Criação do Consórcio Nordeste

Na tarde desta quinta-feira (14), o secretário da SAF, Júlio César Mendonça, esteve na cerimônia de Assinatura do Protocolo de Criação do Consórcio Nordeste , que contou com a participação dos nove governadores do Nordeste. A solenidade foi realizada no salão nobre do Palácio dos Leões.

O consórcio é uma parceria institucional entre os Estados para melhorar a gestão e economizar recursos públicos, entre outras vantagens.

Os governadores definiram a assinatura do Consórcio como um momento histórico para região e todo o Brasil.

Trabalhadores do carnaval são humilhados pela prefeitura de Viana

Sua Cidade na Mídia

Dezenas de pais e mães da família se concentraram, nesta quinta-feira (14), na Prefeitura de Viana, para reivindicar o pagamento pelos dias de trabalho no Carnaval. Nenhum deles arredou o pé da sede do poder público municipal e muitos ficaram sem almoçar.

Mesmo tendo gasto milhões de reais com bandas nacionais e locais e ainda financiar um bloco para sua promoção pessoal, infringindo o principio da Impessoabilidade na Administração Pública, o prefeito Magrado Barros não honrou, até o momento,  com o pagamento dos próprios conterrâneos.

Uma semana depois dos 6 dias de folia na cidade e até agora não foi dada sequer uma satisfação aos prestadores de serviços. Além do atraso e da humilhação submetida, os vianenses tiverem que se contentar com um valor inferior ao pago pelos contratados que vieram da capital para trabalhar em Viana. Estes receberam logo após o final do carnaval, quantia que variava de R$ 250,00 a R$ 150,00. Enquanto aos filhos da terra foi prometido em torno de R$ 70,00  e R$ 80,00.

Ou seja, a brincadeira de carnaval virou palhaçada com a cara de tantos trabalhadores que necessitam colocar arroz e feijão na panela.

ASSISTA AO VÍDEO:

Secretário da SAF, Júlio César Mendonça e o deputado Estadual Antônio Pereira dialogam sobre agricultura familiar

Na tarde desta quarta-feira (13), o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Júlio César Mendonça, recebeu o deputado Estadual (DEM), Antônio Pereira, para dialogar sobre as ações de fortalecimento da agricultura familiar para os municípios de Amarante e Buritirana.

Na ocasião, o deputado informou que destinará emendas parlamentares para desenvolver ainda mais a agricultura nos municípios.

Participaram da reunião o presidente da Câmara de Amarante, Sargento Aguiar e os vereadores Sebastião e Iramar Calixto.

Não existe o que não podemos discutir, mas existem pessoas com quem não devemos discutir

Evite entrar em discussões sem serventia, com pessoas que não ouvem ninguém além de si próprias. Nosso tempo é precioso demais para gastá-lo com o que não acrescenta, não enriquece, não leva a lugar algum.

Obvius

Não há quem não sinta dificuldade em conversar sobre assuntos vários, sem que seja contrariado de forma agressiva ou sarcástica. Isso tanto em rodas de amigos quanto nas redes sociais. Muitas pessoas querem defender suas opiniões a qualquer custo, qualquer mesmo, não se importando minimamente com os sentimentos alheios, ou com a fundamentação que utilizam para sustentar o que pregam.

Opinar sobre determinadas questões requer um conhecimento mínimo do assunto. O setor educacional, por exemplo, é bombardeado por recomendações e críticas de pessoas que nunca leram um texto pedagógico na vida. Lembremos o que recentes questionamentos à necessidade de vacinação provocaram, entre muitos outros exemplos de intromissão desnecessária em questões importantes. Opiniões leigas são admissíveis em conversas de botequim; na vida real e prática, podem ser um perigo.

Além disso, é preciso ter a consciência de que, quando se emitem pontos de vista, eles nunca serão unanimidade e, por isso mesmo, encontrarão discordâncias pelo caminho. A discordância é saudável, afinal, quando conhecemos outros lados, outras visões de mundo, poderemos ampliar e melhorar ainda mais nosso entendimento, reelaborando o que sentimos e como sentimos a vida. É no confronto que crescemos, deixando de lado o que não serve e abraçando o novo, o mais coerente.

No entanto, mesmo que seja difícil haver discussões sem alguma manifestação mais efusiva, pois o calor das emoções se eleva muito nessas horas, o respeito, sobretudo, deverá permanecer. Não podemos levar para o lado pessoal questões que tratam de assuntos lá de fora, tampouco deveremos nos sentir ofendidos por discordarem de nós. A forma como reagimos quando somos contrariados e a forma como o outro reage quando discorda de nós revelam a educação – e, muitas vezes, o caráter – de ambas as partes.

Cabe-nos, enfim, evitar entrar em discussões sem serventia, com pessoas que não ouvem ninguém além de si próprias. Nosso tempo é precioso demais para gastá-lo com o que não acrescenta, não enriquece, não leva a lugar algum. Tempo não se acha no lixo. Portanto, não existem assuntos que não podem ser discutidos, mas existem pessoas com quem não devemos discutir. Jamais.