Carrinho Cidreira denuncia caos administrativo em Viana e pede que o povo tenha esperança de dias melhores

O líder de todas as pesquisas e pré-candidato a prefeito Carrinho Cidreira recorreu à sua página de relacionamento na internet para denunciar o caos administrativo em que vivem os moradores da cidade de Viana, na Baixada Maranhense. Ele disse que tem recebido diversas fotos e vídeos da situação na cidade, mas pediu que o povo tenha esperança de dias melhores.

Carrinho Cidreira

“Tenho recebido inúmeras fotos que descrevem a situação de calamidade hoje em Viana. São tantas que corremos o pior de todos os riscos, o de nos acostumarmos ao desrespeito para com a população, o que não pode acontecer, sob hipótese alguma. Uma dessas fotos me chamou bastante atenção. É o retrato do descalabro: restos de pneus, cadeiras, utensílios e o singelo protesto com a camisa de um bloco de carnaval com propaganda pessoal do gestor, porém paga com os nossos recursos públicos, o dinheiro do povo”, destacou o economista e ex-secretário do município.

Os moradores estão descartando entulhos de todos os tipos para protestar e escamotear as centenas de crateras espalhadas em todo o município

Segundo ele, a imagem lhe fez refletir profundamente e que há décadas é um político por idealismo. “Poderia viver tranquilamente com os recursos das minhas atividades comerciais, com honestidade, seriedade, cumprindo meus deveres, pagando meus impostos e sustentando minha família, sem precisar me expor a uma atividade cada vez menos aplaudida pela população brasileira. Mas amo Viana, minha terra querida. É aqui que trabalho, retiro o meu sustento e onde vivo”, comentou.

Principal opositor de Magrado Barros, atual prefeito, Carrinho Cidreira disse que ainda acredita que é possível mudar a vida dos vianenses. “Eu ainda acredito que é possível melhorar a vida de cada um com dignidade. E, acima de tudo, ainda acredito, que uma cidade precisa expressar o significado original da palavra, civitas, compreendido originalmente como condição ou direitos de cidadão, que remete à cidadania”, refletiu.

Por fim, ele agradeceu aos que sempre o procuram e pediu somente uma oportunidade para transformar a realidade. “Aos meus amigos e amigas, que mandam as fotos e me pedem para continuar lutando por Viana, só tenha a agradecer pelas palavras de incentivo e afirmar que se Deus me permitir uma oportunidade de poder fazer mais pelo nosso município, imagens como esta jamais serão vistas pelo povo vianense. Um forte abraço e boa semana a todos nós”, finalizou.

Secretário Júlio participa de diálogo sobre a Base de Alcântara

Acordo de Salvaguardas Tecnológicas para o uso comercial do Centro de Lançamento de  Alcântara, foi pauta da Mesa de Diálogo, nesta segunda-feira (06), na Sedihpop,  entre Governo do Estado e comunidades quilombolas de Alcântara. 

O secretário da SAF, Júlio César Mendonça, participou na ocasião.

Na pauta foi dialogado sobre questões fundiárias, meio ambiente e a situação das famílias e comunidades quilombolas, que serão afetadas com o Acordo.

A posição do Governo do Estado é de respeitar os direitos dos povos quilombolas e seus territórios.

Participaram da reunião: da Sedihpop,  Francisco Gonçalves, da SEIR, Gerson Pinheiro, presidente do ITERMA,  Raimundo Lídio e Juliana Linhares, da procuradoria do Iterma, além da Defensoria Pública,  os movimentos sociais (FETRAF, FETAEMA, STTR, Centro de Cultura Negra do Maranhão-CCN-MA, Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas- CONAQ).

Operação cumpre mandados de busca e apreensão em Paço do Lumiar

Alvo da investigação é a secretária Municipal de Planejamento, Neusilene Núbia Feitosa Dutra; Polícia apura irregularidades na contratação de serviços de limpeza em Paço do Lumiar.

Policiais cumprem mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Paço do Lumiar. — Foto: Divulgação/ Ministério Público

Uma operação realizada pelos policiais da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) em conjunto com os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) cumpriu cinco mandados de busca e apreensão no início da manhã desta terça-feira (7) em São Luís e em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana da capital.

Segundo a polícia e o MP, a operação foi montada após um período de investigações que apuram denúncias de irregularidades na contratação da empresa Araújo & Matos Serviços e Comércio LTDA. – MA (Liberty Serviços e Comércio) pelo Município de Paço do Lumiar para a execução de serviços de limpeza e higienização diária, asseio e conservação internas e externas nas instalações físicas e mobiliárias, roçagem, com fornecimento de mão de obra, materiais e equipamentos.

De acordo com a investigação, vários contratados pelo Instituto Bem Brasil, empresa anteriormente contratada para prestar serviços gerais à Prefeitura, permaneceram trabalhando mesmo depois da rescisão do contrato, sendo que alguns tiveram seus salários pagos pelo Município em valores abaixo do estabelecido, enquanto que outros sequer receberam qualquer quantia.

Polícia apreendeu documentos que serão analisados durante a investigação. — Foto: Divulgação/ Ministério Público

A investigação ainda apurou que após a contratação da empresa Liberty, os mesmos terceirizados receberam pagamento desta empresa apesar de supostamente exercerem atividades incompatíveis com o objeto do contrato, pois eles eram vigias e agentes de portaria, enquanto o serviço contratado naquele momento era de limpeza, asseio e conservação.

De acordo com a investigação, os terceirizados estavam, de fato, sob o controle da então Secretária Municipal de Administração e Finanças, Neusilene Núbia Feitosa Dutra, que atualmente é Secretária Municipal de Planejamento, sendo que o vínculo deles às empresas contratadas, seja o Instituto Bem Brasil ou a Liberty, não era real.

A polícia apreendeu durante a operação diversos documentos, computadores, aparelhos celulares e outras mídias eletrônicas, que serão analisados durante as investigações para tentar descobrir a concretização dessas irregularidades.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Paço do Lumiar e aguarda um posicionamento sobre o assunto.
(Por G1 MA — São Luís)