Trânsito do Angelim será melhorado com obras da Agência Executiva Metropolitana

A Avenida Jerônimo de Albuquerque, em todo o trecho que vai da Cohab até o elevado da Cohama, é um dos trajetos que concentra maior fluxo de veículos, sobretudo em horários de pico. Isso resulta em engarrafamentos diários, tanto para quem segue a direção Vinhais, quanto para quem faz o caminho contrário.  Para ajudar a resolver o problema, o Governo do Estado do Maranhão, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), iniciará, ainda neste mês de novembro, as obras de alargamento de via na região entre o túnel da Cohab e a entrada de acesso ao bairro Angelim.

O projeto compreende uma área de 500 metros. No trecho serão realizados serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação, bem como construção de meio-fio e sarjeta. “É uma obra de extrema necessidade para aquela Avenida, que é uma das que possui maior trânsito de veículos e pedestres da capital”, destaca o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

A obra é uma demanda antiga na capital, lembra Lívio Corrêa. “Trata-se de um dos trechos mais centrais de nosso trânsito e, justamente por isso, é trajeto para muitos bairros, o que provoca congestionamentos frequentes”.

Segundo Luís Sérgio Amaral, proprietário da empresa que irá executar a obra, os trabalhos levarão 90 dias. “Por se tratar de um alargamento, os serviços não irão atrapalhar o tráfego de veículos. Além disso, o acesso será feito por vias auxiliares”, afirmou o engenheiro civil.

Parceria

Outra obra na área compreendida entre a Cohab e o Bequimão, passando pelo Angelim, será realizada pela Prefeitura de São Luís e irá complementar o projeto da Agência Executiva Metropolitana.

A obra, sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), criará alças semelhantes às que já existem na região entre a entrada do bairro Bequimão e o elevado da Cohama. “Com isso, o tráfego de veículos será facilitado, o que irá diminuir os congestionamentos frequentes”, finaliza Lívio Corrêa.

Água no chopp! Ministério Público solicita anulação do procedimento licitatório do aniversário de Cajari (MA)

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) solicitou, em Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade administrativa, nesta quinta-feira, 8, que o Poder Judiciário determine, liminarmente, a imediata anulação do procedimento licitatório para realização do aniversário da cidade, bem como o ressarcimento dos valores que já tenham sido pagos indevidamente.

O pedido é assinado pelo titular da 1ª Promotoria de Justiça da Viana, Lindemberg do Nascimento Malagueta Vieira, da qual Cajari é termo judiciário.

IRREGULARIDADES

Foi constatado que a prefeitura do município não cumpriu os prazos definidos por lei para a publicação do aviso de licitação. Além disso, o valor estipulado na licitação está abaixo do valor previsto para a realização da festa de aniversário da cidade, marcada para o dia 10 de novembro.

Apesar das irregularidades constatadas no Pregão Presencial n° 61/2018, a empresa T.A. da S. Lopes-ME foi a vencedora do processo licitatório, com lance de R$ 158.000,00.

Entretanto, a Prefeitura de Cajari anunciou quatro bandas para a festa de aniversário da cidade. Dentre as atrações, está a banda Aviões do Forró, cujo cachê supera o valor de R$ 300.000,00.

A divulgação da festa, segundo apurado, acontece desde o mês de junho de 2018, muito antes do processo licitatório ser iniciado.

Na Ação, o promotor de justiça Lindemberg Vieira, afirma que “as despesas com festividade institucional são desproporcionais e afetam a concretização de melhorias sociais em áreas de relevância inquestionável, como saúde, educação, habitação e saneamento”.

OUTROS PEDIDOS

Na Ação, o Ministério Público do Maranhão também requer a imediata suspensão da contratação da banda Aviões do Forró, sob pena de multa diária de R$ 100.000,00.