Bairro Liberdade comemora 101 anos com vasta programação, apoiada pelo vereador Cézar Bombeiro

Uma vasta programação religiosa, esportiva, artística e cultural marcará o aniversário de 101 anos da Liberdade. A data será comemorada sábado (25) e domingo (26) e deverá mobilizar toda a comunidade, com apoio do sempre presente vereador Cézar Bombeiro (PSD), antigo morador do bairro.

Vereador Cézar Bombeiro e o irmão Cleinaldo Bil na comemoração do centenário do bairro Liberdade, ano passado

A festa em homenagem ao bairro secular terá culto ecumênico, corrida rústica, apresentações de bumba meu boi, tambor de crioula, cacuriá, forró pé de serra, bloco afro, seresta, samba, pagode e reggae.

Um dos líderes da comunidade que está à frente da comemoração, Cézar Bombeiro convida não só os moradores da Liberdade, mas toda a população de São Luís a participar do evento festivo, que promete ser marcante.

Confira a programação:

Escândalo! Prefeitura de Viana gasta meio milhão de reais com propaganda. De quê mesmo?

Se os vianenses já tinham motivo de sobra para se revoltar com o sofrimento decorrente da falta de infraestrutura, água  potável, saúde e educação de qualidade, agora é que vão repudiar a prioridade dada pelo prefeito Magrado Barros (PSDB) na hora de decidir  em que devem ser gastos os recursos públicos. Enquanto a população dos povoados agoniza sem estradas, com pessoas morrendo sem conseguir chegar ao hospital municipal, sem pagamento em dia dos professores contratados, a Prefeitura de Viana celebrou um contrato no valor de 527 mil e 900 reais com a empresa Vídeo Zoom Produtora, a serem gastos somente até dezembro deste ano.

O contrato de prestação de serviços n0. 033/2019, com a firma de razão social P.R. Araújo Pinheiro, prevê setenta e cinco (75) filmes de dois minutos de duração ao preço de R$ 3.500,00 (3 mil e quinhentos reais cada um e setenta e cinco); setenta e cinco (75) mensagens em vídeo, com duração de até dois minutos, em um total de R$ 251.200,00 (251 mil e 200 reais), ao preço unitário de R$ 1.350,00 (mil, trezentos e cinquenta reais), que poderiam ser feitas até com o celular do prefeito Magrado. Há ainda quem questione: o que teria tanto para falar à população de Viana em 75 pronunciamentos em vídeo? Responder às críticas? Anunciar que vai resolver o problema da falta d’água agora já quase no final o mandato?

A verba será também destinada à produção de 60 diárias para captação de imagens em drone, em um total de 55 mil e 800 reais. Serão ainda gastos dos cofres da Prefeitura mais R$ 46.000,00 (quarenta e seis mil reais) em textos de matérias para jornal e internet e R$ 73.600,00 (setenta e três mil e seiscentos reais) para oitenta (80) áudios para rádio e carros de som.

Magrado debocha da cara da população de Viana. Quantos professores em Viana ganham 3 mil e quinhentos reais? É este o preço pago por um único vídeo, de dois minutos, da propaganda de uma administração que desrespeita famílias inteiras e rouba a dignidade de tantos cidadãos de bem. Qualquer criança sabe responder: o que é mais importante? A propaganda de uma gestão que não tem sequer o que mostrar, em quase quatro anos de mandato? Ou as obras que poderia trazer uma vida melhor aos vianenses?

Desembargador Lourival Serejo lança livro de crônicas

O lançamento acontece nesta quinta-feira (23), às 18h, na Academia Maranhense de Letras

A capa expõe tela do pintor maranhense Jesus Santos. (Foto: Ribamar Pinheiro)

“Mistérios de uma cidade invisível”, o título da crônica que dá nome ao livro do escritor, poeta e jurista, membro da Academia Maranhense de Letras, desembargador Lourival Serejo, remete aos 400 anos de histórias, lendas e mistérios da cidade de São Luís.

O livro reúne noventa crônicas que foram publicadas nos jornais O Estado do Maranhão, O Imparcial e o Jornal do Maranhão (da arquidiocese), no período de outubro de 2011 a dezembro de 2017. “A escolha do título desta compilação é uma homenagem à cidade de São Luís, onde resido desde 1969”, explica o autor, natural de Viana (MA). A capa do livro expõe tela do pintor maranhense Jesus Santos.

Com a premissa de que “ver o invisível é privilégio de poetas”, o escritor mostra nuances de uma cidade onde pairam trajetórias de pessoas ilustres, enigmas e histórias secretas, construídas e vivenciadas durante séculos e gerações. A crônica faz alusão a grandes poetas maranhenses como Ferreira Gullar, José Chagas, Nauro Machado, Bandeira Tribuzzi e Luiz Augusto Cassas e seus olhares perante a cidade.

O autor também desafia o leitor para ver o invisível dessa cidade rica em detalhes e segredos. “Se nos dispusermos a buscar para além da linha de visibilidade, veremos que outra cidade desponta, distinta desta com a qual convivemos”, incita Serejo. O autor aconselha, ainda, que “é preciso ter calma e espírito desimpedido dos tormentos diários para procurar a beleza do invisível”.

“Tanto as realidades como os mistérios de uma cidade – invisíveis ou reais – ficam ao nosso alcance quando um autor possui o dom das duas: o da poesia e o da crônica ao mesmo tempo, caso específico de Lourival Serejo”, afirma o escritor e membro da Academia Maranhense de Letras, José Ewerton Neto, autor do prefácio do livro.

O AUTOR E SUAS OBRAS

O desembargador Lourival Serejo ocupa a cadeira nº. 35 da Academia Maranhense de Letras e é membro fundador da Academia Maranhense de Letras Jurídicas, da Academia Imperatrizense de Letras e da Academia Vianense de Letras.

Lourival Serejo publicou mais 22 obras, são elas: Rua do Porto (1997), O Presépio Queimado (1998), Contribuições ao Estudo do Direito (1998), Do Alto da Matriz (2001), O Baile de São Gonçalo (2002), Do Alto da Matriz, 2ª Edição (2004), Direito Constitucional da Família, 2ª Edição (2004), As Provas Ilícitas no Direito de Família (2004), Na Casa de Antônio Lobo (2006), Na Casa de Clóvis Bevilácqua (2007), A Família Partida ao Meio (2007), Da Aldeia de Maracu à Vila de Viana (2007), A Ética como Paradigma de Ativo Judicial (2010), Formação do Juiz, anotações de uma experiência (2010), Temas e Temáticas Jurídicas (2011), Entre Viana e Viena, 100 crônicas escolhidas (2012), Pescador de Memórias (2013), Aluísio Azevedo Sempre (2013), Novos Diálogos de Direito de Família (2014), Direito Constitucional da Família, 3ª Edição (2014), Direito Eleitoral (2016) e Casablanca (2016).

Dia de Campo sobre a Mandioca Tabuleiros de São Bernardo

O secretário da SAF  Julio Cesar Mendonça, esteve nesta quarta-feira (20), em Magalhães de Almeida, onde foi realizado o Dia de Campo da Cultura da Mandioca promovido pelo Governo do Estado, por meio do Sistema SAF, juntamente com a  Cooperativa dos Produtores Rurais do Tabuleiros do São Bernardo,  Prefeitura de Magalhães de Almeida e Sebrae.

O evento teve o objetivo de transferir conhecimento aos produtores sobre cultivo, controle de pragas (ministradas pela Agerp) e características de fabricação da cerveja,  ministrada por profissionais da AmBev.

A atividade reuniu dezenas de trabalhadores e trabalhadoras rurais de municípios da região, como Magalhães de Almeida, Araioses, São Bernardo, Santa Quitéria, Água Doce, Buriti, Tutoia, Brejo, Urbano Santos, Anapurus, Afonso Cunha, Santana, Barreirinhas.

O Sistema SAF esteve representado pelo secretário da SAF, Júlio César Mendonça; a presidenta da Agerp, Loroana Santana; equipe técnica da SAF e Agerp; representantes do DNOCS, Sebrae, STTRs, Embrapa Cocais e Meio Norte; Ambev, secretários municipais de agricultura, prefeito de São Bernardo, João Igor.