Fórum da Baixada promove Confraternização Natalina em Viana

No último sábado, dia 08 de dezembro, o Fórum em Defesa da Baixada Maranhense – FDBM promoveu a sua Confraternização Natalina no município de Viana. O Evento foi coordenado pelo 1º Vice-presidente, o vianense Nélio Júnior, que não mediu esforços para que a confraternização fosse regada com comida saborosa e boa música, na voz da cantora Priscila Carvalho.

A chegada dos forenses em expedição coincidiu com as comemorações do dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade. Sob fortes saraivadas de foguetes, os forenses pararam para contemplar o Rio Maracu e se encantarem com suas belezas.

Em seguida dirigiram-se ao evento, no Sítio de Suely Veloso, na MA-014, entrada da cidade: uma belíssima construção moderna inspirada nas estearias no século XVIII, em que os povos baixadeiros fabricavam suas casas suspensas por estacas, para se protegeram das fortes enchentes.

Presidente do FDBM. Ana Creusa, entrega bouquet de flores para a anfitriã, Suely Veloso

O almoço foi servido e o cardápio não poderia ser mais adequado: torta de traíra seca (ou jabiraca), pato ao molho, creme de camarão e peixe escabeche. A sobremesa, além de doces e frutas variadas, não faltou a tradicional juçara e licor de jenipapo.

O forenses que saíram de São luís, logo nas primeira horas da manhã, não pouparam elogios à comida e a organização do evento, que teve a grife da produtora Dirce  Costa e sua equipe.

As homenagens deste ano foram para o Deputado Raimundo Cutrim, pela iniciativa de lei que tornou o FDBM de Utilidade Pública; Dr. Gusmão Araújo, Prof. da UEMA responsável pela gestão do Projeto Bosques na Baixada e Elinajara Pereira, pelos relevantes serviços prestados ao FDBM, como Secretária e Gestora do Projeto de Turismo na Baixada.

A presidente do FDBM, Ana Creusa, faz a abertura da solenidade, em Viana

O evento teve a cobertura da Rádio e TV Maracu que produziu imagens e entrevistas, com a Repórter Tânia Diniz e equipe.

No decorrer da Confraternização, muitos forenses, políticos e empresários vianenses, entre eles, o superintendente do Sebrae-MA, Dr. João Martins, Marcone Veloso, Ezequiel Gomes, Carrinho Cidreira, Fellickson do Posto, Getúlio Gomes, Álvaro Filho, Dr. Joel Dourado (ex-prefeito de Cajari, o vereador Mesaque do Povo (Penalva), entre outros, usaram a palavra para agradecer e parabenizar o Fórum em Defesa da Baixada, bem como desejar que o espírito natalino se renove a cada ano e que a Nação Baixadeira permaneça unida para que a região seja reconhecida por seus filhos e pelo Poder Público.

Políticos e empresários vianenses prestigiaram o evento do FDBM

Em sua fala, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Viana, Chico Gomes – profundo conhecedor da Baixada, os problemas e carências da região -, discorreu sobre a sua luta para o reconhecimento e o resgate da Baixada Maranhense, que no passado teve fundamental importância social e econômica para o Maranhão e o Nordeste.

Luiz Morais, Dirce Costa, Santinha e Nélio Jr. comemorando o sucesso do evento

Para encerrar, Gomes emocionou a todos ao citar que “Deus criou o mundo e foi descansar ao sétimo dia, porém parou e pensou mais um pouco; fez mais uns rabiscos na sua criação e resolveu criar a Baixada” finalizou o “eterno deputado baixadeiro”, sob calorosos aplausos.

CONFIRA MAIS MOMENTOS:

Fotos: (ASCOM/FDBM) e Mário Mix

Governo do Maranhão entrega Praça na Vila Esperança 

Mais um equipamento de esporte e lazer foi inaugurado pelo Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), em parceria com a Prefeitura de São Luís. Trata-se da Praça Vila Esperança, na comunidade de mesmo nome. A inauguração aconteceu na tarde desta sexta-feira, 7, e contou com a presença maciça da comunidade e de autoridades políticas.

Essa é a primeira obra entregue na zona rural de São Luís. Outra está em execução na Vila Magril. A comunidade de Coquilho e o Projeto de Assentamento Conceição serão as próximas da região a receberem projetos do Governo do Estado, via AGEM. “Essas obras fazem parte de uma série de ações que vêm sendo desenvolvidas para melhorar a infraestrutura dos bairros da Região Metropolitana da Grande São Luís e que estão revitalizando espaços subutilizados nas comunidades”, destacou o presidente da Agência Executiva Metropolitana, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

A Praça da Vila Esperança ocupa uma área de 1.939,97m2, onde estão instalados academia de saúde, quadra esportiva e estacionamento, além de mobiliário como bancos. “Esta obra deu nova funcionalidade a um terreno localizado em uma das partes centrais da comunidade, próxima a escolas, comércios e posto de saúde”, explica Lívio Corrêa.

Concretização

Para o líder comunitário e professor de Zumba, Dionísio Caldeira, a Praça Vila Esperança é resultado de muito esforço. “Insistimos demais até que fôssemos ouvidos. Muitos não acreditavam, mas continuamos na luta e, agora, temos este espaço maravilhoso e que será muito bem utilizado por todos”.

Para o vereador, e deputado federal eleito, Pedro Lucas Fernandes, a Praça comprova que as políticas públicas estão chegando a diversas áreas de São Luís. “Temos trabalhado intensamente por toda Ilha, pois entendemos que os benefícios devem alcançar a todos”, revelou.

O também vereador Umbelino Júnior fez questão de ressaltar os esforços conjuntos para a concretização da Praça. “A indicação do projeto para a Vila Esperança foi feita por a partir de demandas dos moradores, mas se não fossem as parcerias com o Governo do Estado e com a Prefeitura não teríamos chegado a este resultado, que abrange não apenas esporte e lazer, mas também cultura e educação”.

O secretário de Assuntos Políticos da Prefeitura de São Luís, Ivaldo Rodrigues, também destacou os esforços conjuntos. “Esta Praça é uma necessidade histórica dos moradores. Então, fizemos prevalecer a vontade da população, mas isso só foi possível pelo trabalho em parceria”.

Próximos passos

Outras ações estão sendo desenvolvidas na área de infraestrutura e equipamentos de esporte e lazer nas zonas rurais de São Luís. Lívio Corrêa revelou que, além de Coquilho e PA Conceição, várias comunidades receberão projetos em breve. “Estamos, inclusive, finalizando um diagnóstico de vias, para que possamos elaborar projetos para cada uma dessas áreas”, afirmou.

Segundo o presidente, os trabalhos prosseguirão e, já no próximo dia 14, será entregue uma nova praça. “Desta vez na Vila Magril. Em janeiro outras obras serão inauguradas”, finalizou.

Natal gordo! Prefeitura de Viana recebe mais de um milhão extra do FPM. Veja os valores de São Bento, S. J. Batista, Penalva, Matinha, Olinda, Cajapió e São Vicente

O repasse adicional de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de dezembro foi depositado nesta sexta-feira, 7 de dezembro. A previsão da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é de que o montante chegue a mais de R$ 4 bilhões. Ou seja, um crescimento de 7,13% comparado a 2017.

Segundo dados do CNM(Confederação Nacional dos Municípios), os municípios de Viana e São Bento receberam, cada um, mais de um milhão extra do FPM. O município de Penalva também recebeu quase o mesmo tanto, um pouco mais de 900 mil. O recurso extra é proveniente da arrecadação do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Renda (IR) contabilizada entre o início de dezembro do ano passado até o final de novembro deste ano.

O repasse foi realizado um dia antes do primeiro decêndio normal do FPM de dezembro. Cabe destacar que, de acordo com a redação da Emenda Constitucional 55/2007, não incide retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) ao 1% adicional do FPM.

No entanto, trata-se de uma transferência constitucional e por isso deve incorporar a Receita Corrente Líquida (RCL) do Município e, consequentemente, deve-se aplicar os limites constitucionais em saúde e educação. Os Municípios recebem todos os anos nos meses de julho e dezembro 1% da arrecadação de IR e IPI referente aos 12 meses anteriores ao mês do repasse.

O FPM é composto de 22,5% da arrecadação desses tributos repassados a cada decêndio e distribuídos de forma proporcional de acordo com uma tabela de faixas populacionais.

VEJA OS VALERES:

Viana 1.100.301,96 reais

São João Batista 600.164,70 reais

São Vicente Ferrer 600.164,70 reais

Penalva 900.247,05 reais

São Bento 1.000.274,50 reais

Olinda Nova do Maranhão 500.137,25 reais

Matinha 600.164,70 reais

Cajapió 400.109,80 reais

(Via FSJB)