Realizada a primeira reunião para a instalação da Academia de São João Batista

O Centro de Convenções e Informática de São João Batista sediou no último sábado, 14, a primeira reunião para a instalação da Academia Joanina de Ciências, Artes e Letras. O evento foi organizado por várias pessoas da cidade e teve o apoio do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense.

A entidade está apoiando e fomentando a criação das academias na região e o professor Manoel Barros, do quadro da Universidade Federal do Maranhão, está coordenando o projeto. Em São João Batista, além dos futuros ‘imortais’, estavam convidados e a presença do ex-presidente da entidade, Flávio Braga.

Além de professores, estavam presentes também representantes de movimentos sociais e culturais de São João Batista e de pessoas que já tem produção literária. A reunião começou com uma rápida abertura feita pelo professor Raimundinho Cutrim e uma explanação do projeto sobre as academias, sob o comando do professor Manoel Barros, que também é joanino.

Ele explicou sobre o objetivo da academia e sobre o trabalho que ela pode fazer. O professor destacou também que os próximos passos será escolher o nome, escolher os patronos e membros, bem como elaborar regimento e demais documentos para a constituição da Academia do município.

Durante as apresentações dos participantes, eles destacaram também que a entidade deve comportar diversos artistas joaninos, espalhados pelo município. Uma nova reunião será realizada em setembro ou outubro para, de fato, fazer o ato que instituirá a Academia Joanina de Ciências, Artes e Letras.

Via Blog do Jailson Mendes

Clonagem de whatsapp: operação prende “cabeça” de quadrilha que aplicou golpes em deputados estaduais

Uma operação desencadeada pela Polícia Federal, e que no Maranhão contou com a participação da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), desarticulou uma quadrilha especializada em aplicar golpes por meio do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp. O grupo clonava os números telefônicos para a realização de transferências financeiras.

No Maranhão, entre as vítimas estão os deputados estaduais Valéria Macedo, Adriano Sarney, Vinícius Louro e Josimar de Maranhãozinho. Outra vítima teria sido a governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti.

Batizada de “Swindle” (fraude em inglês), a operação tinha como objetivo o cumprimento de cinco mandados de busca de apreensão e dois de prisão preventiva, nos estados do Maranhão e Mato Grosso do Sul, expedidos pela Justiça Federal em Brasília.

Em São Luís, um dos alvos da operação foi o condomínio de classe média alta Ilhas Gregas, localizado no Parque Shalon. Nesse local, foi preso Leonel Pires Júnior, apontado como um dos “cabeças” do bando, que havia se mudado na segunda-feira (16) para aquele prédio. Além dele, mais sete pessoas teriam sido presas na capital maranhense. Leonel foi levado para a sede da PF, na Cohama; e os demais, para a Seic, no Bairro de Fátima.

Conforme informações da Polícia Federal, o grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas “emprestadas” para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, nos quais os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por elas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos arts. 154-A, §3º e §5º, e 171, §3º e 288 do Código Penal Brasileiro.

PRESOS DURANTE A OPERAÇÃO

ANA LÚCIA MIRANDA ROCHA

ERICK RAPHAEL REIS TEIXEIRA

ELOAH CHRISTINA ARAÚJO MACHADO

IVANILDE NOGUEIRA AMARAL

LEONEL SILVA PIRES JÚNIOR

MARKSUEL PEREIRA DE SOUSA

RUDSON JANUARIO SERRA

THATIELLE CRISTINA CORDEIRO SILVA

Com informações do blog do Wellington Rabello

Viana: jovem é vítima de feminicídio

Na manhã deste domingo, 15, uma jovem foi vítima de feminicídio no bairro Piçarreira, na cidade de Viana, ela foi alvejada por disparos de arma de fogo.

Ana Paula “Paulinha”, a vítima.

A jovem foi identificada como Ana Paula, conhecida como “Paulinha”, de idade não revelada até agora. De acordo com informações de populares, ela ainda teria sido socorrida com vida e levada até um Hospital local e em seguida foi encaminhada para São Luís mas não resistiu, vindo a óbito na estrada.

Informações preliminares, dão conta que o suspeito da autoria do crime seria um adolescente de aproximadamente 15 anos.

Ele já foi apreendido, a Polícia também prendeu um mototaxisista identificado como”Marllon”, suspeito de dar fuga ao adolescente.

Algumas versões das possíveis motivações do crime são comentadas na cidade. Há rumores de que ela pode ter sido  assassinada por inconformismo do adolescente com o fim do relacionamento que eles teriam.

Ou que “Paulinha” teria ameaçado denunciar o criminoso à Polícia por tráfico de drogas, fato que teria revoltado ele a ponto de cometer o feminicídio.

É importante frisar, que nenhuma dessas versões foi confirmada até agora pela Polícia ou familiares da vítima, são apenas relatos de populares.  A jovem teria deixado dois filhos.

Via porta da Rádio e Tv Maracu