da Baixada Maranhense. Investigações policiais, a pedido do Ministério Público, foram feitas e também foram encaminhadas requisições às secretarias de Meio Ambiente dos dois municípios e do Estado, além do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Omissão

Na visão do MP-MA, os dois municípios não têm fiscalizado a criação dos búfalos nos campos inundáveis e, também, não têm solicitado fiscalizações do Estado.

“A bubalinocultura não é uma atividade proibida, mas deve ser licenciada pelo órgão ambiental competente, de forma que seus impactos sejam previstos com proposição de medidas preventivas”, ressalta Laura Barbosa.

Pedidos

Nas ações, além da concessão das liminares, o MP-MA pede, ainda, a condenação dos requeridos à retirada de todos os búfalos soltos nos campos inundáveis dos municípios, bem como a devida destinação dos animais. Outra solicitação é a fiscalização mensal para evitar a criação de búfalos nas duas localidades.

A Promotoria de Justiça de São Bento requer, ainda, a condenação dos requeridos à apresentação, em 90 dias a partir de trânsito em julgado, de projeto de reparação à APA. O prazo para conclusão requerido é de um ano.

Os pedidos incluem, ainda, o pagamento de indenização, pelos requeridos, em conjunto a ser depositada no Fundo de Reparação de Bens Lesados e, também, de danos morais coletivos devido à degradação ambiental das regiões.

(Informações do MP-MA)

Banda do CB vai agitar o bairro da Liberdade, neste sábado

A comunidade da Liberdade definiu uma grande programação para o lançamento oficial da banda do CB 2020, neste sábado, 1º de fevereiro, que tem apoio cultural do vereador Cezar Bombeiro e do sindicalista Cleinaldo Bil.

Divulgação

A folia começa a partir das 16 horas, no Canto do CB e já estão confirmadas as seguintes atrações: BLOCO AFRO NETOS DE NANÃ, TAMBOR DE CRIOULA DA LIBERDADE, BLOCO AS PIRIGUETES e o GRUPO SAMBAKANA.

Os abadá poderão ser adquiridos no local.

Governo tem sete dias para apresentar plano de contingência do coronavírus no Maranhão

Previsão é que plano seja apresentado ao Ministério da Saúde nessa sexta (31). Segundo a Secretaria de Saúde, risco do coronavírus no estado é considerado pequeno.

Amostra laboratorial do coronavírus, que pode causar desde resfriados comuns até SARS e MERS — Foto: Center for Desease Control and Prevention

Por G1 MA

O Governo do Maranhão tem até o dia 6 de fevereiro para anunciar um plano de contingência do Coronavírus no estado. A data limite foi estipulada pelo Ministério da Saúde, que espera que todos os estados do país estejam preparados com ações de diagnóstico e combate à doença.

A expectativa é que o Maranhão entregue o documento nessa sexta-feira (31) para as autoridades de saúde. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o risco do coronavírus circular no estado é considerado pequeno. Atualmente, o Brasil possui nove casos sob suspeita.

A SES anunciou nessa semana, medidas preventivas envolvendo toda a rede de saúde estadual, por meio de um documento que foi divulgado para os profissionais de saúde orientando como proceder diante de casos suspeitos. De acordo com o órgão, o Maranhão possui kits para diagnóstico da doença, que já estão disponíveis, e são os mesmos usados para casos suspeitos do vírus H1N1.

O Porto do Itaqui e os aeroportos Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís, e o Prefeito Renato Moreira, em Imperatriz, que são consideradas possíveis portas de entrada do vírus, já estão sendo monitorados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que segue protocolos internacionais.

Continue lendo AQUI.

Viana: o retrato de uma cidade atolada no atraso

As imagens desta postagem são um retrato fiel da ausência do poder público municipal em quase 80% dos povoados do município de Viana. A cada período de chuvas, as cenas se repetem, sem trégua e compaixão com o sofrimento do povo.

Não houve uma única época, nos últimos quatro anos, que a administração Magrado Barros conseguisse amenizar a ausência de infraestrutura da zona rural com medidas que resolvessem, de fato, o problema.  Nunca houve uma única obra definitiva, uma só estrada vicinal construída, apenas ações de “quebra-galhos”, como raspagens e outras. Sem a possibilidade do tráfego de veículos adequados nos povoados onde a situação é pior, como São Cristóvão, por exemplo, pessoas doentes precisam ser transportada em redes, correndo o risco de morrerem durante o trajeto.

Na sede de Viana, a situação não é diferente. Na Rua Dr. Castro – assim como em muitas outras – os moradores precisam fazer o trabalho da Prefeitura, como limpeza e poda do mato, que cresce ainda mais rápido neste período  (veja as fotos).

Com a proximidade das eleições municipais fica uma dúvida: qual a promessa que o grupo político do prefeito, pré-candidato à reeleição, ainda terá coragem de fazer à população vianense?  

PCdoB lança o Movimento 65 com menos vermelho e sem foice e martelo na identidade

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) lançou, nesta terça-feira (28), o manifesto do Movimento 65 e sua identidade visual, com mais verde e amarelo, menos vermelho, sem foi e martelo e o símbolo de Ordem e Progresso da bandeira nacional.  Segundo a direção do partido, o objetivo é “reacender a esperança do povo, desbravar alternativas e buscar saídas para um país atingido pelo desastroso governo Bolsonaro”.

O Movimento 65 vai buscar a adesão de lideranças populares, progressistas, patrióticas e democráticas cujo compromisso é “a defesa do Brasil, dos direitos povo, da democracia, hoje seriamente golpeados e ameaçados”.

Segundo Luciana Santos, presidenta nacional do PCdoB, trata-se de “um instrumento para lutarmos juntos por cidades mais humanas e acolhedoras, por um Brasil soberano e democrático” e destaca que o Movimento 65 está de portas abertas para mulheres e homens comprometidos com as causas de suas cidades.

Para Luciana Santos, as eleições de 2020 vão ser decisivas para o país. “Queremos ser uma alternativa, estimulando também quem não tem partido e deseja se candidatar. Por isso estamos convidando a conhecer a experiência do PCdoB nas cidades e estados que administramos”, afirmou.

O governador do Maranhão, Flávio Dino anunciou que participará da agenda de atividades em todo país e acrescenta que o Movimento 65 possibilitará um debate amplo e ações concretas. “Queremos construir um espaço para discutir a boa política, bons rumos para o país e possibilitar a candidatura de pessoas progressistas às prefeituras e câmaras municipais”.

A Líder da Minoria na Câmara, deputada federal Jandira Feghali (RJ), também convoca homens e mulheres que têm “coragem para ser protagonistas da sua própria história” para aderirem ao Movimento 65. Para Jandira, “o movimento deve reunir pessoas de todas as etnias, cores, religiões, orientação sexual para representar seu povo e sua comunidade”.

O ex-candidato a presidente da República João Vicente Goulart também falou do Movimento 65. Para ele, “o PCdoB está construindo um grande diálogo nacional para a constituição de um Brasil justo, solidário e soberano e com idênticas oportunidades para todos”.

Lançamento – Estão previstos atos de lançamento nas principais capitais do país com a participação de lideranças nacionais e locais. O calendário teve início na quinta-feira (23), em Fortaleza (CE) com um ato que contou com a presença do vice-presidente nacional do PCdoB, Walter Sorrentino, parlamentares e lideranças políticas e sociais do Ceará.

O agenda do Movimento 65 se intensificará durante a pré-campanha eleitoral em todos os estados com prazo até 03 de abril, data final para se filiar para ser candidato ou candidata nas eleições municipais deste ano. Até lá o Movimento terá intensa atividade na internet com site próprio e nas redes sociais do PCdoB, onde já está disponível o manifesto, a identidade visual e materiais promocionais. Além disso, serão divulgados contatos nos estados para que os interessados e interessadas possam se integrar ao movimento.

Nos próximos dias serão lançados vídeos das lideranças nacionais do PCdoB e os líderes partidários locais estão sendo incentivados também a gravarem mensagens de convite ao Movimento 65.

O Movimento 65 dialoga diretamente com o Movimento Comuns, recentemente lançado pela ex-candidata à vice-presidenta da República, Manuela d’Ávila e outras lideranças políticas e de movimentos sociais.

(Com informações do Portal Vermelho)

Em Viana, Baile do Confete mantém tradição dos grandes carnavais

Criado há dez anos, uma das melhores tradições do carnaval de Viana, na Baixada Maranhense, se mantém firme e a cada edição atrai mais foliões, saudosos dos carnavais de clubes, animados por banda de metal que toca as antigas marchinhas, decoração temática e muita diversão com as “batalhas” de confete e serpentina.

Divulgação

O baile do Confete e Serpentina acontece no sábado de carnaval, 22/02, no Sítio Suely Veloso, às margens da MA 014, entrada do município.

Os anfitriões Suely e Marcone recebem a sociedade vianense e das cidades vizinhas num local aconchegante, cercado de natureza, cerveja gelada, buffet de frutas tropicais, amplo estacionamento e segurança para todas as famílias.

As camisas personalizadas podem ser compradas no escritório ESCTEC – 3351 1517 ou 98814 – 6063, com Suely Veloso.

SERVIÇO:

O que? Baile do Confete e Serpentina

Quando? 22 de fevereiro (sábado de Carnaval)

Horário: a partir das 22h

Onde? Viana – MA

Informações: 3351 1517 ou 98814 -6063 (Suely Veloso)