Lixão em Paço do Lumiar está com os dias contados

O lixão localizado na comunidade do Iguaiba em Paço do Lumiar será fechado, definitivamente, pela Prefeitura no final deste mês. Com isso, os resíduos sólidos do município passam a ser direcionados para o Aterro Sanitário Titara, localizado em Rosário, e que já serve como destino final do lixo de São Luís, Raposa, São José de Ribamar e da própria cidade de Rosário.

O fechamento segue uma determinação que foi reforçada pelo prefeito Domingos Dutra, durante uma audiência ocorrida mês passado na Vara de Interesses Difusos e Coletivos, localizada no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís, presidida pelo juiz Douglas Melo Martins. A decisão, por sua vez, obedece às determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos, sancionada em agosto de 2010, que definiu as diretrizes gerais para a gestão dos resíduos. “O problema dos lixões é algo que atinge todo o Brasil e sempre se configurou como um problema de difícil solução. A adoção de um aterro sanitário, no caso o Titara, é fundamental para sanar esta questão”, afirmou o presidente da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

O fechamento do lixão provoca o surgimento de uma demanda por parte dos catadores, profissionais que tiram no lixo sua fonte de renda. Com isso, a Agência Executiva Metropolitana (AGEM) disponibilizou galpões para esses profissionais, visando melhorias e dando suporte.

Os galpões, localizados na MA-202 (próximo ao Val Paraíso), já estão disponíveis e adaptados para utilização por parte dos catadores. “Com isso, esses trabalhadores poderão ser incluídos no novo processo de tratamento dos resíduos sólidos da Região Metropolitana da Grande São Luís”, acrescenta o presidente da AGEM. 

Viana passa a integrar Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Mais 12 municípios brasileiros começaram a fazer parte do Sistema Nacional de Segurança Alimentar (Sisan). Entre eles, estão alguns municípios da Baixada Maranhense: Viana e Matinha.

Ilustrativa (arquivo)

Esse sistema tem como objetivos formular e implementar políticas e planos de segurança alimentar e nutricional no país, estimular a integração dos esforços entre governo e sociedade civil, bem como promover o acompanhamento, o monitoramento e a avaliação da segurança alimentar e nutricional e da realização progressiva do direito humano à alimentação adequada.

A formalização da adesão dos municípios foi publicada nesta segunda-feira (19), no Diário Oficial da União (DOU), pela Secretaria-Executiva da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan), do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Os novos municípios integrados ao Sisan são:  Viana (MA); Matinha (MA); Santa Helena (MA); Senador La Roque (MA); São Mateus (MA); Pindaré-Mirim (MA); Lagoa do Mato (MA); Estreito (MA); Grajaú (MA); Bequimão (MA); Serra Preta (BA) e São Leopoldo (RS).

Segundo a Caisan, ainda neste mês de novembro, a entidade deve publicar mais uma resolução com novas adesões de municípios. Nesse sentido, alerta que os municípios envie todos os documentos necessários até o dia 23 de novembro.

Via Folha de SJB

Ministério da Saúde oferece três vagas para médicos em Viana, S. J. Batista; vejam as vagas em Cajapió, Olinda, Matinha, São Vicente e São Bento

O Ministério da Saúde publicou no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (20) o edital com cerca de 8,5 mil vagas para o programa Mais Médicos. As vagas, abertas para substituir médicos cubanos, são para profissionais brasileiros e estrangeiros que tenham registro no CRM do Brasil. Entre a lista de município, estão alguns da Baixada Maranhense e ao todo, o estado receberá mais 469 médicos.

Ilustrativa (arquivo)

 

A publicação do novo edital faz parte de uma medida emergencial do governo brasileiro após o anúncio da saída de Cuba do programa, na semana passada. Nesta segunda-feira (19), o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse que presidente Michel Temer determinou que o país tenha o menor impacto possível com a saída de médicos cubanos do programa.

Serão 8.517 vagas e no primeiro edital, todas as vagas serão ofertadas aos médicos (brasileiros e estrangeiros) com registro no CRM do Brasil. As inscrições estarão abertas a partir das 8h de 21 de novembro até as 23h59 de 25 de novembro, e deverão ser feitas pelo site maismedicos.gov.br.  No ato de inscrição, o profissional escolherá o município disponível para a atuação;

Os médicos devem iniciar as atividades nos municípios a partir de 3 de dezembro; a data-limite é 7 de dezembro. Se houver vagas remanescentes, um segundo edital será lançado em 27 de novembro com vagas para brasileiros formados no exterior e estrangeiros. Para atuar no Mais Médicos, os profissionais sem CRM não precisarão fazer o Revalida. Eles poderão fazer o Revalida caso queiram exercer atividade também fora do programa.

Vejam a lista de municípios e a quantidade de vagas disponíveis.

 

Viana – 02 vagas

 

São João Batista – 03 vagas

 

Cajapió – 01 vaga

 

Matinha – 02 vagas

 

São Bento – 02 vagas

 

Pinheiro – 09 vagas

 

São Vicente Ferrer – 02 vagas

 

Olinda Nova do Maranhão – 01

 

Via Folha de SJB