Vereador Cézar Bombeiro anuncia abertura de inscrições para curso de informática gratuito

Cézar Bombeiro destaca que o curso de informática é de vital necessidade para as pessoas que tentam ingressar no mercado de trabalho

O vereador Cézar Bombeiro informa que estão abertas desde o ontem (10) as inscrições para as novas turmas do curso de informática oferecido pelo Centro de Formação CB.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente, das 14h às 17h, na Rua Correia de Araújo, n° 135, Liberdade, endereço do centro de formação e onde são ministradas as aulas.

“Neste terceiro milênio, saber informática é tão importante quanto saber ler”, destaca Cézar Bombeiro. (Via Blog do Genivaldo Abreu).

Prefeitura mete a faca na taxa de abate e Viana amanhece sem carne

A cidade de Viana amanheceu, nesta terça-feira (11/6), sem carne para o consumo da população. Na feira da Barra do Sol, os boxes estão completamente vazios, como se estivessem abandonados. Nem mesmo as moscas apareceram hoje por lá.

Açougueiros e populares estão revoltados. O problema, mais uma vez, foi causada pela Prefeitura de Viana que, sem um único comunicado oficial, resolveu aumentar em 100% a taxa de abate no matadouro público. A taxa era de 20 reais e a partir de hoje passou a custar 40 reais, sem justificativa ou mesmo sem nenhuma reunião com os marchantes ou donos de boxes, que foram pegos de surpresa.

“O matadouro é público, é uma parceria entre prefeitura e população. Não houve nenhum diálogo com os proprietários de boxes de carne”, reclama um dos prejudicados.

A Prefeitura, que está destinando meio milhão de reais para a comunicação, silencia. Informalmente, alguns ocupantes de cargos públicos no município dizem que há 20 anos era essa a taxa cobrada sem o aumento anual feito baseado na inflação e em outros índices de correção.  Segundo eles, o valor não cobria os custos para manter o matadouro. Ou seja, mais uma vez a administração atual mostra que não sabe o que é planejamento financeiro e, menos ainda, que política pública se faz com (e para) a população.

Sem carne para abastecer o município, mais de 50 mil pessoas de Viana e de cidades vizinhas estão prejudicadas. Enquanto o prefeito Magrado Barros permanece (até o momento) calado, os vianeneses mais irritados garantem que a vaca dele já foi brejo!