Parasita em Peixe Nativo da Baixada Maranhense

Hoplias malabaricus, da família Erythridea conhecido popularmente como traíra é um peixe piscívoro, o que favorece a ingestão de parasitos externos (Etoparasitos), principalmente do filo nematoda.

O filo NEMATODA, do gênero Anisakis são endoparasitos cilíndricos e alongados, conhecidos popularmente como vermes do intestino. Esse parasita possui ciclo de vida indireto, necessitando de um hospedeiro intermediário (PORTZ, et al, 2013; SANTOS et.al. 2013).

Os Nematóides adultos são encontrados parasitando principalmente o trato digestório dos peixes, assim como demais órgãos e estruturas, enquanto que as larvas podem se encistar na musculatura e em demais órgãos (MACIEL, 2013; EIRAS et.al., 2013). No peixe pode provocar (intestino), ulceração e perfuração gástrica, causando grave processo anemiante.

Seu desenvolvimento no hospedeiro intermediário “é essencial para o fechamento do seu clico de desenvolvimento, vertebrados tais como: mamíferos, aves, peixes” Invertebrados tais como: microcrustáceos, larvas de insetos e oligoquetos (THATCHER, 2006; PORTZ , et. al. 2013).

Quanto ao manejo sanitário verifica-se que esses vermes se desenvolvem em um ambiente poluído, uma vez que esse parasita atua como indicador de alteração na qualidade sanitária do ambiente, causando estresse no animal e baixa imunidade a doenças. Gera perda econômica em relação ao peixe comercializado com vermes, alimento preparado de forma não adequada pode causar problemas a saúde humana.

Como profilaxia, deve-se evitar o lançamento de dejetos nossos rios e lagos, como principal medida a ser tomada para evitar esse tipo de problema.

Olinda Nova do Maranhão 22 de agosto de 2019

Texto: Wenison Penha, Graduado em Engenharia de Pesca – UEMA 

Contato: Email: [email protected] / fone: (98) 9849-8531.

A “revitalização” de Magrado na Feira da Barra do Sol, não chega nem perto de um “puxadinho”

Desde que foi informado dos alarmantes índices de reprovação de sua administração, o prefeito de Viana, Magrado Barros (DEM), resolveu usar a máquina de propaganda municipal para anunciar que finalmente agora vai trabalhar. A grande obra da semana foi o que ele mesmo chamou, em seu perfil numa rede social, de “inauguração” da Feira da Barra do Sol, nesta quinta-feira (22).

Se o choque de gestão a ser dado pelo prefeito tiver como exemplo a Feira da Barra do Sol, dificilmente Magrado conseguirá dar a volta por cima e viabilizar-se para a reeleição. No dia anterior à propalada inauguração, as fotos do interior da feira acabaram vazando, chocando os vianenses. Banheiros sujos e abandonados, bebedouros jogados e entulho permaneciam no local (VEJA ABAIXO).

Apesar da equipe agora contratada para turbinar as redes sociais de Magrado, choveram críticas de eleitores. Alguns chamaram o evento de “inauguração de barracas”. A novidade foi acompanhada por curiosos, mas a maioria não engoliu a versão do “prefeito trabalhador”, que há quase três anos deixa a população sofrer sem água, sem estradas e serviços públicos de qualidade.

A POPULAÇÃO NÃO CURTIU!

A Feira da Barra do Sol recebeu recursos do Banco do Brasil e da Cáritas Brasileira. A Prefeitura de Viana iludiu os vianenses como se a revitalização fosse uma das maiores ações do poder público municipal. Magrado Barros quer continuar a ser prefeito de Viana por mais quatro anos. Mas vai ter que enfrentar o maior de todos os adversários: sua própria administração, uma gestão pífia, que deixou um enorme déficit social e uma lacuna de credibilidade no maior ocupante do cargo.

Governo inclui Parque dos Lençóis Maranhenses no plano de privatização

Anúncio foi feito na quarta-feira (21) durante uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) em Brasília.

Por G1 MA — São Luís

Lençóis Maranhenses fica situado no município de Santo Amaro — Foto: Reprodução/TV Globo

O governo federal anunciou em Brasília na quarta-feira (21) que o Parque dos Lençóis Maranhenses, que é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza, será incluído no plano de privatização. O anúncio foi feito no Palácio do Planalto após uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Os Lençóis Maranhenses é conhecido por ser um dos portais turísticos mais importantes do Maranhão. Situado a 252 km de São Luís, o local é bem estruturado para receber os visitantes, a cidade é cercada pelas águas escuras do rio Preguiças – que leva o nome por causa da presença do simpático bicho-preguiça.

Além do rio Preguiças, os visitantes ainda podem contemplar as dunas e as lagoas naturais que são formadas pela combinação da água das chuvas e pela elevação dos lençóis freáticos.

Atualmente, o Parque dos Lençóis Maranhenses é monitorado por meio do voucher digital, que é um dispositivo que controla o acesso de turistas e ainda permite que o município arrecade investimentos que fazem a gestão da unidade de conservação.

Voucher digital contribui para desenvolvimento do turismo em Barreirinhas

A tecnologia reúne todos os dados do visitante que passeia pelo local como a origem, o destino, o tempo de permanência no parque, a agência de viagens a qual ele está vinculado e ainda o hotel onde está hospedado. Com isso, o visitante passa por um scanner e os dados são compartilhados em tempo real pelos operadores do sistema.

Segundo a secretária de Turismo de Barreirinhas, Virlene Alfonso, recentemente a atual gestão do Parque dos Lençóis Maranhenses foi trocada e busca melhorias por meio de parcerias. Ela também acredita que a privatização deve ser documentada de forma correta.

“Recentemente o diretor do parque nacional foi trocado e fez uma reunião na prefeitura com a gente. A reunião foi muito boa, ele busca a junção do poder público com o ICMBio e estamos esperançosos que bons dias virão com a chegada dele. Sobre uma possível privatização vai depender da documentação e de como for redigido. Não sabemos se ocorrerá uma concessão e se o poder público vai incluir a mão de obra local, o pessoal do turismo que já está trabalhando aqui. Tudo isso tem que ser muito bem documentado”, finalizou.

Na assembleia, Mical Damasceno diz que Magrado gasta 847 mil em propaganda e não faz nada em Viana

A deputada estadual Mical Damasceno voltou a bater na gestão do prefeito Magrado Barros, de Viana. Desta vez, ela reclamou da falta de água, que segundo ela está completando 17 dias, mas que o prefeito tem gastado 320 mil reais em propaganda de rádio e mais 500 mil com vídeos e outras mídias.

As declarações foram dadas ontem, 19, durante seu pronunciamento na Assembleia Legislativa e marca mais um acirramento entre a parlamentar e o prefeito de Viana, que segundo a último pesquisa, é rejeitado por mais de 90% da população. Mical colocou alguns áudios de moradores reclamando da falta de água no microfone da assembleia, para os demais parlamentares ouvirem.

“Pessoal de Viana lavando as roupas no lago vianense, é uma tristeza! Então, o que mais a gente se chateia, o que nos revolta é em saber que o prefeito Magrado Barros tem se preocupado mais com a mídia que a gente foi analisar aí documentos que provam que ele tem gastado com a mídia de rádio 320 mil reais, com outra produção de vídeos e de mídias externas também para a prefeitura gasta 527 mil reais”, comentou a deputada.

Ainda segundo ela, estes recursos corresponde a 1/6 do orçamento gasto com a estação de tratamento de Viana. “Percebo que o prefeito está mais preocupado com a mídia do que com a vida e a saúde do povo. Então, meus amigos vianenses, eu quero aqui direcionar as palavras para o Senhor Prefeito dizendo que ele redirecione esse investimento que está fazendo com a mídia para a estação de tratamento de água”, acrescentou.

Mical disse ainda que esteve na casa do seu filho, mas teve que ir pra casa do seu irmão, que tem poço, porque não tinha água para tomar banho com sua equipe, e informou que não tem lado em Viana. “Enquanto houver irregularidades, nós estaremos aqui nesta tribuna para defender o nosso povo vianense”, concluiu a deputada dizendo que um recurso do Governo do Estado, através de um pedido seu, já foi liberado para ajudar na questão da água em Viana.

Esta não é a primeira vez que Mical Damasceno usa a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão para falar sobre a gestão do prefeito vianense. Durante a semana do aniversário da cidade, ela disse que estava arrependida de pedir votos para Magrado e pediu desculpas. 

Assistam ao discurso da parlamentar.

(Via Blog do Jailson Mendes)