Artigo de Carrinho sobre 1 de maio faz valorização do trabalho

TRABALHO: ÚNICA SOLUÇÃO PARA O BRASIL

Carlos Augusto Cidreira (Carrinho)

Onde estaria hoje a humanidade se não fosse aquilo que compreende todo esforço de realização de uma determinada atividade? O mundo não teria alcançado tal estágio de evolução tecnológica e científica se não fosse o trabalho. Neste 10. de maio, Dia do Trabalhador, mais do que homenagem aos trabalhadores e trabalhadoras de Viana, do  Maranhão e do Brasil é necessária a nossa reflexão em torno da dignidade proporcionada pela labuta, pelo suor considerado sagrado justamente porque o ato de trabalhar possui uma dimensão elevada e enobrecedora.

Somos um país com enorme potencial de riquezas, conquistas e realizações, mas com imagem distorcida. Querem nos atribuir o “jeitinho brasileiro”,  a malandragem, a falta de seriedade. Mas somos o único país do mundo com mais de 100 milhões de habitantes que têm um sistema único, público e gratuito de saúde; possuímos o maior centro financeiro da América Latina, São Paulo; temos a maior reserva mundial de recursos hídricos e a maior biodiversidade do planeta. Nossa bandeira nacional, que marca o início da República do Brasil, possui a palavra “progresso”, ou seja, aquilo que somente pode ser alcançado por meio do trabalho, do esforço contínuo pelo desenvolvimento.

Sou empresário e trabalho desde os 12 anos. Já fui bancário, fiz muitos sacrifícios ao longo da minha vida e trabalhar tem sido a minha única forma de sobrevivência. Nunca fiz da política uma profissão, mas um ideal, uma ferramenta para transformar a vida das pessoas. Nas últimas décadas, a política brasileira perdeu parte considerável de sua credibilidade justamente porque deixou o trabalho, as realizações e o interesse público em segundo plano, em nome da conchavos, acordos e negociatas. Hoje, com 14 milhões de desempregados, é um dia para que a nação se conscientize de que o país só conseguirá superar a crise e crescer economicamente, se houver trabalhadores em plena atividade, em todos os setores e, principalmente, na política brasileira.

Agora sim: parabéns, trabalhadores e trabalhadoras de Viana!